Sonata Arctica: Comentários e fotos do show em Fortaleza

Resenha - Sonata Arctica (Barraca Biruta, Fortaleza, 13/05/2017)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Em uma longa turnê pelo Brasil, passando por dez cidades, a banda finlandesa SONATA ARCTICA vem alegrando uma grande quantidade de fãs apaixonados por sua música. Em Fortaleza, não poderia ser diferente. Na segunda passagem pela capital do Ceará, agora trazida pela Empire, a banda capitaneada por Tony Kakko apresentou-se no sábado, 13 de maio, na Barraca Biruta, na icônica Praia do Futuro. Apesar de estarmos credenciados, por problemas de saúde na família, este repórter não pode comparecer ao show. Você fica no entanto com as mágicas imagens das lentes de Christiano Machado e com um pouco de suas impressões.

Sonata Arctica: confira o vídeo da nova música "Cold"Roadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadora

Alguns dias antes do show, conversei com Kakko e contei que eles eram a segunda banda preferida do meu filho (confira trecho abaixo e a entrevista completa no link logo adiante). Infelizmente, uma apendicite adiou, espero que não por muito tempo, o sonho de levá-lo para ver o SONATA ao vivo.

Daniel Tavares: Meu filho tem seis anos. A primeira banda que ele gostou em sua vida foi THE BEATLES (embora eu tenha tentado ensinar-lhe alguns IRON MAIDEN). O segundo foi o SONATA ARCTICA. Minha irmã mais velha também está ansiosa para te ver. E espero que possamos nos encontrar quando você vier à minha cidade. Então, como você se sente sabendo que o que você faz toca vidas de tantas pessoas de diferentes idades no mundo inteiro?

TK: É maravilhoso. Simples assim. Quando alguma vez eu enfrento uma dificuldade e acho que essa merda não vale a pena, eu recebo um e-mail de alguém dizendo coisas assim e ... só faz tudo vale a pena novamente. Significa muito. Os BEATLES são um bom passo para o mundo da música melódica. :)

Sonata Arctica: Kakko fala sobre maratona de shows no Brasil

O público cantou do início ao fim do show do SONATA ARCTICA, que teve como pontos altos a faixa "Misplaced" e, óbvio, "Fullmoon". O setlist segue abaixo.

- Closer to an Animal

- Life

- The Wolves Die Young

- In Black and White

- Tallulah

- Fairytale

- FullMoon

- Among the Shooting Stars

- No More Silence

- Abandoned, Pleased, Brainwashed, Exploited

- We Are What We Are

- The Power of One

Bis:

- Misplaced

- I Have a Right

- Don't Say a Word

Além do SONATA ARCTICA, também apresentaram-se na mesma noite as bandas cearenses COLDNESS e NAFANDUS, já anunciadas desde o início da divulgação, e CÓDIGO ROMA e STEEL HANDS, vencedoras de uma seletiva.
Segundo as impressões de nosso fotógrafo, Chris Machado, os meninos de pacajus da STEEL HANDS fizeram um show bastante honesto, com som forte e estão quase prontos. Quanto ao CÓDIGO ROMA, que canta em português, o show foi prejudicado com falhas técnicas, que acabou compromentendo o vocalista. A COLDNESS, uma banda que devido a seriedade de seus integrantes tem subido como um foguete, fez um show bastante divertido. Não é a toa que o quinteto acabou de voltar de uma turnê que passou pela Europa e pelos países africanos falantes de português. Lenine Matos (vocalista) estava bem solto, conversando com a galera, e estava bastante feliz. Lenine ainda soltou a seguinte frase "que platéia feliz, onde vcs estavam? É o show com mais gente feliz que ja fizemos em Fortaleza". Já a NAFANDUS também teve problemas técnicos nas duas canções iniciais, mas depois engatou e nada tirou o brilho deles. É uma banda pronta com elementos da música nordestina. . Claudine Albuquerque canta demais e fez uma linda homenagem cantando "Lamento Sertanejo". Além disso a vocalista tocou tambor e triângulo. Show bonito de se ver e de ouvir. Ela brinca com a voz.

STEEL HANDS

NAFANDUS

COLDNESS

CÓDIGO ROMA

O SONATA ARCTICA ainda se apresenta no Rio de Janeiro (Circo Voador, 18 de maio), em São Paulo (Aquarius Rock Bar, sexta-feira, 19 de maio) e fecham a parte brasileira da turnê no Bar da Montanha, em Limeira, no sábado, 20 de maio.

Confira também a resenha da primeira passagem do SONATA ARCTICA por Fortaleza.

Sonata Arctica: O público acabou seus pulmões de tanto cantar

Agradecimentos:
Empire, pela atenção e credenciamento.
Cristiano Machado, além das imagens que ilustram esta matéria, pelas impressões sobre cada um dos shows.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Sonata Arctica"Todas as matérias sobre "Coldness"Todas as matérias sobre "Nafandus"Todas as matérias sobre "Código Roma"Todas as matérias sobre "Steel Hands"


Sonata Arctica: confira o vídeo da nova música "Cold"

Sonata Arctica: banda vem ao Brasil para se apresentar em 2020Sonata Arctica
Banda vem ao Brasil para se apresentar em 2020

Finlândia: as dez melhores bandas de Heavy Metal do paísFinlândia
As dez melhores bandas de Heavy Metal do país

Sonata Arctica: Finlândia não é o paraíso que muitos pensamSonata Arctica
Finlândia não é o paraíso que muitos pensam

Power Metal: As bandas mais populares segundo o FacebookPower Metal
As bandas mais populares segundo o Facebook


Roadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadoraRoadrunner
Os dez melhores vídeo-clipes da gravadora

Ozzy Osbourne: Sharon conta como o Madman tentou assassiná-laOzzy Osbourne
Sharon conta como o Madman tentou assassiná-la

Megadeth: a canção que Dave Mustaine menos gostaMegadeth
A canção que Dave Mustaine menos gosta

Metallica: Jason Newsted, 14 anos de humilhaçãoCornos do Rock: a dor e o peso do chifre em três belas cançõesCapas: montagens com clássicos (e alguns não tão clássicos)Lemmy e David Bowie: a conexão entre dois artistas tão diferentes

Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

adGooILQ