"Ripper" Owens: A origem do apelido, Judas Priest, Iced Earth e mais

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Emmanuella Conte, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

Denise Grollmus, do Cleveland Scene, escreveu em junho de 2008 um artigo extenso sobre o vocalista Tim "Ripper" Owens (YNGWIE MALMSTEEN, BEYOND FEAR, ex-JUDAS PRIEST, ICED EARTH).

Sobre seu ingresso no JUDAS PRIEST:

Owens foi levado a um estúdio no País de Gales. "Fiquei estarrecido. Eles estavam apenas sentados, tomando café-da-manhã, curtindo, tocando música. Foi surreal".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda disse a ele para relaxar, que ele não precisaria cantar até o dia seguinte. Mas Owens insistiu em fazer sua performance ali mesmo, naquele momento. "Eu estava tão apavorado", ele diz. "Eu não cantava JUDAS PRIEST havia meses, e eu só queria começar logo com aquilo".

Tim se lançou a "Victim of Changes", uma canção complexa com notas incrivelmente altas. "Whiskey woman, don't you know that you are driving me insane", cantou em falsete.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ofereceram-lhe o emprego antes que terminasse. Mas Owens insistiu em cantar mais uma, "The Ripper", um clássico do JUDAS PRIEST. "Foi assim que consegui o meu apelido", explica.

Da sua saída do JUDAS PRIEST:

"Todos pensaram que foi um dia triste", diz Owens. "Mas não foi. Eu nunca teria saído do Priest, mas era a decisão acertada, o retorno de Halford e minha saída".

Sobre o ICED EARTH:

"Ao mesmo tempo em que Owens estava confortável sendo levado por aí, ele queria viajar mais. Ele também não gostava dos comentários constantes de [Jon] Schaffer [ICED EARTH] sobre seu tempo no JUDAS PRIEST. "Ele odiava que eu me chamasse 'The Ripper' ['O Estripador']", diz Owens. "Ele disse que a minha era no JUDAS PRIEST foi ridícula e que as músicas eram ruins. Foi meio tenso".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois de mais um álbum, Schaffer substituiu Owens por seu predecessor, no último ano. "Faltavam duas semanas para o Natal, e ele soltou essa notícia", diz Owens. "Eu não esperava que isto ocorresse. Foi muito triste a maneira como ocorreu".

Leia o artigo completo (em inglês) no clevescene.com.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Eddie e Seu MadrugaSeparados no nascimento
Eddie e Seu Madruga

Cachês: nova lista revela quanto embolsam astros do Rock e MetalCachês
Nova lista revela quanto embolsam astros do Rock e Metal


Sobre Emmanuella Conte

Emmanuella Conte é paranaense residente em Goiás; está graduando em Biologia e trabalha na área ambiental. Nas horas vagas, dedica-se ao curso de Alemão, vai às apresentações das bandas locais ou fica pela internet procurando por notícias e fotos de suas bandas favoritas. Entre os estilos que mais gosta estão o Classic Rock, Hard Rock/AOR, Heavy/Thrash/Power/Speed/Symphonic Metal, Industrial, Metalcore e o Punk, sendo grande simpatizante do movimento setentista. Aspirante a beatlemaníaca por culpa do pai, indentifica-se com a cultura trash em geral, desde filmes de terror-B ao Horror Rock, por culpa da mãe. Pelo resto, ela se responsabiliza.

Mais matérias de Emmanuella Conte no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 CliIL Cli336 Cli336