Matérias Mais Lidas

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemAs 10 músicas mais estranhas do Guns N' Roses, em lista do Ultimate Classic Rock

imagemAs obscuras músicas favoritas do Red Hot Chili Peppers de John Frusciante

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemGene Simmons sobre o Ramones: "Punk nos EUA não significava nada"

imagemCinco músicas lançadas após o ano 2000 que se tornaram clássicos do rock - Parte II

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemKiss: Fã de comédia romântica, Paul Stanley lista seus filmes preferidos

imagemBatera do Polyphia perde click e técnico salva marcando o tempo em sua perna

imagemDez clássicos do thrash metal que não foram gravados pelo "Big Four" - Parte I

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto

imagemBlaze Bayley diz que um dos menores shows da carreira do Maiden foi o seu melhor

imagemIggor Cavalera relembra quando Max foi para delegacia e delegado palmeirense o salvou

imagemBruce Dickinson: curiosidades sobre a voz por trás do Iron Maiden


Stamp

Nightwish: o que esperar do próximo álbum?

Por Gustavo Maiato
Em 10/11/14

O Nightwish está trabalhando na mixagem do seu oitavo álbum de estúdio e com a proximidade do lançamento, aumenta a expectativa dos fãs sobre o que Tuomas Holopainen e companhia irão apresentar. A banda está acostumada a mudanças. Não só de vocalistas, mas de sonoridade em geral. Começou como um projeto de música acústica, foram introduzidas guitarras, a forte influência do power metal da escola Stratovarius, o uso de uma voz masculina, o crescente uso de orquestras e por aí vai. Sendo assim, o que esperar do novo álbum?

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Floor Jansen

Para o próximo disco, já temos algumas pistas do que pode vir por aí. Primeiro é preciso entender o contexto da vez, fazendo uma análise do presente da banda. A principal mudança com certeza foi a contratação da holandesa Floor Jansen (Ex- After Forever, Revamp) para os vocais. A estreia de Floor vai ser diferente da estreia de sua antecessora Anette Olzon, pois Tuomas dessa vez escreveu o álbum conhecendo a voz, timbre e técnica da vocalista. Diferentemente do Dark Passion Play, que as músicas tiveram que ser "engolidas" por Anette. Esse fato aliado a excelente técnica de Floor, nos fazem esperar uma atuação impecável da holandesa. Resta saber se Tuomas insistirá no veto ao lírico.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Tudo leva a crer que o lírico estará mais presente, já que houve declarações de um tímido "back to the roots" (que está na moda no metal, vide Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy) e também por que Floor vai impor seu jeito de cantar, que é mais voltado para o lírico. Ela não faz o perfil de que vai acatar todos os comandos do alto escalão da banda.

Troy Donockley

O multi-instrumentista inglês que vinha acompanhando a banda desde o Dark Passion Play foi efetivado a membro oficial. Sendo assim, com certeza o uso dos pipes e diversos tipos de flauta vão marcar o próximo álbum. É provável que ouçamos passagens onde as flautas sejam protagonistas e é muito provável que haja solos de Troy, dividindo os holofotes com o ultimamente apagado guitarrista Emppu Vuorinen.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Troy foi bastante utilizado no último álbum Imaginaerum e a tendência é que seu papel seja mais forte ainda, principalmente se Emppu continuar a ser menos explorado. Sua entrada na banda também pode levar a mudanças no set ao vivo da banda. Como membro permanente ele deve permanecer no palco 100% do show, levando ao uso de músicas com flauta como várias dos três primeiros álbuns da banda. Além do rearranjo de músicas como Nemo e Amaranth que podem ganhar nova roupagem.

Alternância de Sonoridade

O Nightwish nunca gostou de manter por muito tempo uma sonoridade. A marca da banda sempre foi mudar. Se para melhor ou não, há discordâncias. O primeiro álbum Angels Fall First é muito cru, sem a pompa das orquestras e com a voz de Tarja praticamente soberana. Emppu tinha espaço para solos e riffs e o teclado se restringia aos strings e pianos. Uma grande mudança veio com os subsequentes Oceanborn e Wishmaster que bebem de uma mesma fonte criativa: o power metal. Já com o Century Child, outra mudança grande veio com a entrada de Marco Hietala na banda e o uso de canto masculino em duetos com Tarja. No Once o peso foi destaque e as orquestras ganharam papel de relevância. Depois da saída da Tarja, veio o Dark Passion Play, com vocais mais pop de Anette e o uso muito forte da orquestra que foi continuado no Imaginaerum. Este impôs também um clima teatral e circense, com músicas realmente bem trabalhadas.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Olhando para esse contexto, é visível que a hora de mais uma mudança chegou. As orquestras como figura central nas composições estão à beira da saturação e muitos fãs estão órfãos do canto lírico e das guitarras do Emppu. O próximo álbum vai ter orquestra, mas acredito que seu papel volte aos moldes do Once, onde ela era um elemento assim como os outros.

