Lothloryen: guitarrista comenta novo álbum faixa a faixa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Emanuel Seagal, Fonte: Lothlöryen, Press-Release
Enviar Correções  

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Leko Soares, guitarrista da banda mineira de heavy/folk metal LOTHLÖRYEN, antecipando o lançamento do segundo álbum do grupo, "Some Ways Back No More", comenta faixa a faixa este novo trabalho, que será lançado no Brasil pela Die Hard Records, confira:

"01 - My Mind in Mordor

A razão de iniciarmos o CD com essa música é que com certeza ela representa para nós a síntese de tudo o que queremos oferecer com o novo álbum: elementos modernos, mais peso, mais identidade, enfim novas idéias agregadas à nossa essência. A intenção é deixar claro ao ouvinte o que ele pode esperar no decorrer do álbum: uma sonoridade revigorada e atual.

publicidade

02 - We’ll Never be the Same

Essa talvez seja a música que mais se enquadre no padrão dos nossos trabalhos anteriores. É basicamente um Folk Metal com todos os elementos que o estilo pede: corais, violões, aquela atmosfera mística característica, enfim, é uma música que com certeza vai agradar em cheio os admiradores dos nossos primeiros trabalhos. Pra mim, a parte do meio dessa música é uma das coisas mais criativas que já fizemos, mas a mensagem da música é clara; Não espere que sejamos os mesmos novamente!

publicidade

03 - Hobbitcon

É apenas um interlúdio que expressa uma festa com um bando de hobbits bêbados chapando à noite toda (risos).

04 - Hobbits’ Song

Foi nosso primeiro single. Acabamos lançando uma versão dela em 2007 bem amadora, mas que curiosamente agregou novos admiradores para a banda. Com certeza é uma música forte, tínhamos consciência disso e sabíamos o estrago que ela poderia causar com uma boa produção. O resultado está aí: é o nosso hino em louvor aos hobbits e ao Rock n’ Roll e que hoje com certeza é a preferida de 8 entre 10 ouvintes do Lothlöryen.

publicidade

05 - Some Ways Back no More

Essa é a faixa título e inicialmente seria a música de abertura do novo álbum. Porém, por ser uma música tipicamente power metal, achamos que ela como carro chefe poderia causar uma impressão distorcida em relação ao nosso direcionamento atual. Ainda assim, com certeza é uma das faixas mais fortes que já compusemos e a letra reflete todo o sentimento de mudanças e busca por novos caminhos que a banda passou durante a confecção do novo álbum, afinal "just time brings the answers for the ways that we chose!"

publicidade

06 - A Secret Time

Talvez ao lado da "Unfinished Fairytale", essa seja a música favorita da banda hoje. É uma canção ousada, possui uma estrutura musical completamente diferente de tudo que já compusemos e tem como grande destaque na minha opinião o duo vocal do Léo com o nosso convidado mais do que especial, Daniel Felipe (Rygel), que abrilhantou demais todo o trabalho deste álbum. A temática desta música também é diferente pois trata da teoria dos "Worhmholes" e o "efeito Casimir". Enfim, tentamos misturar fantasia com física quântica.

publicidade

07 - White Lies

É a balada do CD e com certeza nossa melhor balada até o momento. Particularmente acho que músicas mais lentas dão um balanço essencial em toda obra que se preze. Eu sou fã de baladas como "Fade to Black" (Metallica), "Blood Tears" (Blind Guardian), "Believe" (Savatage) etc. Acho que um bom álbum também se faz pela dinâmica que apresenta em seu desenrolar e uma balada sempre contribui para essa dinâmica no conjunto da obra.

publicidade

08 - My Grimoire

Com certeza o cara que estiver ouvindo essa música pela primeira vez nunca conseguirá adivinhar exatamente que elementos esperar na próxima parte. Mais um brilhante duo entre Léo e o Daniel. Destaque para a atmosfera folk da segunda parte da música e o solo tenso do Tim Alan.

09 - Unfinished Fairytale

Hum, como falar dessa música em poucas linhas? De fato acho difícil resumir aqui a atmosfera que circunda esse som. Provavelmente a composição mais madura do Lothlöryen e a mais trabalhosa. Já faz um tempo que vinha cobiçando compor uma canção épica, típica de encerramento de cd, porém, no fim, sempre rolava de encurtar mais as músicas para não soar forçadas. A idéia da Unfinished surgiu do primeiro riff e quando ele se desenvolveu já tinha certeza que essa seria a nossa canção épica. O grande diferencial dessa música é que tentamos não repetir partes imensas que só servem pra encher lingüiça; tentamos contar de fato uma história, com várias partes diferentes, porém, com começo, meio e fim. Bom, acho que a melhor explicação para essa música será dada pelos seus ouvidos."

publicidade

Enquanto o álbum não está disponível para os fãs, um pré-lançamento está sendo feito no MySpace, onde foram disponibilizadas semanalmente diversas amostras do álbum. Confira em www.myspace.com/lothloryenband




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Orgulho Nacional: as capas mais bonitas por artistas brasileirosOrgulho Nacional
As capas mais bonitas por artistas brasileiros

Metal Nacional: as 10 melhores músicas de 2015Metal Nacional
As 10 melhores músicas de 2015


Bateristas: Os 30 melhores de todos os temposBateristas
Os 30 melhores de todos os tempos

IGN Music: os álbuns de Metal mais influentes segundo o siteIGN Music
Os álbuns de Metal mais influentes segundo o site


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin