Tribuzy não canta em show no Blackmore

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maurício Dehò
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 01/07/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Depois dos shows de HEVORAH e FATES PROPHECY, na última sexta (30), no Blackmore — São Paulo(SP) — o TRIBUZY acabou se apresentando sem o seu vocalista, compositor e líder, Renato Tribuzy.

5000 acessosGuitar World: revista elege os 50 guitarristas mais rápidos5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões

Lá pelas 3 horas da manhã, um representante da casa subiu ao palco para avisar que Renato Tribuzy não poderia cantar por estar com uma forte gripe, da qual tentava se curar há uma semana.

O próprio vocalista foi se explicar e mostrou que realmente não estava em condições de fazer a apresentação. Ele prometeu que em breve um novo show será marcado no Blackmore e os presentes no incidente terão entrada gratuita. Todas as pessoas tiveram os seus dados anotados e serão avisadas por email quando será o novo concerto, ainda sem data definida.

Para não acabar com a festa mais cedo, o resto do TRIBUZY subiu ao palco e não fez feio. Aproveitaram os convidados que estavam previstos para fazerem participações especiais originalmente e tocaram músicas do primeiro álbum da banda e covers.

Foram músicas como "Absolution", com Bruno Sutter, do Death Tribute, fazendo as partes gravadas por Michael Kiske, e Theo Vieira, do Hard Rocket, que cantou "Nature of Evil", cantada por Matt Sinner no álbum.

Entre os covers, "Breaking the Law" (Judas Priest), com pessoas do público ajudando no vocal, "Tornado of Souls" (Megadeth), Violent Revolution (Kreator) e duas do Iron Maiden ("Be Quick or Be Dead" e "Bring Your Daughter") em que o vocalista do Fates Prophecy, Nuno Monteiro cantou.

E por falar em Nuno Monteiro, esta foi a sua primeira apresentação à frente do FATES PROPHECY desde que Sergio Faga decidiu deixar a banda e se dedicar apenas à sua carreira de covers, onde é conhecido por ser vocalista do Children of The Beast (Iron Maiden cover), uma das bandas tributo mais respeitadas do Brasil.

Nuno também canta no Liar Symphony e ainda não é certo se será um membro definitivo do FATES PROPHECY. "Temos que ver como as coisas vão acontecer, mas esperamos que ele fique", disse o guitarrista e único membro original da banda, Paulo Almeida, após o show.

A banda paulistana ainda fez uma homenagem ao seu falecido vocalista André Boragina e tocou pela primeira vez ao vivo a música "Last Prayer", do álbum Eyes of Truth (2002).

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Tribuzy"

Andre MatosAndre Matos
Covers de Iron e Manowar com Dreadnox e Tribuzy em 95

Heavy MetalHeavy Metal
50 lições para ser um vocalista brasileiro do gênero

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Tribuzy"

Guitar WorldGuitar World
Os 50 guitarristas mais rápidos de todos os tempos

ExcessosExcessos
Como os rockstars gastam os seus milhões

Axl RoseAxl Rose
A primeira ficha policial aos 18 anos

5000 acessosLars Ulrich: O motivo pelo qual o Big Four tocou "Am I Evil"5000 acessosO lado escuro do rock: você acredita em magia negra?5000 acessosMomentos bizarros: histórias de Ozzy, Stones, Who e outros5000 acessosSlayer: banda presenteia fã para que ele não venda seu carro5000 acessosDJ Ashba: "Eu não estou tentando imitar Slash de jeito nenhum"5000 acessosKirk Hammett fala sobre suas memórias de Paul Baloff

Sobre Maurício Dehò

Nascido em 1986, é mais um "maidenmaníaco". Iniciou-se no metal ao som da chuva e dos sinos de "Black Sabbath", aos 11 anos, em Jundiaí/SP. Hoje morando em São Paulo, formou-se em jornalismo pela PUC e é repórter de esportes, sem deixar de lado o amor pela música (e tentando fazer dela um segundo emprego!). Desde meados de 2007, também colabora para a Roadie Crew. Tratando-se do duo rock/metal, é eclético, ouvindo do hard rock ao metal mais extremo: Maiden, Sabbath, Kiss, Bon Jovi, Sepultura, Dimmu Borgir, Megadeth, Slayer e muitas, muitas outras. E é de um quarteto básico que espera viver: jornalismo, esporte, música e amor (da eterna namorada Carol).

Mais matérias de Maurício Dehò no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online