Resenha - Circle II Circle (Hangar 110, São Paulo, 14/06/2008)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Alexandre Cardoso
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.








O momentâneo fim de atividades do Savatage gerou duas ótimas bandas: o Jon Oliva's Pain, do tecladista e mentor da banda, Jon Oliva; e também o Circle II Circle, capitaneada pelo fantástico ex-vocalista do Sava, Zakk Stevens. Como o som de ambas as bandas é, obviamente, muito parecido com o som do Savatage, os fãs não ficaram totalmente órfãos. E no último sábado, dia 14 de junho, o Hangar 110 recebeu o terceiro show da turnê brasileira do Circle II Circle.

Fotos: Alexandre Cardoso

Os paulistas do Seventh Seal foram os primeiros a subirem no palco, e a banda focou seu show nos sons do seu último álbum, "Days of Insanity". O som estava ruim, e não fez justiça à qualidade técnica dos músicos. Mas os caras não se abalaram e, apesar da tímida recepção do público, fizeram uma grande apresentação do seu heavy metal direto e sem firulas, bastante influenciado por Judas Priest, com destaque para o guitarrista Tiago Claro, que além de tocar bem, agita pra caramba, e também para o vocalista Ricardo Peres, com sua potente voz. As músicas do novo álbum funcionam muito bem ao vivo, e com certeza o Seventh Seal deixou uma boa impressão junto ao público.

As expectativas para o show do Circle II Circle eram muitas, não apenas pelo fato da banda tocar alguns sons do Savatage, mas principalmente pelo carisma e grande talento do vocalista Zakk Stevens. Por isso, quando o show teve início com "All That Remains", do segundo álbum da banda "Middle of Nowhere", a ovação que o cara recebeu da galera enlouquecida não foi nenhuma surpresa. E a proximidade do público com a banda, justamente pelo tamanho do Hangar 110, tornou o show ainda melhor.

Todos os músicos são muito simpáticos em cima do palco, e ficaram empolgados durante todo o show. Os guitarristas Evan Christopher e Andy Lee tocam pacas e suas guitarras conversam muito bem, o baixista Paul Michael Stewart agita sem parar, com caras e bocas, e executa os backing vocals muito bem; o batera Robert Drennan toca com muita vibração e pegada, sempre com um sorriso no rosto.

E Zakk Stevens é um frontman como poucos: aquele palco foi pequeno pra ele. Ele cantou absurdamente bem, provando que tudo que se fala sobre sua voz é verdade. Ele também abaixava-se para cumprimentar os fãs - e também aproveitou para beijar as mãos de algumas meninas, afinal, o cara não é bobo!

Obviamente, ele estava muito feliz por estar de volta ao Brasil, a São Paulo, pois a última vez havia sido há 10 anos, com o Savatage (na turnê do "The Wake of Magellan"). E, expressando seu sentimento, disse num português cheio de sotaque: "Do Caralho, São Paulo!". Logo mais, "Do Caralho" foi o mantra durante o resto da noite, entoado pelo público várias vezes, algo bem engraçado.

Dizer que as músicas do Savatage foram pontos altos do show seria óbvio, mas os fãs também estiveram lá pelas músicas do Circle II Circle. A banda deu ênfase à divulgação do novo álbum "Delusions of Grandeur", com "Fatal Warning", "Waiting", "Dead of Dawn", "Soul Breaker" e "Forever". Do álbum "Burden of Truth" (2006), tivemos "Revelations", "Evermore", "Messiah" e "Live as One".

"Watching in Silence", do álbum de mesmo nome, foi executada com Zakk na voz e Paul ao piano, numa versão acústica cantada por todos os presentes. Na sequência, "If I Go Away", do álbum "Streets" do Savatage, teve grande interpretação de Zakk. No final da música, muitos aplausos e gritos para Criss Oliva, o falecido guitarrista do Savatage.

Um fã subiu ao palco e, visilmente emocionado, ajoelhou-se diante de Zakk e fez uma referência. Ainda levantou, deu um baita abraço no cara e falou "I love you, man! You're the best!" ou algo parecido. Com certeza, um momento marcante nesse grande show e que arrancou aplausos efusivos dos presentes.

A sequência final foi só com músicas do Savatage ("Edge of Thorns", "Taunting Cobras", "Follow Me", "If I Go Away" e "He Carves His Stone"), que "derrubaram" o local. O encerramento do show ocorreu com uma pequena troca na formação, quando Zakk foi pra bateria e o batera Robert Drennan assumiu os vocais para o cover de "TNT", do AC/DC.

Depois que o show acabou, os músicos desceram do camarim e atenderam os fãs; foram bem solícitos, conversando, dando autógrafos e tirando fotos. Zakk foi o último a aparecer, pois estava dando uma entrevista para um programa de TV. Ainda assim, atendeu quem pôde antes de entrar na van para ir embora, já do lado de fora do Hangar.

Foi uma noite memorável para os fãs do Circle II Circle, de Zakk Stevens e claro, do Savatage. A banda ficou tão contente com o show que já se especula o retorno dos caras em Novembro desse ano. E se a próxima turnê fosse junto com o Jon Oliva's Pain? Vale a pena aguardar!

Set-list "Seventh Seal":

- Seventh Seal
- Trial images
- King of Lies
-The miles have between us
- Mistake in love
- Souls reaper
- Pleasure of sin

Set-list "Circle II Circle":

- All That Remains
- Sea of White
- Waiting
- Darkness Rising
- So Many Reasons
- Solo de bateria (Robert)
- Heal You
- Live as One
- Fatal Warning
- Soulbreaker
- Messiah
- Solo de guitarra (Andy)
- Revelations
- Dead of Dawn
- Forever
- Watching in Silence
- if I Go Away
- He Carves His Stone
- Follow Me
- Taunting Cobras
- Edge of Thorns
- TNT

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Circle II Circle"

Bill HudsonBill Hudson
Bangers do BR são persecutivos e têm baixa autoestima

Exportando metalExportando metal
Músicos brasileiros que atuam ou já atuaram em bandas gringas

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Circle II Circle"

MetallicaMetallica
Os segredos de "Enter Sandman"

MetalMetal
As bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheads

Sgt. PeppersSgt. Peppers
Quem são as pessoas e quais os objetos da capa?

5000 acessosMotorhead: Lemmy conta seu segredo com as mulheres5000 acessosRolling Stone: as melhores músicas com mais de sete minutos5000 acessosMetallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For All5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose vira charge com Alcione5000 acessosAndre Matos: "Blaze Bayley é uma lição de humildade que serve a todos nós!"4264 acessosIron Maiden: uma versão de "The Trooper" peidando com as mãos

Sobre Alexandre Cardoso

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Alexandre Cardoso no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online