King comenta o sentimento dos fãs do Slayer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Enviar Correções  

Em entrevista a Wes Orshoski, do site The Star-Ledger, Kerry King, do SLAYER, comentou o novo trabalho da banda e a expectativa dos fãs sobre o mesmo.

Slayer: Tom Araya usa vídeo manipulado para debochar de Joe Biden nas redes

Supernatural: ouça 10 músicas que marcaram a série

Sobre a expectativa dos fãs King comentou:

"Eu sempre fui um fã, para começar. Quando bandas que eu admiro fazem algo de que não gosto, isso me emputece. Eu tento manter isso em mente para evitar que o SLAYER cometa estes erros. POr exemplo, eu fui um grande fã do JUDAS PRIEST - e ainda sou - e depois de clássico British Steel, eles soltaram Point of Entry, e eu odeiei aquele disco. Para mim, nem era metal. Era experimental, e para mim era algo como 'tudo bem, mas não é isso o que eu gosto na banda'. Acho que eles entendera isso, porque o próximo álbum foi Screaming for Vengeance. Eu pensei 'Okay, é o rumo natural das coisas.'"

Sobre como o novo álbum vai soar:

"Os fãs nos dizem 'obrigado por se manterem firmes'. Mas nós não consideramos isso nos manter firmes. Isso é o que naturalmente fazemos. Se fosse qualquer coisa diferente, não seria o SLAYER."


adWhipDin adWhipDin