Demos de Cliff Burton nunca antes ouvidas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Douglas Morita, Fonte: Metallica Remains
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 08/12/04. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O site RollingStone.com divulgou que um velho amigo de Cliff Burton, ex-baixista do Metallica, possui um lote de fitas nunca lançadas antes, o qual ele espera doar a um jovem músico. Burton morreu em 1986 quando o ônibus da banda bateu na Suécia na turnê do "Master of Puppets".

2842 acessosMetallica: vocalista e baixista falam sobre Chris Cornell5000 acessosMalmsteen: "A 1ª vez que fui ao Brasil não consegui acreditar"

"Existem sucessos do Metallica que nunca saíram," disse Dave DiDonato, um bateirista, sobre as fitas. "Todos esses riffs destruidores... Ele estava trabalhando neles até a morte."

Esse tipo de fita era a chave do processo de composição do Metallica. Burton, James Hetfield e Kirk Hammett (e seu predecessor, Dave Mustaine) gravavam, e então os líderes da banda, Hetfield e Lars Ulrich, as usavam para construir as músicas. Depois da morte de Burton, o baixista ganhou um crédito póstumo quando um de seus riffs foi usado como base de "To Live Is To Die", do álbum de 1988, "...And Justice For All".

Os pais de Burton deram a DiDonato as fitas depois da morte de seu filho, e DiDonato quer elas atinjam alguém que possa continuar no espírito de Burton. "Eu adoraria achar um jovem baixista que seguisse os passos [de Cliff]," disse ele, "alguém que utilize este material para aperfeiçoar sua técnica e aprecie a música, e se dedique em fazer o que Cliff fazia."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MetallicaMetallica
Vocalista e baixista falam sobre Chris Cornell

635 acessosMetallica: fã esquece onde estacionou e paga recompensa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Kirk Hammet e Sky Blu (LMFAO)

Kerrang!Kerrang!
As seis citações inspiradoras de 2014

Music RadarMusic Radar
Os melhores álbuns de Heavy Metal de todos os tempos

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

MalmsteenMalmsteen
"A 1ª vez que fui ao Brasil não consegui acreditar"

Iron MaidenIron Maiden
Perguntas e respostas e curiosidades

João GordoJoão Gordo
Quais são as bandas que ele ouve hoje em dia?

5000 acessosMotorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice5000 acessosDream Theater: os segredos do álbum Octavarium5000 acessosPreconceito: dificuldades de ser roqueiro em cidade do interior5000 acessosLars Ulrich: baterista ensinou seus filhos a ouvir Metal5000 acessosBateristas: canhotos que tocam de forma diferente5000 acessosBandas novas: a maldição dos covers

Sobre Douglas Morita

Douglas Morita acha que se existem constantes em sua vida, uma delas definitivamente é o Metallica. Fã da banda desde que se conhece por gente, criou o site Metallica Remains em 1998 e considera o grupo como sua principal - porém, obviamente, não única - influência musical. Além do Metallica, tenta ouvir de tudo um pouco, sem se limitar a estilos ou rótulos.

Mais matérias de Douglas Morita no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online