Manowar e o conceito do "Gods Of War"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Giuliano Iannarelli, Fonte: IMHOTEP Zine, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 04/04/07. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Roy Kristensen, do Webzine Imhotep, recentemente entrevistou o vocalista do MANOWAR, Eric Adams. Confira alguns trechos da conversa:

1046 acessos"True-metal" comercial?: É porque você não conhece Manowar!5000 acessosMorreu Dormindo: as últimas horas de vida de Lemmy Kilmister

Sobre sua performance em "Gods Of War", novo álbum da banda: “Eu coloquei 110% em cada faixa. Eu tenho que fazer isso. Quero dizer, eu não gostaria que Karl, Scott ou Joey colocassem menos de 100% de seus sentimentos em cada música, então... você sabe, o álbum é conceitual e nós temos que dar tudo da primeira até a última nota, e a intensidade tem que ser a mais alta possível, em cada take de cada faixa. ‘Blood Brothers’ fala sobre irmãos, que devem fazer qualquer coisa para protegerem um ao outro, não importa o que aconteça, sem questionar. Assim como para fazer uma música como ‘Gods Of War’, que é mais agressiva. Você deve ser intenso, só que de maneira diferente. Se você analisar bem a música ‘Hymn of the Immortal Warriors’, notará que o começo dela é bem tranqüilo, falando sobre quando os ‘guerreiros imortais’ estão morrendo. E no final, todos se erguem e vão para Valhalla. Então a musica cresce, fica poderosa com o coral cantando comigo!”

Sobre o processo de gravação de "Gods of War": “Nós gravamos todos os instrumentos separadamente. Então, quando tudo estava pronto, eu ia lá e gravava minha parte. Quando eu estava lá éramos apenas Joey e eu, enquanto os outros estavam em outra sala. Nós falamos a respeito das letras e Joey, que me incentivava todo o tempo, dizia que estava muito bom, que eu era o cara! Então, ‘solta a fita, vamos lá, vamos lá!’ Joey me inspirava a fazer o meu melhor, e assim íamos gravando e gravando, até que todos na banda ficassem satisfeitos com o resultado. Essa é a maneira como trabalhávamos com todos que estavam envolvidos na produção. Você sabe, quando Scott toca, existem quatro bateristas na banda, quando Karl toca, são quatro guitarristas... todos nós sabemos quais botões apertar para fazer o resto do grupo soar o melhor possível.”

Sobre se o Manowar exerce a democracia na hora de escrever as músicas: “Bom, nós somos uma banda e temos que concordar em certas questões. Como quando um de nós acha que alguma coisa não combina com o Manowar. Nós conversamos e quase sempre acabamos não utilizando. Simplesmente tem que agradar a todos. Por exemplo, deixe-me lhe dizer que existem músicas que são escritas e gravadas, mas não estão no álbum porque não se encaixam no conceito. Elas são guardadas para outro disco. São ótimas músicas, se não fossem não as gravaríamos, mas não é a hora certa de usar.”

Sobre o conceito de "Gods of War": “Bom, a idéia surgiu quando Karl se acidentou (Nota do editor: o guitarrista Karl Logan sofreu um acidente de moto em janeiro de 2006). Nós pensamos, ‘O que vamos fazer? Nós devemos lançar algo especial para os fãs, algo grande, algo novo e muito especial.’ Foi aí que surgiu a idéia por trás de ‘Gods Of War’: falar sobre deuses de diferentes mitologias. Nós pegamos diferentes países e cantamos sobre deuses diferentes que pertencem a esses países. Nós pensamos que isso podia ser bem interessante, e quanto mais discutíamos o assunto, maior ficava a idéia. Nos EUA, quando estudamos mitologia, Odin é o primeiro Deus sobre o qual falamos, nós falamos sobre toda a mitologia Nórdica. Você sabe, milhares e milhares de livros foram escritos sobre o assunto, filmes foram lançados, mas este é o primeiro álbum de Heavy Metal dedicado aos deuses Nórdicos, então pensamos, ‘qual o melhor lugar para começar?’, pois desde o início sabíamos que a coisa ficaria muito grande. Daí tocamos na Finlândia, Suécia etc., e as multidões ficavam loucas como em todo o resto do mundo. Nós sentimos que isso vai ser ótimo, e é o que vamos fazer.”

Leia a entrevista completa no link abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

1046 acessos"True-metal" comercial?: É porque você não conhece Manowar!1171 acessosManowar: Ross The Boss se junta ao The Rods0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Manowar"

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1984

CapasCapas
Top 10 das artes com tendências gays do Rock

ManowarManowar
Vídeo antigo mostra quebra de recorde mundial

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Manowar"

Morreu DormindoMorreu Dormindo
As últimas horas de vida de Lemmy Kilmister

EpicaEpica
Belas fotos da bela vocalista Simone Simons

HomossexualidadeHomossexualidade
5 nomes da cena rock/metal que assumiram

5000 acessosEm 11/10/1996: Morre Renato Russo, da banda Legião Urbana5000 acessosBayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandas5000 acessosSlash: "Só dá para exceder até certo ponto"5000 acessosMonsters of Rock: o lendário Castle Donington de 19805000 acessosRolling Stone: as 100 melhores músicas de guitarra4730 acessosIron Maiden: Quais as melhores e piores faixas do álbum Powerslave?

Sobre Giuliano Iannarelli

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online