Destroyer: cover paulista do Kiss arrebenta em Goiânia

Resenha - Destroyer (Samauma, Goiânia, 06/07/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Silvia Tancredi, Fonte: Blog Shine and Rock
Enviar Correções  

Você sente quando uma banda está, de fato, a fim de tocar em um lugar. Sente quando o objetivo da sua apresentação é proporcionar excelentes momentos para o público, independentemente da casa estar lotada ou não. Sente, ainda, que valeu cada segundo a sua presença no show, pois ela foi valiosa e contribuiu para a alegria da banda.

Black Sabbath: As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic Rock

Os Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 1985

Esse foi o resumo da apresentação de um dos mais aclamados covers do Kiss do mundo, a paulista DESTROYER, que tocou em Goiânia, na sexta-feira (06/07), no Samauma. O público, simplesmente, delirou a cada movimento dos músicos, devidamente caracterizados com as maquiagens e indumentárias do Kiss, além, é claro, da famosa pirotecnia, com fogos e labaredas.

O público se manteve fiel, o tempo todo na frente, saboreando a oportunidade de assistir à teatral apresentação. Os quatro músicos representaram a época gloriosa do Kiss nos anos 70, cujos integrantes eram Paul Stanley (vocal e guitarra base), Gene Simmons (vocal e baixo), Ace Frheley (guitarra solo) e Peter Criss (bateria).

Não faltaram hits absolutos como I love it loud, Black diamond, Lick it up, Rock hard, I'm alive, Shout it out loud, Hard luck woman, entre vários outros. Agora, se puder escolher três canções que, definitivamente, marcaram a apresentação do DESTROYER, escolheria três:

• I was made for lovin' you - de repente, tudo fica escuro e Gene Simmons toma conta do palco, tocando uma sensacional linha de baixo. O público delira; de repente, fazendo jus à fama, começa a cuspir sangue, surpreendendo todos os espectadores. Em seguida, ele toca essa canção;
• Rock and roll all nite - a canção mais esperada por todos os presentes foi brilhantemente executada. E Paul Stanley não se conteve, descendo do palco ao encontro do público, o qual majestosamente cantou junto "I wanna rock and roll all nite, a party every day", transformando em um momento inesquecível;
• Detroit rock city - a apresentação da música, cujo título inspirou o nome da banda cover, teve um gostinho especial: duas crianças, loucas por Kiss, foram chamadas para cantá-la no palco. Pais, mães, público em geral e banda cantaram junto, finalizando o show com chave de ouro.

O grupo, super solícito, deixou-se fotografar ao longo da apresentação, fazendo caras e bocas. Não se pode esquecer os fantásticos solos de guitarra de Ace Frheley e de bateria com Peter Criss. E, após o show, os quatro integrantes saíram para atender os fãs, ávidos por fotos.

Em resumo: DESTROYER conseguiu realizar um show perfeito, com todas as nuances que a homenagem ao Kiss merece, garantindo ao espectador mais do que uma apresentação que bandas cover costumam fazer. Eles tocaram com o coração e com toda a teatralidade necessária.

Conheça o site da banda:
http://www.destroyerkiss.com.br




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Black Sabbath: As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic RockBlack Sabbath
As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic Rock

Os Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 1985Os Trapalhões
Uma homenagem ao Heavy Metal em 1985


Sobre Silvia Tancredi

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin