Resenha - Let There Be Rock - AC/DC

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Let There Be Rock - AC/DC


  | Comentários:

Existe um ano definitivo para o metal? Em 1980, “saíram” para o mundo “Back in Black”, ‘Blizzard of Ozz”,”British Steel”, “Ace of Spades”, “Iron Maiden”, que com certeza limparam os bolsos de muita gente (no exterior, claro - nessa época as coisas demoravam mais por aqui..). Bom, se esse não foi o ano mais importante, com certeza foi um marco definitivo desse som que nos tornou dependentes auditivos, “espalhando a doença” por aí.

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Mas se 80 foi um ano tão foda, três anos antes, o mundo também levava suas chacoalhadas. "Lights Out, Live!" (do STATUS QUO), "Bat Out Of Hell", "Draw The Line", e o recém nascido punk com "Rocket to Russia" e "Never Mind the Bollocks" davam suas caras. E, dentro da primeira categoria, o álbum mais cacetada do AC/DC nos anos 70, "Let There Be Rock".

Esse é tão clássico quanto Mozart ou Van Gogh: o disco é "top" de ponta a ponta (alguém vai dizer que é chover no molhado). Depois de bem firmados no chão fértil do rock n´roll com "Dirty Deeds Done Dirt Cheap", o povo lá da Austrália fez um estrago considerável na discografia do metal.

Na sua versão internacional, o disco teve a faixa "Crabsody In Blue" substituída por "Problem Child", o que, para mim, foi um grande negócio - mesmo as duas sendo de outro planeta. "Dog Eat Dog" tem um acompanhamento de bateria quase tribal com BON SCOTT expelindo fogo pelas ventas. Já "Go Down" e a já citada "Problem Child" parecem saídas de jam sessions, tamanha a simplicidade e o jeitão blueseiro das duas.

Se "Bad Boy Boogie" fez o KISS pensar bastante na vida, "Hell Ain´t a Bad Place To Be" prova que o inferno realmente não é ruim como pintam. "Overdose" parecia prenunciar "Back in Black" - pela sonoridade, não pela morte prematura de BON.

Por último o prato principal: a primeira vez que ouvi AC/DC foi no vinil de "If You Want Blood You've Got It" e o que mexeu no meu cérebro foram as versões de "The Jack", "Whole Lotta Rosie" e "Let There Be Rock". Depois de tempos, descobri que eram boas de qualquer jeito, e as versões originais das duas últimas coroam essa tremenda "coletânea" da banda.

Nota 10!

Track list:
• "Go Down"
• "Dog Eat Dog"
• "Let There Be Rock"
• "Bad Boy Boogie"
• "Overdose"
• "Problem Child"
• "Hell Ain't a Bad Place to Be"
• "Whole Lotta Rosie"

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Let There Be Rock - AC/DC

Tradução - Let There Be Rock - AC/DC


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "AC/DC"

Rick Astley: cover de "Highway to Hell" no show de ontem em SP
Homenagens: Canções inspiradas em músicos falecidos
Falsificação: polícia inglesa apreende camisetas falsas
AC/DC: Música no trailer de novo filme da Disney
AC/DC: Os Top 10 solos de guitarra de Angus Young
AC/DC: primeiras gravações dos irmãos Young serão relançadas
AC/DC: biografia escrita por Mick Wall ganha edição em português
AC/DC: vídeo da jam de Brian Johnson com Billy Joel em NYC
Guitar World: 10 Álbuns clássicos essenciais do Metal
AC/DC: lançamento do barril da cerveja no Brasil
AC/DC: Phil Rudd é inocentado em tribunal na Nova Zelândia
AC/DC e 2Cellos: como "Thunderstruck" soaria alguns séculos atrás
Ultimate Classic Rock: as dez melhores duplas de guitarristas
AC/DC: Vedder, Springsteen e Tom Morello em "Highway To Hell"
AC/DC: novo álbum e tour mundial revelados por Brian Johnson

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: [email protected]

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas