Resenha - Destruction (Bar Opinião, Porto Alegre, 07/04/2004)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Hugo “Guaraná” Lobo
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.







Fotos: Thiago Corrêa Sarkis (Show de Belo Horizonte)

Numa noite muito quente e abafada na capital gaúcha, os headbangers começaram a chegar cedo para conferir o show da legendária banda de thrash metal DESTRUCTION, e por volta das 20h00 já havia um bom movimento na frente no local do show.

Por volta das 22h10, com o publico ainda entrando no Bar Opinião, a primeira banda a se apresentar foi a DISTRAUGHT (RS), que apresentou as músicas do seu próximo Cd, “Behind the Veil” (previsto para o final de maio pelo selo carioca Marquee), com as músicas “Behind the Veil”, “The Order“, “Holy Inquisition”, “Burning Pages”, “Demonique“ e “Bloodisunity“. Com muita experiência de palco, pela trajetória de 14 anos dedicados ao metal, inclusive já tendo aberto o show do VADER (em Florianópolis/SC em 2002), a DISTRAUGHT mostrou um thrash metal vigoroso, renovado, com uma boa performance do vocalista André (inclusive com um “mosh” na platéia na música “Bloodisunity”), com os guitarristas Marcos e Ricardo fazendo um bom trampo nas guitarras, com grandes riffs e um bom entrosamento, e com o publico respondendo com muita energia. Aproveitaram para gravar algumas imagens do show e do público, que entrarão no 1º vídeo-clipe da banda.

Após alguns minutos para a troca de equipamento, e com um aumento do público, a banda BESTIAL (RS) entra detonando seu death extremo, com estilo muito agressivo, saudando a união do metal e das bandas gaúchas com o seu público. Tocaram as músicas “Final Presage”, “Blasphemy Blessing of Fire”, “Empire in Flames”, “Hellimination” e “Profane Gods”, e também anunciaram que estavam gravando a música “Blasphemy...” para seu vídeo-clipe, e que após uma pequena tour de 04 shows no estado de SP, assinaram com a gravadora Mutilation para gravação de seu próximo Cd, com lançamento previsto para junho de 2004. Grande metal gaúcho, que vai se consolidando com uma cena underground muito forte.

Após uma pausa para os ajustes de palco, e para o público se refrescar e beber algo, chegava a hora dos alemães do DESTRUCTION, que pela primeira vez se apresentavam em terras gaúchas, sendo que o local estava bem mais cheio, com quase 800 pessoas.

O trio alemão, formado por Schmier (baixo/vocal), Mike (guitarra) e Marc (bateria) começou em alto estilo, com o verdadeiro thrash metal dos anos 80, detonando a música “Cursed the Gods”. Depois vieram “Nailed to the Cross”, “Ravenous Beast”, “Death Trap”. Schmier saudou o público brasileiro, em especial o de Porto Alegre, e lembrou que tinham esperado 20 anos para poder tocar aqui. A banda tem muito carisma, e uma boa performance de palco. Seguiram com as músicas “The Butcher Strikes” , “Eternal Ban”, “Thrash till Death”, “Life without Sense”.

O calor era intenso, sendo que Schmier mais de uma vez jogou algumas latas de cerveja para o publico, que estava agitando bastante e fazendo rodas de pogo. Continuaram seu massacre sonoro com “Machiney of Lies”, “Desecrators”, “Tormentor” (com direito a um solo inspiradíssimo do baterista Marc), “Bullets from Hell”, “Tears of Blood”, “Invisible Force”, “Thrash Attack”, “Metal Discharge” e “Mad Butcher”.

A produção do show (Branco produções) estava impecável, com uma iluminação e som de primeiro nível, decorações no palco da capa do Cd “Metal Discharge” e um pano de fundo com o tradicional logotipo do DESTRUCTION. O Público pediu mais e eles voltaram para o primeiro Bis com as porradas “Total Desaster” e “Bestial Invasion”. Novamente ovacionados pela galera, fizeram o segundo bis com a música “Fuck the USA”, fechando assim mais de duas horas de thrash metal genuíno.

Valeu a espera de mais de 20 anos para ver esse show “destruidor” em Porto Alegre. Prova de que o thrash metal está de volta e mais vivo do que nunca.

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Thrash MetalThrash Metal
Os 10 melhores discos do século 21, segundo o Loudwire

552 acessosLoudwire: os dez melhores álbuns de thrash metal do século 210 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Destruction"

MetalMetal
Você acredita na "lenda do terceiro álbum"?

Metal AlemãoMetal Alemão
About.com elege as melhores bandas

Thrash MetalThrash Metal
Álbuns injustiçados nos anos noventa.

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Destruction"

Hall Of ShameHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

Rock in RioRock in Rio
Algumas das maiores vaias em edições nacionais

NMENME
Elegendo os 10 melhores frontmen do Heavy Metal

5000 acessosAxl Rose: quatro páginas de pedidos para camarim no RIR5000 acessosKiss: vídeo com Gene Simmons em cena de sexo?5000 acessosSpin: os 100 maiores guitarristas de todos os tempos5000 acessosAngra: uma sincera homenagem aos mestres Chimbinha e Joelma5000 acessosEvanescence: Amy Lee conta qual a música mais difícil de cantar ao vivo4322 acessosRob Halford: falando sobre Judas Priest nos Simpsons

Sobre Hugo “Guaraná” Lobo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online