Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: todas as músicas na ordem da mais à menos ouvida no SpotifyGuns N' Roses
Todas as músicas na ordem da mais à menos ouvida no Spotify

Nick Mason e Brian Johnson: andando no carro que financiou turnê do Pink FloydNick Mason e Brian Johnson
Andando no carro que financiou turnê do Pink Floyd

Metallica: por que James não ouve bateria de Lars no fone de retorno dos showsMetallica
Por que James não ouve bateria de Lars no fone de retorno dos shows

Guns N' Roses: banda libera vídeo profissional de show realizado no Brasil em 2016Guns N' Roses
Banda libera vídeo profissional de show realizado no Brasil em 2016

Greta Van Fleet: título do novo álbum teve a ver com Led Zeppelin? Guitarrista comentaGreta Van Fleet
Título do novo álbum teve a ver com Led Zeppelin? Guitarrista comenta

Guns N' Roses: Not In This Lifetime arrecadou valor assombroso; veja outros númerosGuns N' Roses
"Not In This Lifetime" arrecadou valor assombroso; veja outros números

Metallica: oito riffs absurdos escritos por Kirk HammettMetallica
Oito riffs absurdos escritos por Kirk Hammett

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morteKiss
Como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

Nirvana: por que eles fizeram sucesso antes do Pearl Jam, segundo Stone GossardNirvana
Por que eles fizeram sucesso antes do Pearl Jam, segundo Stone Gossard

Lars Ulrich: o que ele achou do Guns N' Roses quando ouviu pela primeira vezLars Ulrich
O que ele achou do Guns N' Roses quando ouviu pela primeira vez

Bruce Dickinson: vocalista revela o seu Deus do rock e qual música o iniciou no metalBruce Dickinson
Vocalista revela o seu "Deus do rock" e qual música o iniciou no metal

Roger Waters: aos 77 anos, músico diz que sua próxima turnê pode ser a últimaRoger Waters
Aos 77 anos, músico diz que sua próxima turnê pode ser a última

Pitty: cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidasPitty
Cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidas

Death metal: por que o estilo está sem alma atualmente, segundo Nick BarkerDeath metal
Por que o estilo está sem alma atualmente, segundo Nick Barker

Fear Factory: Dino Cazares revela título do próximo álbum de estúdioFear Factory
Dino Cazares revela título do próximo álbum de estúdio


Stamp

Sting: músico faz apresentação única no Brasil

Resenha - Sting (Allianz Parque, São Paulo, 06/05/2017)

Por Gabriel Zorzetto
Em 07/05/17

Após um hiato de oito anos, Sting voltou ao Brasil. Na noite de ontem, no Allianz Parque em São Paulo, ele realizou um show único no país. O britânico já havia se apresentado por aqui em outras cinco ocasiões: Em 1982 e 2007 com o The Police (ambas no RJ) e sozinho em 1987 (SP, MG, DF, RS E RJ), 2001 (Rock In Rio) e 2009 (SP).

Nesta nova turnê, o cantor promove o "57th & 9th", seu excelente último álbum de estúdio, lançado no fim do ano passado e que retornou às origens do pop/rock após mais de uma década.

Às 20h15, na configuração de anfiteatro da arena palmeirense, que tem capacidade para cerca de 12 mil pessoas, Joe Sumner, o filho de Sting, foi quem abriu os trabalhos, fazendo um curto e intimista show de abertura para o pai.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O quê não estava previsto aconteceu durante a terceira música do set de Joe. O jovem cantor, ao que pareceu, passou mal e não conseguiu terminar a canção, sendo rapidamente amparado por Sting, que visivelmente preocupado, correu ao palco para cantar a última nota e ajudar o filho.

Passado o susto e a apresentação de Joe, foi a vez do ótimo grupo The Last Bandoleros mostrar seu talento. Com um rock texano, animaram o escasso público que já havia chegado.

Passados alguns minutos do fim das apresentações de abertura, as luzes se apagaram e Sting iniciou o seu concerto de forma oficial por volta 21h15, aparecendo ao som de "Syncronicity II", clássico do The Police do disco final da banda lançado em 1983. Sem parar, seguiu com mais Police, tocando a interessante "Spirits In The Material World", do álbum "Ghost In The Machine".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Portando seu tradicional contra-baixo Fender e vestindo uma camisa azul, Sting saudou rapidamente os fãs em bom português: "Boa noite, é muito bom estar de volta."

Após a primeira interação com o público, vieram os acordes de "Englishman In New York", um de seus melhores hits na carreira solo e um dos pontos altos do show. Ao final da elegante canção, todos no estádio, com a condução de Sting, ecoaram repetidamente os versos "be yourself/no matter what they say".

O baixista então mandou duas de seu novo disco: "I Can't Stop Thinking About You", lançada também como single, e "One Fine Day". Destaque para sua voz, que mesmo com o peso da idade, permanece quase intacta.

Após a animada "She's to Good for Me", ele partiu para as baladas "I Hung My Head", do álbum "Mercury Falling", e "Fields Of Gold", clássico do "Ten Summoner's Tales". Todas com arranjos levemente alterados, muito por conta dos ótimos solos de acordeón tocados por um dos membros do Last Bandoleros, que roubou a cena neste início de show.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após apresentar sua banda fixa, que conta com os guitarristas Dominic Miller e Ruffus Miller, além do baterista Josh Freese, ele voltou ao "57 & 9th", agora com "Petrol Head" e "Down, Down, Down" Na sequência, Sting voltou ao passado e encaixou "Shape Of My Heart", mais uma do "Ten Summoner's Tales", seu melhor álbum solo e lançado em 1993.

Quase 100% dos celulares filmaram a mítica "Message In a Bottle", que finalmente animou o morno público paulista, seguida por "Ashes To Ashes", cover do mestre David Bowie e cantada pelo seu filho Joe Sumner, que apareceu para participar da canção, desta vez num estado melhor.

Sting tocou a ótima "50,000", mais uma do álbum novo e apresentada em uma versão um tanto diferente da original. Ela foi composta em homenagem aos grandes músicos falecidos no ano passado, dentre eles, Prince e Bowie.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A dobradinha "Walking On The Moon"/"So Lonely" animou os fãs do Police e foi cantada por boa parte do público. A excêntrica "Desert Rose" manteve o público animado para chegar na lendária "Roxanne", que em versão um tanto jazzística e mesclada ao cover da clássico "Ain't No Sunshine" encerrou em altíssimo nível o setlist regular.

Sting se despediu do público e deixou o palco sob gritos e aplausos. Porém, em poucos minutos, retornou para o primeiro bis com mais The Police: "Next To You", do disco de estreia "Outlanders De Amour" e a obrigatória "Every Breath You Take", essa sim cantada em uníssono pelos 12 mil presentes.

O sexagenário músico deixou novamente o palco, mas ainda retornou para um segundo bis. Dessa vez sozinho e com uma guitarra semi-acústica, ele interpretou a emocionante "Fragile" e deu fim a um ótimo e poderoso concerto em São Paulo.

publicidade

SETLIST:

01 - "Synchronicity II" (The Police)
02 - "Spirits in the Material World" (The Police)
03 - "Englishman in New York"
04 - "I Can't Stop Thinking About You"
05 - "One Fine Day"
06 - "She's Too Good for Me"
07 - "I Hung My Head"
08 - "Fields of Gold"
09 - "Petrol Head"
10 - "Down, Down, Down"
11 - "Shape of My Heart"
12 - "Message in a Bottle" (The Police)
13 - "Ashes to Ashes" (cover de David Bowie)
14 - "50,000"
15 - "Walking on the Moon" (The Police)
16 - "So Lonely" (The Police)
17 - "Desert Rose"
18 - "Roxanne / Ain't no Sunshine" (The Police)
BIS
19 - "Next to You" (The Police)
20 - "Every Breath You Take" (The Police)
BIS 2
21 -"Fragile"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Rock Decor 2
publicidade
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sting: Soul Cages faz trinta anos e ganha edição com muitas faixas-bônus


Myles Kennedy: os 10 discos que mudaram a vida deleMyles Kennedy
Os 10 discos que mudaram a vida dele


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo