Dave Mustaine: "há bandas cujo nome me ofende"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Natália Marques, Fonte: Chart Attack, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Keith Carman, do ChartAttack, em abril de 2007 fez uma entrevista com o líder do MEGADETH, Dave Mustaine. Segue abaixo um trecho.

3489 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim Carrey

Sobre a evolução musical do MEGADETH: "Eu mesmo escrevo as músicas e você pode ver quando a banda está progredindo. Quando você tem que lidar com problemas no grupo, você tende a se fingir de surdo. Existem três coisas que podem causar problemas: mulheres, dinheiro e religião. O que mais originou guerras? Quando eu os elimino, eu posso escrever mais alegremente".

Sobre o que as pessoas esperam ouvir de uma banda chamada MEGADETH: "Eu vejo o nome de uma banda como se fosse seu rosto. Existe um motivo pelo qual o rosto e o traseiro ficam nos seus respectivos lugares!"

"Tem algumas bandas que eu nem vou ouvir porque seus nomes me ofendem. O nome as descreve como tal instantaneamente. Mas, voltando a falar de música, eu não vou fazer um álbum do [acentua o sotaque] 'Meg'erdeath' tão cedo. Existe uma história nessa banda que é a qual nós vivemos. Estilisticamente falando, é nisto que eu sou bom, e o sentimento na música é tudo o que importa".

Sobre seu último trabalho, "United Abominations": "Eu não sei quanto tempo a banda vai durar, ou se esse será nosso último álbum, mas com certeza é o melhor que já fizemos em muito tempo. Existe uma química na banda que faltava antigamente. Os novos membros estão me surpreendendo porque eles têm sido uma bênção. Eles estão se encaixando, e isso me deixa animado. Eles estão se acostumando às particularidades do grupo e estão energizados".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 04 de outubro de 2012

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

3109 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa527 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3537 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Chris AdlerChris Adler
Os 10 álbuns e bateristas que marcaram sua vida

MegadethMegadeth
Mustaine comenta sobre antiga formação e satanismo

MegadethMegadeth
Uma dica para presentear o garoto Kiko

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Ozzy Osbourne e Jim Carrey

Luís Mariutti para Nando MouraLuís Mariutti para Nando Moura
"Estádio não se lota com views ou likes"

Total GuitarTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história

5000 acessosRock e metal: o outro lado das capas de discos5000 acessosSlipknot: "para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"5000 acessosStephanie Seymour: ex de Axl Rose mostra ótima forma aos 445000 acessosRock Cristão: alguns dos principais discos nacionais do gênero5000 acessosLindemann: Tägtgren salvou vocalista do Rammstein de surra5000 acessosSolos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NME

Sobre Natália Marques

Nascida na Praia Grande (litoral de São Paulo), conheceu o Metal através do Maiden aos 14 anos, com o álbum Piece of Mind, e desde então nunca mais deixou de ser headbanger. Hoje, com 20 anos, é comissária de vôo,estuda espanhol e continua a ouvir Iron Maiden,e entre outras coisas, Edguy, Helloween, Gamma Ray, Stratovarius, Judas Priest, Bruce Dickinson e Avantasia. Além disso, gosta de se dedicar aos seus animais de estimação,colaborar com o Whiplash e de vez em quando ver bons shows de metal em Sampa.

Mais matérias de Natália Marques no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online