Alice Cooper: Livres para desfilar os hits da fase clássica

Resenha - Alice Cooper (Teatro Guaíra, Curitiba, 10/06/2007)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karl Loss
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Depois de todo o tumulto cercando a vinda de Alice Cooper ao Brasil, incluindo cancelamentos, mudanças de data e local, chegou a hora da verdade. Curitiba teve a honra de sediar o primeiro show da nova turnê, a "Psycho Drama Tour".

Hair metal: os 50 melhores álbuns de todos os tempos, segundo a Rolling StoneIndústria: 17 coisas que bandas novas simplesmente não entendem

Sem a responsabilidade de promover um álbum novo - o possivelmente duplo "Along Came a Spider" teve seu lançamento adiado para 2008 - Cooper & cia. ficaram livres para desfilar os hits da fase clássica do artista, que definiu muitos padrões para o Hard Rock e Metal.

Após o menos conhecido tema de abertura - "It's Hot Tonight" - Tia Alice mandou três clássicos na seqüência: "No More Mr. Nice Guy", "Under My Wheels" e "I'm Eighteen", fazendo com que já na segunda música a galera esquecesse que estava num teatro: praticamente todos os presentes não se sentaram mais até o final do show.

O repertório também se destacou por cobrir praticamente toda a longa carreira de Alice Cooper, com destaque para canções menos conhecidas mas igualmente geniais como "Long Way To Go" e "Public Animal #9", que lembram que a obra do inventor do Shock Rock merece urgentemente ser redescoberta nesses tempos de tanto marasmo e conformismo (ou seria conformEMO?) na cena roqueira.

A competente banda de apoio, com destaque para o ex-Kiss Eric Singer na batera, mostrou toda sua força na longa "Halo Of Flies", com direito a percussão com os dois guitarristas apoiando Eric na introdução do seu solo de bateria. Essa canção, aliás, é um embrião do que hoje se conhece com Prog e teve influência direta sobre Steve Harris e seus comparsas. Quem duvida, que ouça a levada dos riffs.

A parte teatral como sempre é um show à parte. Mulheres espancadas e assassinadas, necrofilia, bebês mortos, Alice cantando com camisa de força e o climax no enforcamento do Mestre, obviamente ao som de "I Love The Dead". Antes do bis, Alice ainda canta seu maior sucesso, "School's Out".

No bis, o riff de bateria de "Billion Dollar Babies" esquentou os fãs mais recentes para Poison, cantada em uníssono pelas pelo menos três gerações de fãs presentes. E Alice ainda teve fôlego para encerrar com "Elected", canção onde faz o papel de um político pedindo votos, e disse para o público: "Curitiba tem problemas, São Paulo tem problemas, o Rio tem problemas, assim como todo o Brasil. E, pessoalmente, eu não dou a mínima!!!". Assim como todo o público presente, que, ao menos pela 1 hora e 40 minutos que durou o espetáculo, esqueceu de todos os problemas que nos assolam. E afinal, não é para isso que serve um bom show de Rock?


Outras resenhas de Alice Cooper (Teatro Guaíra, Curitiba, 10/06/2007)

Alice Cooper: Dias normais e noite de horror na capital paranaense




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Alice Cooper"


Hair metal: os 50 melhores álbuns de todos os tempos, segundo a Rolling StoneHair metal
Os 50 melhores álbuns de todos os tempos, segundo a Rolling Stone

Alice Cooper: assista show completo realizado em New JerseyOs anos do Heavy Metal: A decadência e a renovação do estilo

Alice Cooper: Breadcrumbs sai em setembro, veja capa e tracklistAlice Cooper
"Breadcrumbs" sai em setembro, veja capa e tracklist

Alice Cooper: fazendo aparição surpresa em igreja dos EUAAlice Cooper
Fazendo aparição surpresa em igreja dos EUA

Hollywood Vampires: novo álbum Rise é lançado em CD no Brasil

Lemmy no Grammy: um tributo digno com Alice Cooper, Johnny Depp e Duff McKaganLemmy no Grammy
Um tributo digno com Alice Cooper, Johnny Depp e Duff McKagan

Som de Peso: o primeiro grande show de rock no BrasilSom de Peso
O primeiro grande show de rock no Brasil

Alice Cooper: ele não entende artistas que reclamam de tocar os hitsAlice Cooper
Ele não entende artistas que reclamam de tocar os hits


Indústria: 17 coisas que bandas novas simplesmente não entendemIndústria
17 coisas que bandas novas simplesmente não entendem

Metallica: Perguntas, respostas e curiosidades diversasMetallica
Perguntas, respostas e curiosidades diversas

USA Today: as 20 maiores bandas de todos os tempos nos EUAUSA Today
As 20 maiores bandas de todos os tempos nos EUA

Hard Rock: as 25 melhores músicas acústicas do gêneroPensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Friedrich NietzscheMike Portnoy: os dez melhores discos de rock progressivoIron Maiden: TV alemã pediu dublagem e recebeu uma galhofa épica

Sobre Karl Loss

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.