Ozzy Osbourne em POA: resenha do Road To Metal

Resenha - Ozzy Osbourne (Gigantinho, Porto Alegre, 30/03/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Débora Reoly, Fonte: Road To Metal
Enviar Correções  

Ozzy Osbourne, ex-Black Sabbath, iniciou a turnê brasileira de cinco shows pela capital gaúcha, com seu mais recente trabalho, "Scream" lançado no ano de 2010.

A banda de abertura, Gunport, não foi bem recebida pelo público. Bandas desconhecidas do público gaúcho já não são bem recebidas e na abertura de grandes shows, somado a falta de carisma do vocalista ser muito fraca ao vivo.

publicidade

Não sei se as vaias os intimidaram no palco, pois o vocalista sequer apresentou os integrantes nos 25 minutos em que tocaram algumas músicas de seu próprio repertório.

Porém, as 21 horas em ponto, quando as luzes se apagaram os gritos ecoaram no Gigantinho: "Ozzy! Ozzy! Ozzy". E o príncipe das trevas entra no palco, observando a todos e sorri ao ver o Gigantinho lotado, clamando seu nome e o público da grade (que acampou dias na fila) com bandeiras, cartazes, morcegos de plásticos.

publicidade

O show iniciou com "Bark At The Moon", Ozzy usando seu traje tradicional (a capa longa e preta de malha, jeans preto e o crucifixo no peito). Durante a execução da música, um gremista (que já havia comentado no fórum da comunidade do Grêmio no Orkut que iria atirar uma bandeira do time, na casa adversário, ao Ozzy) cumpriu sua promessa e para a surpresa de todos os colorados presentes, Ozzy a pega e coloca nos ombros por alguns segundos. A bandeira permaneceu no praticável da bateria, por todo o show.

publicidade

O repertório foi o mesmo de toda a turnê de "Scream". Tocaram "Let Me Hear You Scream", única música executada do atual álbum de trabalho 'Scream". Seguiram com "Mr. Crowley", que mesmo não tendo sido usados planos de fundo, no palco, com as luzes vermelhas, nesta música, criou todo um ar de mistério a sua execução. A Oi pendurou alguns morcegos gigantescos no teto do Gigantinho, mas o palco, estava "frio", sem bandeiras de fundo, nem símbolo ou logotipo.

publicidade

Uma das partes mais marcantes do show foi para o solo de bateria onde Tommy Clufetos deu seu verdadeiro show. Também pudera, o baterista já tocou ao lado de ícones do rock como Alice Cooper e Rob Zombie.

Mais tarde Ozzy pega a bandeira do Rio Grande do sul, que a atiraram no palco, a do Internacional também foi jogada, mas ele não viu.

O guitarrista Gus G também deu seu show particular na hora do seu solo. O guitarrista que já foi eleito nos anos de 2006 e 2008 o melhor guitarrista pela revista grega Metal Hammer, não deixa nada a desejar, eu particularmente nem senti falta de Zakk Wylde, com Gus G, solando em minha frente. Uma característica, no show do Ozzy foi o ventilador que Gus G usa em sua frente, assim não fica suado durante o show e deixa seus cabelos esvoaçantes.

publicidade

Ozzy ia de um canto ao outro a todo momento, mostrando muita energia em seus 62 anos de idade, batia cabeça, pulava, corria. Além de jogar baldes de água no público, por vezes jogava em sí mesmo.

A mangueira de bombeiro a qual usa no show atirando espuma no público foi usada em algumas músicas, molhando o público, e os seguranças e até o câmera-man. A câmera utilizada para filmar passando as imagens no telão estava coberta por um plástico.

publicidade

Apesar do show ser curto (75 minutos), tocaram vários clássicos da carreira do Black Sabbath e Ozzy Osbourne, do último álbum de trabalho "Scream" foi tocada apenas uma música. Todos saíram satisfeitos, com esta apresentação em solo gaúcho, abrindo a tour brasileira.

Set-List

01. Bark at the Moon
02. Let Me Hear You Scream
03. Mr. Crowley
04. I Don’t Know
05. Fairies Wear Boots (Black Sabbath)
06. Suicide Solution
07. Road to Nowhere
08. War Pigs (Black Sabbath)
09. Shot in the Dark
10. Rat Salad (Black Sabbath)
11. Iron Man (Black Sabbath)
12. I Don’t Want to Change the World

publicidade

Bis
13. Crazy Train
14. Mama I’m Coming Home
15. Paranoid (Black Sabbath)

Assista ao episódio oficial sobre a passagem em Porto Alegre

Veja fotos do show no link a seguir.

publicidade


Outras resenhas de Ozzy Osbourne (Gigantinho, Porto Alegre, 30/03/2011)

Ozzy Osbourne: Mr. Madman ainda mexe com muita genteOzzy Osbourne
Mr. Madman ainda mexe com muita gente

Ozzy Osbourne: Como foi a primeira apresentação no BrasilOzzy Osbourne
Como foi a primeira apresentação no Brasil




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Homônimas: Músicas com o mesmo nome (mas bem diferentes) - Parte 3Homônimas
Músicas com o mesmo nome (mas bem diferentes) - Parte 3

Ozzy Osbourne: cartões dele e de Sharon foram alvos de fraudeOzzy Osbourne
Cartões dele e de Sharon foram alvos de fraude

AC/DC e Sabbath: Geezer puxou uma faca para Malcolm Young mas Ozzy interveioAC/DC e Sabbath
Geezer puxou uma faca para Malcolm Young mas Ozzy interveio

Em 24/10/1995: Ozzy Osbourne lançava Ozzmosis, disco que contou com um dream team do rockEm 24/10/1995
Ozzy Osbourne lançava Ozzmosis, disco que contou com um dream team do rock

Van Halen: Ozzy Osbourne lembra quando Eddie ligou oferecendo o posto de vocalistaVan Halen
Ozzy Osbourne lembra quando Eddie ligou oferecendo o posto de vocalista

Ozzy Osbourne: turnê com Judas Priest é remarcada para 2022; veja datasOzzy Osbourne
Turnê com Judas Priest é remarcada para 2022; veja datas

Lista: do rock sapatênis ao black metal, álbuns que farão 20 anos em 2021Lista
Do rock sapatênis ao black metal, álbuns que farão 20 anos em 2021

Ozzy Osbourne: ele acha que boneco amaldiçoado causou seus problemas de saúdeOzzy Osbourne
Ele acha que boneco amaldiçoado causou seus problemas de saúde

Gustavo Carmo: brasileiro lança EP com Rudy Sarzo, Derek Sherinian e Brian Tichy

Jake E. Lee: por que o ex-guitarrista de Ozzy sumiu por tanto tempoJake E. Lee
Por que o ex-guitarrista de Ozzy sumiu por tanto tempo


Ozzy Osbourne: Perdi minha virgindade aos 15 anosOzzy Osbourne
"Perdi minha virgindade aos 15 anos"

Ozzy Osbourne: ele chorava o dia todo após morte de Randy RhoadsOzzy Osbourne
Ele chorava o dia todo após morte de Randy Rhoads


Linkin Park: 20 coisas que você não sabe sobre a bandaLinkin Park
20 coisas que você não sabe sobre a banda

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock


Sobre Débora Reoly

Débora Reoly era gaúcha de Ijuí, formada em Pedagogia e Turismo e dona da agência de viagens Rocktour, especializada em excursões a shows na América do Sul. Seu lema era "A vida não é um show de Rock. São vários!". Débora morreu em 2017, de uma doença auto-imune. Facebook: www.facebook.com/debora.reoly.

Mais matérias de Débora Reoly no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin