Bruce Kulick comenta solos de Simmons e Stanley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Copini, Fonte: Site Oficial de Bruce Kulick
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 13/07/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A revista Australian Guitar recentemente conduziu uma entrevista com o antigo guitarrista do KISS e atual GRAND FUNK RAILROAD, Bruce Kulick. A seguir um excerto da entrevista:

404 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão5000 acessosOut: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista

Australian Guitar: Recentemente você contribuiu no trabalho solo de Paul Stanley (KISS). Pode nos falar sobre isso?

Kulick: Bem, você sabe, foi de um jeito um tanto incomum que eu me envolvi. Primeiro, Paul estava fazendo o álbum, eu acho, durante um ano e meio. Ele me pediu pra tocar baixo, apenas para estar lá e depois transpor os arranjos com o baterista e tudo mais. Ele foi levando a gravação cada vez mais a sério e ele não me comunicava toda vez que ia editar uma faixa. Mas às vezes, de repente, ele me ligava dizendo, 'Ei, eu quero que você toque o baixo.' Muitas pessoas não sabem que durante meus anos no KISS eu tocava baixo, embora mais nas canções do Paul do que nas do Gene. Eu ficaria puto se Gene me pedisse pra tocar baixo em uma de suas canções. Você sabe, 'Ei, você escreveu a música. Toque o baixo. Não seja preguiçoso.' Mas eu costumava fazer muitas das faixas demo com o Paul, então foi fácil pra mim entrar e fazer isso no estúdio depois que nós já tínhamos uma forma da música. Então o mesmo aconteceu aonde ele estava disposto, 'Eu gosto do jeito que Bruce toca baixo, então vamos trazê-lo.' Eu não ouvi a gravação inteira, mas eu acho que estou tocando baixo em mais ou menos cinco faixas. Eu dizia a ele, 'Deixa eu tocar um pouco de guitarra', e ele dizia, 'Calma, nós vamos chegar lá', mas isso nunca aconteceu, porque eu estava ocupado e ele trabalhava com muitas pessoas diferentes. Acho que ele vai ter um álbum muito forte.

Australian Guitar: O que você achou do álbum mais recente de Gene Simmons ["Asshole"]?

Kulick: O que é interessante no Gene é a sua forte personalidade e ponto de vista. Mas neste álbum, ironicamente, ele estava mais maleável. Ele tinha material tão pesado quanto músicas do KISS como 'Carnival of Souls' e tinha baladas xarope. Gosto de algumas das músicas, mas o álbum foi uma bagunça. Você sabe, com ele lá não há regras. O álbum solo do Paul vai ser muito mais definido e mais agradável a um fã de KISS.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

404 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão483 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita762 acessosKiss: bicicleta de triathlon em edição limitada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

KissKiss
Como seria o último dia de Gene Simmons na Terra?

Nikki SixxNikki Sixx
Detonando comentários "idiotas" de Gene Simmons

KissKiss
A relação de Gene Simmons com o Van Halen

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

OutOut
Os 100 álbuns mais gays segundo a revista

SlipknotSlipknot
12 histórias que retratam o quão insana a banda é

Elvis PresleyElvis Presley
A filmografia do Rei do Rock

5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson revela sua "canção de merda"5000 acessosDossiê Guns N' Roses: A versão de Slash para os fatos5000 acessosBon Scott, o eterno Rocker...5000 acessosPizza: como ser True-Metal-From-Hell na hora de pedir uma5000 acessosDave Lombardo: "não gosto que falem merda sobre Lars"5000 acessosMegadeth: "Dystopia" não seria tão bom com Menza e Friedman

Sobre Ricardo Copini

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online