RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemA inesperada banda brasileira que não sai dos ouvidos de Jeff Scott Soto

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemManowar no Brasil? Banda posta bandeira brasileira e fãs ficam empolgados

imagemOzzy Osbourne aparece em público pela primeira vez após anunciar aposentadoria das turnês

imagemA inesperada opinião de Bell Marques (ex-Chiclete com Banana) sobre o rock progressivo

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemJoe Satriani revela o guitarrista que ele ouve e diz: "Eu jamais alcançarei isso!"

imagemThiago Bianchi explica sucessão de problemas durante show de Paul Di'Anno

imagemO dia que João Gordo xingou Ayrton Senna por piloto se recusar a dar entrevista a ele

imagemO clássico da banda Evanescence que a vocalista Amy Lee odiava

imagemA nostálgica canção de Raul Seixas que propõe abolir a divisão entre o bem e o mal

imagemO dia que Renato Russo ateou fogo em clínica de reabilitação por motivo banal

imagemRamones: C.J. conta que Johnny se recusou a visitar Joey em seu leito de morte

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda


Stamp

Stryper e Narnia: Profissionalismo, técnica, carisma, energia e simpatia

Resenha - Stryper e Narnia (Tropical Butantã, São Paulo, 14/09/2019)

Por Mateus Ribeiro
Postado em 16 de setembro de 2019

Profissionalismo, técnica, carisma, energia e simpatia. Essas palavras definem bem o que foi apresentado tanto por Narnia quanto por Stryper no show do dia 14 de setembro no Tropical Butantã, em São Paulo.

A casa recebeu um bom público, que variou entre pessoas mais velhas e outras que provavelmente nem eram nascidas quando a banda lançou "Soldiers Under Command".

Abrindo os trabalhos, o Narnia conseguiu conquistar o público com muita competência e uma performance sólida. Até quem não conhecia o power metal potente da banda sueca ficou satisfeito com a apresentação.

Os músicos, além de muito técnicos e dinâmicos, interagem bastante com a audiência, com destaque para o vocalista Christian Liljegren, que inclusive terminou a apresentação com a camiseta do time da CBF. Destaque para as ótimas "I Still Believe", "Into This Game", "Living Water", "Long Live The King" e "A Crack In The Sky". Uma apresentação marcante, que certamente ficará gravada para sempre na memória dos integrantes da banda sueca e de seus fãs.

Após o ótimo show do Narnia, o Stryper subiu ao palco para fazer a alegria de inúmeros fãs sedentos por música boa. Desde a primeira nota de "Soldiers Under Command" até o último acorde, a performance do Stryper foi perfeita. Michael Sweet é um frontman e tanto, além de cantar e tocar guitarra como poucos, se movimenta pra todo lado e se comunica muito com o público. Um líder compatível com a representatividade da maior banda de white metal da historia.

O repertório contou com músicas de diversas fases da carreira da banda. Obviamente, os clássicos marcaram presença: "In God We Trust" (na versão do álbum "Reborn"), "Always There For You", "Surrender", "Calling On You", "Honestly", "Free" e "More Than A Man". Talvez a única ressalva seja a exclusão de "I Believe In You", muito comentada entre os presentes, e a música mais famosa da banda no Brasil.

Os companheiros de Michael Sweet também desempenharam um excelente papel, inclusive o guitarrista Oz Fox, que mesmo passando por um delicado momento de sua vida, tocou e cantou muito.

Quem foi, certamente gostou muito, pois além das bandas extremamente talentosas, o clima na casa estava muito tranquilo e a sintonia entre plateia e artistas foi algo que eu particularmente vi poucas vezes na minha vida de headbanger.

Por fim, pode se afirmar que a noite de 14 de setembro de 2019 foi um espetáculo que muitas pessoas irão relembrar com muito carinho. Que as bandas voltem para o Brasil, de preferência, o quanto antes!

Show: Stryper & Narnia
Data: 14 de setembro de 2019
Local: Tropical Butantã - São Paulo

Setlist Narnia:

"A Crack in The Sky"
"Sail Around The World"
"The Mission"
"I Still Believe"
"You Are The Air That I Breathe"
"Shelter Through The Pain"
"Reaching For The Top"
"The War That Tore The Land
"Into This Game"
"Dangerous Game"
"Long Live The King"
"Inner Sanctum"
"Living Water"

Setlist Stryper:

"Soldiers Under Command"
"Loving You"
"Calling On You"
"Free"
"More Than A Man"
"All For One"
"Surrender"
"All She Wrote" (cover do Firehouse)
"Honestly"
"In God We Trust"
"Always There For You"
"Sorry"
"Yahweh"
"Sing-Along Song"
"The Abyss"
"The Valley"
"To Hell With the Devil"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Exilio Angel

Stryper: Há 20 anos, se apresentando como trio

Lady Gaga: cantora pop também é fã do Stryper

Lista: frases do rock e metal que poderiam estar em para-choques de caminhão - Parte 1

Stryper: Michael Sweet diz que é "questão de tempo" até a Bíblia ser "cancelada"

Van Halen: "Deveriam ter mudado nome quando Sammy entrou!"


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.
Mais matérias de Mateus Ribeiro.