Accept: show inesquecível e destruidor em Curitiba

Resenha - Accept (Sociedade Abranches, Curitiba, 05/04/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Cesar Valle
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Pela primeira vez no Brasil com sua formação completa, os alemães do ACCEPT se apresentaram em Curitiba, na Sociedade Abranches, na noite de sexta-feira (05). O show, que começou às 23h15 e terminou por volta de 1h15, agitou as centenas de fãs presentes que lotaram a casa. Mais cedo, a abertura ficou por conta dos curitibanos da banda 91 Rock, que destilaram diversos clássicos do ACDC e Iron Maiden.

U.D.O.: turnê pela América Latina em 2020Thrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável

Como já de costume, desde sua última passagem em 2011, a agitação ficou por conta do vocalista Mark Tornillo e do guitarrista Wolf Hoffmann. Com muita disposição e energia, junto com Herman Frank (guitarra), Peter Baltes (baixo) e Stefan Schwarzmann (bateria) abriram a turnê brasileira com "Hung Drawn and Quartered", seguida de "Hellfire", as duas músicas fazem parte do último álbum "Stanlingrad", lançado em 2012 pela gravadora Nuclear Blast, e que agradaram bem o público. Do último disco também foram executadas "Stalingrad" e "Shadow Soldiers".

Mesmo sendo um show para apresentação de um novo disco e sem Udo Dirkschneider, o ACCEPT não deixou que o legado deixado pelo ex-vocalista e fundador da banda fosse esquecido. Assim, vários sucessos dos anos 1980 como "Restless and Wild", "Princess of the Dawn", do aclamado álbum Restless and Wild (1982), "Metal Heart" e "Balls To The Wall", foram executadas com perfeição e enlouqueceram a galera.

Ovacionados pelos headbangers, que cantaram todo repertório junto com a banda, Wolf Hoffmann e companhia cumpriram com o prometido dias antes, que era fazer um show inesquecível e destruidor em terras brasileiras e, com mais de duas horas de muito metal de primeira, tocaram 20 músicas passando por quase toda discografia da banda.

Outros shows pelo Brasil

Desde 2011 longe dos palcos do Brasil, os alemães do Accept fazem mais duas apresentações pelas terras tupiniquins, neste sábado (6), em São Paulo, na Seringueira, e no domingo (07), em Porto Alegre, no Bar Opinião.

Set List
Hung Drawn and Quartered
Hellfire
Restless and Wild
Losers and Winners
Stalingrad
Breaker
Bucket full of hate
Monsterman
Shadow Soldiers
Neon Nights
Bulletproof
Aming High
Princess of the dawn
Up to the limit
No shelter
Pandemic
Fast as a shark
Metal Heart
Tentonic Terror
Balls to the wall

Fotos: Cristiane Nogueira


Outras resenhas de Accept (Sociedade Abranches, Curitiba, 05/04/2013)

Accept: incendiando a capital Paranaense




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Accept"


U.D.O.: turnê pela América Latina em 2020

Accept: Wolf Hoffmann não cansou de maior clássicoAccept
Wolf Hoffmann não cansou de maior clássico

Hall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do MetalHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

Billy Corgan: revelando seus álbuns favoritos de MetalBilly Corgan
Revelando seus álbuns favoritos de Metal


Thrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionávelThrash Metal
20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável

Slipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey TaylorSlipknot
Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor

Rolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy MetalRolling Stone
As 10 melhores bandas de Heavy Metal

Megadeth: as 10 maiores tretas de Dave MustaineIron Maiden: Bruce Dickinson e sua preferência pelo BrasilAngra: para a alegria dos fãs, Rob Lundgren faz cover de "Carry On"Dave Mustaine: As teorias conspiratórias que ele apoia

Sobre Cesar Valle

Apaixonado pelo rock'n roll desde a adolescência, tendo como maiores influências bandas como Led Zeppelin, Pink Floyd, The Who, The Beatles, Jimi Hendrix e Jeff Beck, sempre busquei estar envolvido no meio musical. Iniciei tocando guitarra, que é meu esporte preferido até hoje. Após longos anos de estudo e dedicação, hoje sou jornalista.

Mais matérias de Cesar Valle no Whiplash.Net.