Kai Hatho

Com a saída inesperada por motivos de saúde do baterista Jukka Nevalainen, Kai Hatho (Swallow the Sun, Wintersun) foi chamado para substituir. Kai sempre foi o mentor de Jukka e ele está muito acostumado com o Nightwish. Tem como escola o death metal melódico finlandês. Não acho que vai acontecer o que aconteceu com o Epica, quando a troca de bateristas introduziu uma parcela death grande à música da banda. Tuomas tem pulso firme e Kai aparentemente não vai mudar muito o que já vinha sendo praticado. Mas é claro que toda mudança de membro já muda algum aspecto nas músicas. É a primeira mudança de um membro do Nightwish que não seja a vocalista desde 2001.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Papel do Emppu

Se por um lado as orquestras vieram ganhando importância desde o Century Child, por outro o carismático guitarrista Emppu vem perdendo a força que tinha. O Nightwish nunca focou nas guitarras exclusivamente, isso é certo. Mas ultimamente Emppu vem apenas assistindo a banda. Ele possui uma técnica muito boa, marcada pelo uso de tappings e ligados. No Imaginaerum ele teve no máximo dois ou três solos e seu papel resumiu-se em marcar com power chords a harmonia da música. Os ventos da mudança podem acabar com isso. Com a entrada de Troy é provável que as músicas possuam mais solos e aí Emppu entra, dividindo os solos com o flautista. Além disso, um possível back to the roots traria um estilo power metal que se perdeu nos anos e a esperança é que riffs como o de Crownless (Wishmaster) possam reverberar pelo álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Uso de três vocalistas

Essa mudança é interessante. Com as declarações de que Troy vai cantar também, resta saber qual será o nível de participação do inglês nesse quesito. Não acredito que ele vá dividir os vocais no mesmo nível que Floor e Marco, mas deve pontuar participações. Sua voz é bem simples e sinceramente não vejo como ele pode acrescentar algo cantando, mas ele pode surpreender.

Esses são os principais quesitos para prever o próximo álbum. É claro que outras coisas contam, como o ambiente bom da banda. O polêmico biólogo africano Richard Dawkins vai narrar alguma coisa (uma nova A Return to the Sea?). O uso de elementos tribais também foi confirmado. Então o que esperar do novo álbum? Espero ver um disco com menos orquestras, uma tímida volta ao lírico, com guitarras mais pesadas e solos. Um pouco de folk e a poesia sentimental de Tuomas. Espero ver o Nightwish sendo Nightwish, com mudanças bem conduzidas e sempre com composições interessantes. Agora só nos resta esperar as próximas notícias e singles para confirmar ou não essas expectativas.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Floor Jansen cantará hino da Holanda no Grande Prêmio de Fórmula 1 do país

"Sou um depressivo crônico desde 2010", diz Marco Hietala, ex-baixista do Nightwish

Nightwish começará a gravar próximo disco de estúdio em 2023

Floor Jansen compartilha momento pós-treino e deixa fãs empolgados

Marco Hietala quebra o silêncio sobre possibilidade de retorno ao Nightwish

Russell Allen e Anette Olzon lançarão álbum em setembro; confira tracklist e faixa

Vídeos dos shows no Hellfest do Sepultura, Epica, Nightwish, Blind Guardian e outros

Regis Tadeu elogia Tarja e detona Nightwish; "babam porque a Floor é alta e gostosa"

Guitarrista do Kreator relembra como foi sua participação em duas músicas do Nightwish

Regis Tadeu e as piores bandas de Power Metal de todos os tempos

Como é a relação entre integrantes do Visions of Atlantis, Epica e Nightwish?

Floor Jansen surge irreconhecível em post sem maquiagem e chama atenção dos fãs

Floor Jansen lança vídeo de seu novo single solo, "Storm"; assista aqui

Todos os discos do Nightwish, do pior para o melhor, em lista da Metal Hammer

Nightwish: Marido de Tarja responde a 150 perguntas dos fãs

Nightwish: As 10 músicas que mudaram a vida de Floor Jansen

Nightwish: a história da estátua de anjo na capa do álbum "Once"

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

King Diamond: O que significa ser Satanista?


Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, fotógrafo de shows, youtuber e escritor. Ama todos os subgêneros do rock e do heavy metal na mesma medida que ama escrever sobre isso.

Mais matérias de Gustavo Maiato.