Free: "Fãs tinham pena de Kossoff" diz Kirke

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Contact Music
Enviar correções  |  Ver Acessos

Os integrantes do FREE acreditam que a banda acabou ainda nos anos setenta devido aos problemas com drogas de seu falecido guitarrista Paul Kossoff, apesar dos fãs terem pena do músico.

Metal: as bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheadsRodolfo Abrantes: "Raimundos como banda não me interessa"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Kossoff, que morreu de um ataque cardíaco causado pelas drogas em 1976, freqüentemente deixou os autores de "All Right Now" muito mal no palco com as suas performances esquisitas, prejudicadas pelas drogas.

O baterista Simon Kirke comentou: "A sensação de desespero era de arrasar. Um exemplo, entre muitos, foi no Royal Albert Hall [em Londres]. "Quando subimos no palco, a droga que ele tinha tomado começou a fazer efeito e ele passou todo o show tocando fora de ritmo. Poderíamos ter sido vaiados, mas foi como se a platéia estivesse lamentando conosco. Você não pode deixar que esse tipo de coisa aconteça com muita freqüência, e com a gente aconteceu muito. A batalha dele contra as drogas foi um pesadelo que acabou ajudando a acabar com a banda".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Free"


Free: Fãs tinham pena de Kossoff diz KirkeFree
"Fãs tinham pena de Kossoff" diz Kirke

Vocalistas: algumas das grandes vozes do rockVocalistas
Algumas das grandes vozes do rock


Metal: as bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheadsMetal
As bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheads

Rodolfo Abrantes: Raimundos como banda não me interessaRodolfo Abrantes
"Raimundos como banda não me interessa"


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

adGoo336