Resenha - Creedence Clearwater Revisited (Teatro Positivo, Curitiba, 14/03/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Cesar Valle
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Na noite de 14/03, em Curitiba, a banda tributo ao Creedence Clearwater Revival, que traz dois membros da formação original, Stu Cook (baixo) e Doug Clifford (bateria), se apresentou para um público seleto no requintado grande auditório do Teatro Positivo. O show foi marcado pela interpretação de diversos clássicos da banda californiana, entre eles, "Susie Q", "Down On The Corner", "Who'll Stop The Rain" e o grande hit "Have You Ever Seen The Rain?".

Creedence Clearwater Revival: cover da cidade de Santo Angelo grava medleyLemmy: "Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"


Fotos: Xavier Fernandez

Já eram passados das 22h quando o Creedence Clearwater Revisited despontou no palco do teatro, fazendo com que todos os presentes acabassem se levantando para aplaudir a banda. Como já era de se esperar, o grupo emendou um clássico seguido de outro, cativando a galera a cada acorde tocado.

Durante a primeira metade da apresentação o público permaneceu sentado, mas com a chegada das músicas "mais" baladas, como: "Proud Mary", "Hey Tonight" e "Green River", os fãs foram entrando no clima do rock and roll e acabaram ficando de pé até o fim do espetáculo.

O destaque do evento ficou por conta do atual guitarrista solo, Tal Morris, que com seu virtuosismo e carisma arrancou diversos aplausos e gritos da galera. Outro membro bem descontraído era o frontman John Tristão, que por diversas vezes fez o público rir com suas palhaçadas e danças hilárias. Já os membros originais do Revival, fizeram apenas o papel de relações públicas da banda, contando um pouco da história do grupo entre um intervalo e outro.

Os integrantes da banda já afirmaram por diversas vezes nunca terem tido a intenção, mas o Creedence Clearwater Revisited acabou adquirindo vida própria, isso ficou provado mais uma vez com a perfeita apresentação de ontem.

Além da capital paranaense, os veteranos do rock seguem com shows em São Paulo, Florianópolis, Rio de Janeiro, Buenos Aires (Argentina) e Santiago (Chile).

Criticas:

Durante os dias que antecediam o show do Creedence Clearwater Revisited, era clara a revolta dos fãs com os preços estipulados dos ingressos. Os mesmos tinham valores que variavam de R$ 225,00 a R$ 305,00 nas primeiras filas, fazendo o público ficar seleto e pequeno. O local escolhido para a apresentação, o luxuoso Teatro Positivo, selecionou ainda mais o público e acabou afugentando diversos roqueiros da cidade. Assim, as camisetas pretas e os coletes de motoqueiro deram espaço para ternos e vestidos longos.

Leilão beneficente:

Após conhecer as atividades beneficentes do Instituto para Cuidado do Fígado (ICF), a organização do show, a empresa Top Link, através do Paulo Baron, intermediou a idéia da banda autografar um violão para que fosse feito um leilão virtual. A arrecadação dos fundos será revertida para a manutenção das atividades da instituição.

A banda Blindagem doou um violão Suzuki, utilizado pela própria banda e tornou possível essa idéia. Não satisfeitos, e podendo ajudar ainda mais, a Blindagem resolveu também autografar o instrumento musical.

O leilão do violão autografado será realizado pela intermediação do MercadoLivre, em sistema de arremate, ou seja, quem paga mais leva, que iniciará no dia 14 de março de 2012 e encerrará no dia 21 de março de 2012, junto ao tradicional show da banda Blindagem no Crossroads.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Creedence Clearwater Revival"


Creedence Clearwater Revival: cover da cidade de Santo Angelo grava medley

Alto Falante: Creedence Clearwater Revival no Woodstock, 50 anos atrásAlto Falante
Creedence Clearwater Revival no Woodstock, 50 anos atrás

Creedence Clearwater Revisited: Doctor Pheabes fará abertura de show em São PauloCreedence Clearwater Revisited: retorno ao Brasil com turnê

Creedence Revisited: turnê de despedida passa pelo Brasil, diz jornalCreedence Revisited
Turnê de despedida passa pelo Brasil, diz jornal

Liam Gallagher: ele não gosta de Queen e odeia o som de Brian MayLiam Gallagher
Ele não gosta de Queen e odeia o som de Brian May

Creedence Clearwater Revival: o estrelato obtido em 1969Creedence Clearwater Revival
O estrelato obtido em 1969

Creedence Clearwater Revival: baixista rouba o show em coverCreedence Clearwater Revival
Baixista rouba o show em cover


Lemmy: Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!Lemmy
"Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"

Oito razões pra dormir com um bateristaOito razões pra dormir com um baterista
Oito razões pra dormir com um baterista

Di'Anno: Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!Di'Anno
"Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!"

Runaways: Jackie Fox conta como foi estuprada por Kim FowleyMulheres no Rock: resistência em um meio machistaThe Voice: candidato faz power metal cantado em portuguêsAvenged Sevenfold: baterista de 10 anos detonando "Nightmare"

Sobre Cesar Valle

Apaixonado pelo rock'n roll desde a adolescência, tendo como maiores influências bandas como Led Zeppelin, Pink Floyd, The Who, The Beatles, Jimi Hendrix e Jeff Beck, sempre busquei estar envolvido no meio musical. Iniciei tocando guitarra, que é meu esporte preferido até hoje. Após longos anos de estudo e dedicação, hoje sou jornalista.

Mais matérias de Cesar Valle no Whiplash.Net.