Children of Bodom: noite de caos memorável no Carioca Club

Resenha - Children of Bodom (Carioca Club, São Paulo, 28/05/2016)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ana Laura Igai
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Dois anos após a última vinda da banda ao Brasil, o CHILDREN OF BODOM voltou para a turnê do mais recente álbum, "I Worship Chaos" (2015), dessa vez, trazendo o guitarrista Daniel Freyberg (que encaixou-se muito bem no grupo). Com uma platéia pequena mas bastante animada, a apresentação nos mostrou mais uma vez o carisma e talento dos finlandeses.

Kryour: prestando tributo ao Children of Bodom em vídeo ao vivoSeparados no nascimento: Paul Stanley e Sidney Magal

A abertura do show foi realizada pela banda RECKONING HOUR, vinda do Rio de Janeiro, que deixou bem claro a que veio: bastante competentes e empolgados, conseguiram agitar bastante o público com as músicas do novo álbum "Between Death and Courage" (2016). Com certeza, um incrível acréscimo à cena do metal nacional.

E então, algum depois das 20:00, o CHILDREN OF BODOM subiu ao palco, com a já clássica "Are You Dead Yet?" e a platéia gritando o refrão entusiasmadamente. Logo em seguida, veio a (literalmente) agressiva "In Your Face", mais uma que levou o público à loucura.

Então, uma do novo álbum: "Morrigan", com sua marcante introdução, provou que "I Worship Chaos" foi muito bem recepcionado pelos fãs. Foi seguida por "Sixpounder", música perfeita para o headbanging; depois, veio a agressiva "I Hurt", mais uma do novo trabalho, cujo refrão é ótimo para ser gritado a plenos pulmões.

Alexi então disse que tocariam uma música que nunca tinha sido apresentada no Brasil. A surpresa era "Trashed, Lost & Strungout", que agitou os fãs com sucesso. Depois, foi a vez de "Everytime I Die", do aclamado álbum "Follow The Reaper" (2000), fazendo a platéia toda cantar e balançar a cabeça com vigor.

Outra clássica também apareceu no setlist, "Children of Bodom", do álbum "Hatebreeder" (1999). Destaque para os duetos de guitarra e teclado de Alexi e Janne, sempre em perfeita sintonia. O clima de suspense dominou com a introdução da adorada "Hate Me!", que arrancou gritos e muita cantoria do público.

Antes da próxima música, o atencioso baixista Henkka Seppälä conversou um pouco com a plateia (em bom português!) e anunciou "Lake Bodom", mais uma que parece nunca enjoar.

Com direito a pedido por um "big fucking mosh pit" vindo de Alexi, tivemos "I Worship Chaos", que combinou bastante com ao caos formado na pista. Em seguida, três clássicos que foram gritados em uníssono: a bela "Angels Don't Kill", a violenta "Silent Night, Bodom Night" e a essencial "Hate Crew Deathroll".

Os músicos saíram do palco, deixando a expectativa do retorno para um bis. E foi o que aconteceu: voltaram com a poderosa "Children of Decadence", que não aparecia no setlist há um tempo considerável. "Kissing the Shadows" foi mais uma que colocou o Carioca Club em chamas, mostrando toda a competência do grupo e o ânimo da platéia. Enfim, veio a icônica "Downfall", que embalou os momentos finais do show.

Despedindo-se dos fãs com muita simpatia e palhetas/baquetas distribuídas, o CHILDREN OF BODOM com certeza vai deixar muita saudade para todos que presenciaram essa noite de caos memorável no Carioca Club.

Setlist:
1. Are You Dead Yet?
2. In Your Face
3. Morrigan
4. Sixpounder
5. I Hurt
6. Trashed, Lost & Strungout
7. Everytime I Die
8. Children of Bodom
9. Hate Me!
10. Lake Bodom
11. I Worship Chaos
12. Angels Don't Kill
13. Silent Night, Bodom Night
14. Hate Crew Deathroll

Bis:
15. Children of Decadence
16. Kissing the Shadows
17. Downfall




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Children Of Bodom"Todas as matérias sobre "Reckoning Hour"


Kryour: prestando tributo ao Children of Bodom em vídeo ao vivoChidlren Of Bodom: um caminhão carregado de ódio

FinlândiaFinlândia
As dez melhores bandas de Heavy Metal do país

Rock e MetalRock e Metal
7 nomes de bandas que você pronuncia errado, parte 2

Mascotes do MetalMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet


Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Paul Stanley e Sidney Magal

DebandadosDebandados
Saíram de uma banda e formaram outra (melhor?)

SlayerSlayer
Kerry King explica como se deve balançar a cabeça

Rock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na músicaSinceridade: e se as capas de discos dissessem a verdade?Ateísmo: vídeo cristão faz reflexão sobre alguns rockstarsSlipknot: as participações na trilha sonora de filmes

Sobre Ana Laura Igai

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336