In Flames e Cannibal Corpse tocando em Igreja?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Kuri, Fonte: Blabbermouth.net
Enviar correções  |  Ver Acessos

O baxista do IN FLAMES, Peter Iwers, postou a seguinte mensagem no site oficial da banda: "Quase duas semanas em turnê e as coisas foram íncríveis! Nós tivemos momentos muito bons com outras bandas, jogando pôquer, bebendo cerveja e nos divertindo bastante. Os shows foram incríveis e eu gostaria de agradecer todas as pessoas que nos prestigiaram"

Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Max Cavalera: "Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!"

Até aí tudo bem, mas ao final Peter completa: "Fizemos um show com o CANNIBAL CORPSE outro dia e realmente foi íncrível. O show foi realizado em uma velha igreja, e nós tocamos, acredito eu, no altar... foi estranho, mas ao mesmo tempo muito divertido..."

O último disco inédito do IN FLAMES foi o "Come Clarity", lançado no início deste ano.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "In Flames"Todas as matérias sobre "Cannibal Corpse"


Cannibal Corpse: a merda do nu-metal está esquecida agoraCannibal Corpse
"a merda do nu-metal está esquecida agora"

Cannibal Corpse: Saiba como é dentro de um circle pitCannibal Corpse
Saiba como é dentro de um circle pit


Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Separados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

Max Cavalera: Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!Max Cavalera
"Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!"


Sobre Marcelo Kuri

Mestre em Ciência e Engenharia de Materiais pela UFSCar, costuma dizer que é engenheiro por opção e headbanger de coração. Sempre gostou de ler revistas, zines, artigos e livros especializados em Heavy Metal e sempre desejou poder escrever um pouco a respeito disso. Foram-se alguns anos até que tivesse plena confiança para redigir um artigo, e sabe que ainda tem muito que aprender. Colecionador assíduo de todo material relacionado ao gênero, é um dos poucos "sobreviventes" de um grupo de amigos fanáticos que cresceram ouvindo Heavy Metal. Já tem consciência que não tem aptidão para tocar nenhum instrumento, mas com o apoio, sempre incondicional, da noiva Marilia, continua a desfrutar cada vez mais intensamente tudo de bom que esse estilo musical pode proporcionar.

Mais matérias de Marcelo Kuri no Whiplash.Net.