Vinnie Paul descarta contato com Phil Anselmo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Blabbermouth
Enviar Correções  

Em entrevista ao Montreal Mirror, Vinnie Paul Abbott, membro original do PANTERA, comentou como anda o seu humor em relação a Phil Anselmo. "Nunca falarei com aquele cara novamente. O incidente em Montreal foi apenas um de uma série de incidentes estúpidos cometidos por ele e que, tenho certeza, ele continuará cometendo. Espero que todos saibam que ele nunca falou em nome da banda quando abriu a boca. Eu não preciso dele e prefiro manter distância - quero que fique deste jeito." O incidente a que Vinnie se refere foi um discursos racista de Phil durante um show em Montreal, em 1995.

Led Zeppelin: a origem do anjo símbolo da banda

Hall Of Fame: 500 Músicas Que Marcaram o Rock and Roll

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre os planos de voltar a tocar, Vinnie comentou: "Eu definitivamente ainda amo tocar, mas conduzir um selo de gravações me mantém um bocado ocupado e terminou sendo uma grande terapia para mim. Agradeço a pessoas como Zakk Wylde, GODSMACK, DISTURBED e Sammy Hagar que têm me arrastado para tocar. Quando a hora certa chegar, saberei, e estarei de volta à bateria."

Sobre a morte do companheiro de longa data, Dimebag, Vinnie comentou: "Desde o início eu e Dime fazíamos tudo juntos. Quando aconteceu, eu não acreditei que pudesse prosseguir. Por muitas vezes eu queria apenas amanhecer morto. Quando algo tão trágico ocorre você se sente totalmente fora de controle e totalmente inútil. Você nunca supera, mas tem de aprender a procurar dentro de você forças para conviver com o ocorrido. Depois de um tempo eu podia sentir sua energia, sabia que ele gostaria que eu fosse em frente. Também senti que teria de fazer o possível para que seu legado permanecesse. Se tivesse ocorrido o contrário, eu seria o cara lá em cima o empurrando para que ele fosse em frente."

Ainda sobre Dimebag, Vinnie comentou os seus últimos momentos: "Lembro a última vez que o vi. Nós tínhamos um código; quando um dos dois falava 'Van Halen', significava que era hora de se divertir um pouco, porque ambos achávamos que o Van Halen era uma das banda mais destruidoras de todos os tempos. Ele estava fazendo aquecimento com a guitarra antes do show, como sempre fazia, e colocando protetor nos lábios como sempre fazia antes de um show. Eu me aproximei dele e falei 'Van Halen'. Ele olhou para cima e disse 'Van fucking Halen', e batemos as mãos. Eu não sabia, mas um minuto e meio depois eu nunca mais o ouviria."




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Led Zeppelin: a origem do anjo símbolo da bandaLed Zeppelin
A origem do anjo símbolo da banda

Hall Of Fame: 500 Músicas Que Marcaram o Rock and RollHall Of Fame
500 Músicas Que Marcaram o Rock and Roll


Cli336x280 CliIL