RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemSlash se sente feliz por não existir internet nos primórdios do Guns N' Roses

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemVocalista do Skid Row divulga cover matador de "Painkiller", do Judas Priest

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok


Stamp

Blaze Bayley: como foi a apresentação em Conselheiro Lafaiete, MG

Resenha - Blaze Bayley (Conselheiro Lafaiete, MG, 06/12/2013)

Por Gisela Cardoso
Postado em 29 de dezembro de 2013

Que Conselheiro Lafaiete vem se destacando no cenário do interior mineiro, isso todos nós já sabemos – e a evolução em suas produções é a prova disto. Desta vez, a Sabazim Produções, Minas Music e Confraria tiveram a honra de trazer o vocalista Blaze Bayley (ex-Iron Maiden) para a cidade. No dia 6 de dezembro, Blaze deu início a sua nova turnê brasileira e acústica, "Russian Holiday Tour 2013", em Lafaiete, contando com a participação dos músicos holandeses Thomas Zwijsen (violão) e Anne Bakker (violino).

Assim que a Confraria começou a encher, Thomas Zwijsen subiu ao palco para dar início ao show do Blaze. Com o seu violão e sua formação clássica, o músico executou alguns grandes clássicos do Iron Maiden - já da fase do Bruce Dickinson – como "Aces High", "Fear Of The Dark" e "Blood Brothers". Apesar de não ser muito convencional, o público agitou com o ótimo desempenho solo de Thomas, dando voz às canções do início ao fim.

Em seguida, a galera curtiu ainda mais quando a bela e talentosa violinista Anne Bakker subiu ao palco e se juntou ao Thomas. Foi realmente incrível a sintonia entre os dois músicos e o seu contato com o público. Os seus respectivos instrumentos e talentos encorpavam ainda mais as lendárias composições do Maiden, deixando todos ainda mais ansiosos pela chegada do Blaze.

De repente, após o belo aperitivo oferecido por Thomas e Anne, o esperado momento finalmente chegou: Blaze discretamente sobe ao palco e se junta aos holandeses. A galera entrou em delírio total já nos primeiros minutos da apresentação. Apesar de ser um show acústico, Blaze não poupou em sua clássica e teatral atuação no palco, o que engrandeceu ainda mais a sua performance.

Além dos clássicos de sua fase no Iron Maiden, como "Lord Of The Flies", "The Clansman", "Como estais Amigo", "Future Real" e "Man Of The Edge", Blaze também executou algumas faixas de sua carreira solo, como "Soundtrack Of My Life" (que por sinal é uma de suas melhores músicas) e "Russian Holiday" – nova faixa que dá título ao seu último EP, e seu desempenho ao vivo e acústico foi incrivelmente sem comentários, tratando-se de uma bela balada. E para deixar os amantes dos anos 1970 ainda mais loucos, Blaze executou uma versão para "Doctor, Doctor", do UFO.

No entanto, em meio à "Futureal", Anne Bakker teve que se retirar do palco, devido ao estandarte de seu violino que repentinamente se quebrou. A ausência de Anne nas canções seguintes foi notável. Porém, Thomas conseguiu cobrir a ausência da parceira de forma prática e profissional com o seu violão. Sendo assim, o show prosseguiu apenas com o Thomas e o Blaze até o final.

[an error occurred while processing this directive]

Também vale ressaltar a forte interação dos músicos com o público. Assim como o Thomas e a Anne, Blaze esbanjava simpatia. E o público, claro, retornava com mais aptidão. Em meio ao espetáculo, Blaze anunciou que atenderia todas as pessoas após o show, e foi dito e feito: Blaze só saiu da casa assim que atendeu todos os fãs com a mais boa vontade. Em outras palavras, o vocalista só foi embora quando o local ficou literalmente vazio.

[an error occurred while processing this directive]

Porém, após o acústico, a festa ainda não tinha acabado. A banda Jet Lag Project, oriunda de Ouro Branco, Minas Gerais, foi a responsável por encerrar o evento com um desempenho marcante. Formado por Tainã Iannini (vocal), Carlos Gustavo (guitarra), Erimar Monteiro (guitarra), Christopher Dias (baixo) e Acauã Iannini (bateria, backing vocals), o grupo executou clássicos do rock’n’roll, como "Whole Lotta Love" (Led Zeppelin), "Helter Skelter" (The Beatles) e "Back In Black" (AC/DC). Além disso, a banda também tocou suas composições próprias, como a já aclamada "In The Name Of Me".

[an error occurred while processing this directive]

Apesar da casa não ter lotado, quem foi realmente curtiu pra valer. E quem perdeu, perdeu! Mesmo com a chuva e os imprevistos, o desempenho de Blaze Bayley e seus músicos foi sensacional, e a recepção da galera, obviamente, foi à altura. Definitivamente, ficará para a história o início desta nova turnê do Blaze, devido ao seu exímio desempenho, à ótima receptividade e à uma produção impecável.

[an error occurred while processing this directive]

Para finalizar, vale lembrar que, ao longo dos anos, a Sabazim Produções trouxe grandes nomes do cenário nacional para Conselheiro Lafaiete, como Chakal, Witchhammer, Silent Cry, Nervosa e entre outros. Com o seu profissionalismo, Anderson Sabazinho (responsável pela produtora) sempre priorizou valorizar a cena regional e nacional, dando a oportunidade para o público do interior de prestigiar eventos de qualidade. Evoluindo cada vez mais, este ano a produção teve a chance de trazer atrações internacionais de peso, como o Skull Fist (Canadá) e Enforcer (Suécia). E agora, com a Minas Music e a Confraria, Lafaiete teve a chance de receber um dos mais lendários vocalistas do Heavy Metal mundial: Blaze Bayley, que certamente curtiu o início de sua tour brasileira, assim como o seu fiel e adorado público.

[an error occurred while processing this directive]

Confira a galeria de fotos completa acessando o seguinte link:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.481435648643702.1073741825.226440710809865&type=1

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps



Blaze Bayley: as 10 músicas preferidas do Maiden que ele não canta

Blaze Bayley: dentro ou fora do Maiden, Bruce Dickinson sempre o apoiou


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Gisela Cardoso

Headbanger, Jornalista, Crítica de Metal, vocalista, instrumentista, anarco-comunista, vegetariana, apaixonada por Mitologia Nórdica e adoradora do Deus Metal. A música me move e as palavras constroem! @GisaGrind.
Mais matérias de Gisela Cardoso.