Bandas brasileiras homenageiam o The Clash

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Dynamite
Enviar Correções  

By Nilson Rizada

O grupo The Clash foi formado em 1976 por Joe Strummer, Mick Jones, Paul Simonon, Keith Levine e Pablo Labritain, logo no surgimento do movimento punk. O grupo participou da "Anarchy Tour", com os Sex Pistols e conseguiu um contrato com a gravadora CBS.

Keith Lavine deixa o grupo, e Pablo Labritain é substituído por Terry Chines, com quem o grupo gravou seu primeiro álbum em apenas três semanas.

publicidade

The Clash trazia um som raivoso, sujo, de letras de consciência social, e mostrava influência de outros rítmos, como o Reggae no cover de "Police & Thieves", e o pop rock de "Remote Control", demonstrando a maior ecleticidade do grupo em relação às bandas punks comuns.

Apesar de não ser lançado nos EUA, o álbum de estréia do Clash torna-se o disco importado mais vendido em toda história do mercado americano, com 100 mil cópias encomendadas, logo após sua gravação.

publicidade

O The Clash participou em uma série de shows organizados por Paul McCartney, para arrecadar fundos para a população de Kampuchea, no Cambodja, tocaram também ao lado de grande nomes como: The Who, Queen, Elvis Costello, Pretenders, e do próprio McCartney. Em l982, o grupo atinge o auge de sua carreira, conquistando a América e o mundo com o álbum "Combat Rock", devido ao single "Rock The Casbah", explodindo o mega hit, "Should I Stay Or Should I Go", porém logo após as gravações do álbum, o baterista Topper Heodon deixava a banda por problemas com drogas. O antigo baterista Terry Chames tomou seu lugar.

publicidade

Uma história cheia de loucura, podridão, drogas e muito Punk rock na veia!!!!
E rock sem isso, desculpem os "amofadinhas", mas não é rock!!!

Depois da morte de Joe Strommer, (22 de Dezembro de 2002), aos 50 anos, o vocalista e guitarrista do Clash, foi reverenciado em vários shows pelo mundo, e aqui no Brasil, onde o movimento Punk perpetua até os dias de hoje (graças a Deus), ícones do rock nacional dos anos 80 se reuniram para homenagear toda essa história desta banda tão cheia de energia e atitude! Integrantes dos grupos: IRA!,365,CÓLERA, INOCENTES, ULTRAJE A RIGOR, TÒKIO (Supla/Papito), e os novatos da safra de 90 BLIND PIGS, subiram ao palco do Hangar, e fizeram um dos shows mais emocionantes da história do nosso rock. Os personagens desta história foram: Mingau e Serginho (Ultrage), Nasi (Ira!), Ari Baltazar (365), Clemente (foto - Inocentes), Supla (ex-Tókio), Henrique e Gordo (Blind Pigs), Mário e Redson (Cólera). Que time né! Só faltou nesta noite o baterista do 365 e Lixomania (os Sex Pistols brasileiros) Miro de Melo, que ficou com seu Fusca quebrado próximo ao local, mas dia 06 de dezembro ele promete estar nesta "Jam" no Kazebre!!!

publicidade

O Show teve muita energia, adrenalina, Whisky, e muito rock n roll. Este projeto do The Clash Cover,vai se estender por mais alguns lugares, dependendo da agenda de shows dos mesmos. Todos sabem que o Ira!, Ultraje, 365, Cólera, Supla e Inocentes têm sua agenda de shows e dependem de coincidir as folgas!!!,Mas este projeto é bem legal!!!

Rolou, no meio do show, uma homenagem que Nasi fez a Antonio Bivar, que sempre prestigiou o movimento Punk Rock no Brasil, considerado o "Paisão", desta galera, homenagem mais do que justa!

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Highways to Hell: As ruas mais rock'n roll do planetaHighways to Hell
As ruas mais rock'n roll do planeta

Nirvana, Guns N' Roses, Clash: Marvel homenageará capas clássicasNirvana, Guns N' Roses, Clash
Marvel homenageará capas clássicas


Axl Rose: a primeira ficha policial aos 18 anosAxl Rose
A primeira ficha policial aos 18 anos

Ódio musical: os artistas mais detestados em lista da SpinnerÓdio musical
Os artistas mais detestados em lista da Spinner


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin