Remanescentes do The Doors se reúnem

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcos A. M. Cruz
Enviar correções  |  Ver Acessos

Os membros remanescentes do THE DOORS, Ray Manzarek, Robby Krieger e John Densmore, se reuniram anteontem (26/09) para gravar um programa de TV em Hollywood. Desde o "Rock And Roll Hall Of Fame", ocorrido em 1993, eles não tocavam juntos publicamente.

Death On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie MercurySlash: chapação, a louca e atraente Fergie e Axl Rose

Iniciaram o set com "Love Me Two Times", com a participação do vocalista Patrick Monahan, do TRAIN. Após terminarem a execução, Manzarek torceu o nariz e disse: "esta versão me soou como se estivesse inacabada!"

Então Ian Astbury, do THE CULT, assume os vocais em duas covers imortalizadas pela banda: "Alabama Song (Whiskey Bar)" e "Backdoor Man", de Willie Dixon. "isto é puro rock'n'roll", disse Astbury. Em seguida, Billy Duffy, colega de banda de Astbury, sobe ao palco e assume a guitarra, ao lado de Krieger, que mostra suas habilidades com o "bottleneck", ao executarem uma versão de "Wild Child" entremeada de acordes de "slide", enquanto Manzarek dizia para a platéia que esta era uma das canções favoritas de Morrison.

Porém um dos pontos altos do set ainda estava por vir, quando Travis Meeks, do "DAYS OF THE NEW" assombrou a platéia com uma versão hipnótica de "The End", uma das canções mais sombrias composta pelos Doors. Para criar um clima ainda mais propício, foram adicionados vários músicos extras na tabla e no baixo elétrico.

Em seguida, erguendo um pouco o astral, Scott Weiland, do "STONE TEMPLE PILOTS", foi convidado a subir ao palco. Dizendo-se surpreso pela oportunidade, conduziu a banda em dois números, "Break On Through" e "Five To One", esta última de acordo com Scott, "uma canção que representa beleza e destruição ao mesmo tempo."

Talvez o único vocalista que não tenha tentado simular o estilo de Morrison cantar tenha sido Perry Farrell, que logo após assumiu o palco para uma versão suingada de "L.A.Woman". Segue um breve intervalo, onde a banda, perguntada sobre uma eventual excursão precedida de um novo álbum, respondeu evasivamente: "esta possibilidade não está inteiramente descartada". (NE: Nos bastidores, Danny Sugarman, um dos "managers" da banda, confirmou que estão previstas algumas apresentações pela Europa e EUA em 2001, embora ainda não tenha sido definido quem será o vocalista).
Para finalizar o set, sobe ao palco Scott Stapp, do CREED, que interpretou três dos maiores sucessos comerciais da banda, "Riders on the Storm", "Light My Fire" e "Roadhouse Blues".

A apresentação será transmitida pelo canal a cabo norte-americano VH1 em novembro próximo, para coincidir com o lançamento do tributo à banda, o "Stoned Immaculate".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Doors"


Doors: A lógica dark e assombrosa da bandaDoors
A lógica dark e assombrosa da banda

Futurologia: como estariam Cobain, Hendrix, Joplin e Morrisson?Futurologia
Como estariam Cobain, Hendrix, Joplin e Morrisson?

The Doors: como Jim Morrison se transformou no Lizard KingThe Doors
Como Jim Morrison se transformou no Lizard King


Death On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie MercuryDeath On Two Legs
A declaração de ódio de Freddie Mercury

Slash: chapação, a louca e atraente Fergie e Axl RoseSlash
Chapação, a louca e atraente Fergie e Axl Rose

Steve Vai: as 10 melhores faixas de guitarra na opinião deleSteve Vai
As 10 melhores faixas de guitarra na opinião dele

Heavy Metal: nove ótimas músicas suaves do gêneroHeavy Metal
Nove ótimas músicas suaves do gênero

AC/DC: Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vidaAC/DC
"Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"

Led Zeppelin: as dez melhores canções blueseiras da bandaLed Zeppelin
As dez melhores canções blueseiras da banda

Jon Bon Jovi: as mudanças no rosto dele de 1983 a 2019 (vídeo)Jon Bon Jovi
As mudanças no rosto dele de 1983 a 2019 (vídeo)


Sobre Marcos A. M. Cruz

Editor do Whiplash.Net.

Mais matérias de Marcos A. M. Cruz no Whiplash.Net.