Steve Vai: Fãs Deliram com Show em Belo Horizonte

Resenha - Steve Vai (Music Hall, Belo Horizonte, 02/06/2017)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Bello
Enviar correções  |  Ver Acessos

STEVE VAI, um dos maiores guitarristas de todos os tempos, passou por Belo Horizonte no último dia 2 de Junho com sua turnê comemorando os 25 anos de lançamento do álbum "Passion & Warfare". O músico se apresentou no Music Hall em mais um evento produzido pela MS BHZ Produções e levou uma multidão de fãs apaixonados pela guitarra ao delírio. Acompanhado por: PHIL BYNOE (baixo), DAVE WEINER (guitarra) e JEREMY COLSON (bateria), Mr Vai tocou na íntegra o premiado disco "Passion & Warfare", além de músicas de outros álbuns e algumas surpresas para o público.

Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay AreaTico Santa Cruz: um comovente texto sobre suicídio de Champignon

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Logo na abertura do show, a cena clássica do filme "A Encruzilhada" (CROSSROADS) mostrava o ator RALPH MACCHIO (também mundialmente conhecido pela atuação na trilogia "Karatê Kid") começando o lendário duelo de guitarras com Jack Butler, personagem vivido por STEVE no longa metragem. A noite começou com a potente "Bad Horsie" com direito a luzes de led nas guitarras e acessórios de Vai. Os mestres da guitarra JOE SATRIANI e JOHN PETRUCCI (DREAM THEATER,G3) fizeram participações virtuais durante o show, aparecendo no telão e solando junto com o colega guitar hero. Até mesmo o saudoso FRANK ZAPPA pôde participar de uma das músicas com sua performance exibida em vído.

Esbanjando simpatia e toda sua agilidade para tocar, STEVE se mostrou um grande artista. Para os fãs de guitarra é impressionante a perfeição das notas tocadas ao vivo e os improvisos durante músicas como "For The Love of God", "The Audience is Listening" e "I Would love To".

Presente na lateral do palco durante todo o show e preparando as "máquinas" para as próximas performances, o veterano técnico de guitarra THOMAS NORDEGG (que já trabalhou com grandes ícones da música,dentre eles YNGWIE MALMSTEEN e FRANK ZAPPA) foi citado por STEVE enquanto presenteava algum sortudo da plateia com uma palheta, dizendo que o técnico pedia para que ele não jogasse tantas palhetas nos shows.

O músico PAULO XISTO, baixista do SEPULTURA, esteve na casa de shows para prestigiar a apresentação. No final do show, enquanto a banda se despedia, um fã mostrou uma guitarra para VAI, que imediatamente pediu ao segurança que lhe entregasse e autografou para o jovem. Foi uma noite literalmente memorável. Com certeza os fãs já aguardam com ansiedade a próxima visita de Mr. Vai e sua turma na capital mineira e em outros cantos do nosso Brasil. E que venha a próxima turnê por aqui...

Comente: Esteve no show? O que achou?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Steve Vai"


Guitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista BurnnGuitarristas
Os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn

Steve Vai: performance inesquecível no filme A EncruzilhadaSteve Vai
Performance inesquecível no filme A Encruzilhada


Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay AreaContra Costa Times
Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

Tico Santa Cruz: um comovente texto sobre suicídio de ChampignonTico Santa Cruz
Um comovente texto sobre suicídio de Champignon


Sobre Ricardo Bello

Ricardo Bello é jornalista,humorista e escritor. Mineiro de Belo Horizonte, nascido em 16/02/78, tem um livro publicado intitulado "Caçador de Celebridades" e colabora com o Whiplash.Net.

Mais matérias de Ricardo Bello no Whiplash.Net.

adGoo336