Nightwish: Marco Hietala responde perguntas de fãs

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Estevão Camargo, Fonte: Nightwish Brasil, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O site oficial do NIGHTWISH foi atualizado em outubro de 2008 com uma série de perguntas/respostas respondidas por Marco Hietala, cuja tradução - de autoria de Estevão Camargo - segue abaixo:

26 acessosEm 14/01/1966: Nasce Marco Hietala (Nightwish)5000 acessosDavid Coverdale: Em 1974, o Deep Purple Expulsou o ACDC do palco

Miroslav de Serbia: Qual parte do seu corpo você escolheria para ser cultuada como um antigo amuleto egípcio?

Marco: O que você acha?

Rose de USA: Você tem animais de estimação?

Marco: Minha fauna e flora no meu intestino. Minha segunda personalidade é legal...

Luís C. de Santarém, Portugal: Como a banda escolhe os diferentes set-lists durante a turnê? Existe alguma razão especial para se tocar alguns músicas em determinadas ordens e não em outras?

Marco: Algumas delas nós tocamos basicamente todas as noites. Então escolhemos algumas outras dentre tantas, aleatoriamente. Mas é claro que sempre prestamos atenção pra montar uma ordem boa das músicas, e tentamos deixar alguns espaços pra que os vocalistas dêem uma respirada.

Angus de Scotland: Estava ouvindo o CD do Delain e pensei: "a voz desse cara parece muito com a voz do Marco!", então, com um pouco de pesquisa percebi que era mesmo você. O que me leva a perguntar, qual o bom e o mau aspecto em gravar com outras bandas?

Marco: O lado bom de gravar esses projetos é que eu posso ter uma perspectiva renovada. Posso aprender, fazer e tentar coisas novas e diferentes. Então você pode usar dessas coisas novas quando está "em casa" também. O lado ruim é que eu tenho tendência a ficar trabalhando demais. Eu deveria relaxar e descansar um pouco também.

Elwa de Norway: Quais as coisas mais estranhas que você já teve que assinar? =)

Marco: Contratos de discos e empresários.

Emma de UK: Oi, Marco. Primeiramente, deixe-me dizer, você é demais. - Você tem planos de escrever algo para o próximo disco do Nightwish? Já tem algumas idéias? - Você gravou os vocais para a demo do Dark Passion Play: existiram músicas, ou partes delas, que foram particularmente difíceis de cantar? - Você já foi tentato a se vestir de mulher?

Marco: Obrigado! - Eu tenho alguma coisa já. Preciso passar antes pelos filtros do Tuomas, claro. - Muito do material é bem alto e difícil. Acho que os piores foram os dois refrães de "Reach/Amaranth". - Você se refere aos dois primeiros refrõe da demo "Reach/Amaranth"? Eu também acho que eles soam como se eu estivesse usando uma cueca com pouco espaço para as partes. No entanto, a resposta é não.

John de UK: Qual é a diferença de som entre os baixos Vampyre e Infinity? Pelo que sei, eles possuem a mesma captação.

Marco: A diferença principal é que o Infinity tem um som mais compacto e "amadeirado", característica que vem do fato dele ser parcialmente oco, imagino. O Vampyre tem corpo sólido, com a parte de baixo mais pesada, o que eu gosto, mas ao mesmo tempo é um pouco mais complicado de controlar.

dmLucia de Cluj-Napoca, Romania: Marco, você ainda ouve Metallica, vez ou outra? Vocês está ansioso pelo lançamento do novo álbum da banda? (apenas imaginando o que um deus do metal Europeu como você pensa, hehe)

Marco: Eu ouvi o disco novo. Muito legal ver que eles conseguiram resgatar muito da energia que tinham. Agora só precisamos que eles componham da forma clássica mais um pouco. Apenas minha modesta opinião. Sinta-se livre para discordar.

Ferdk de Argentina: Oi, Marco. Desculpe meu inglês ruim. Minhas perguntas: - O que veio primeiro pra você, cantar ou tocar baixo? - O que fez com que você fizesse o outro? - Você alguma vez já esqueceu de alguma música no palco? (cantando ou tocando, ou ambos!) Se sim, o que você fez?

Marco: 1. Cantar veio primeiro. Eu já costumava sair berrando meus discos favoritos desde que eu tinha 10 anos. 2. Literalmente, uma cidade pequena. Não tinha fãs de metal suficientes aqui nem pra montar uma banda. 3. Com certeza, tudo isso já me aconteceu. Eu simplesmente costumo berrar umas besteiras em finlandês no microfone, assim todo mundo percebe.

Rene de Deutschland: Quão alto é o som no palco se comparado com o que a audiência ouve? Você sempre usa protetor auricular ou às vezes se esquece?

Marco: É relativo. Nós temos os monitores (retornos) e amplificadores, mas o PA principal é direcionado para o público. Jukka e Anette usam monitor auricular. Emppu e Tuomas usam protetor. Eu fico sem nada mesmo.

Remco de Zaandam, Netherlands: Qual marca de violão você e Emppu usaram pra tocar em "The Islander"?

Marco: Essa é uma pergunta complicada, na verdade. No estúdio eu usei Larrivee, emprestado de Esa Holopainen, do Amorphis. Nos shows estamos usando violões K.Yairi. No vídeo não são nem violões de verdade, mas sim alguns objetos que lembram violões, arranjados pelo pessoal da produção do clipe.

Emilie de France: No fórum francês, temos uma grande dúvida existencial: é você quem grita no começo de “Dark Chest of Wonders”?

Marco: Sou eu!

Bram de In the Netherlands: Você tem tatuagens?

Marco: Ainda mantenho minha pele de bebê.

Elia de Mexico: Onde você prefere tocar? Em lugares enormes (como uma arena) ou menores (como um auditório)? Por que?

Marco: Eu prefiro tocar. Qualquer lugar, mas não a qualquer hora.

Sabine Müller de Balingen: Preciso de sua sincera opinião. Seus shows são possíveis para uma menininha de 7 anos (usando proteção auricular)? Minha pequena realmente quer vê-los ao vivo em Karlsruhe, em Março de 2009.

Marco: Meus filhos tinham 2 anos quando vieram nos assistir pela primeira vez, então, acho que você está segura. Mas é bom que pelo menos um dos pais esteja acompanhando. Apenas acredito que seja melhor para os mais novos que fiquem em assentos mais longe do palco. Na frente, as coisas costumam ser um pouco mais agitadas, sem contar que os pequenos não conseguem ver nada. E sempre usando proteção auricular.

Marco de Germany: Preciso de sua resposta! Como faço minha mãe me deixar aprender a tocar baixo?

Marco: Você precisa usar dessa coisa que eu chamo de "psicologia dos pais". Insista, insista, até conseguir. Deixe um espaço pra que respirem, às vezes, mas sempre volte ao assunto. Quando você conseguir, seja um doce de pessoa por algum tempo. Faça de tudo, do dever de casa a frequentar a escola em dias extras. Aprender a tocar algumas músicas que a mãe gosta também é uma boa. Desta forma será mais fácil conseguir algo quando precisar novamente.

Holly de California, USA: Qual sua "música pecaminosa" favorita? Você sabe, aquela que você ouve quando ninguém está por perto porque você se sentiria envergonhado...

Marco: Existem muitas músicas boas por aí. Eu provavelmente posso deixar os puritanos do metal de cabelo em pé ao dizer que os Backstreet Boys tem uma música bem legal no "Incomplete", por exemplo. E não tenho vergonha disso. Não faz parte de ser um roqueiro.

vesna de croatia: Como você cuida da sua voz? Talvez você toma chá verde com mel, assim como Anette... :)

Marco: Muita água. E um pouco das coisas mais fortes. Chá verde não é para mim! Eu começo a ver e ouvir pequenos e infernais macacos.

Markus de Oberau/Germany: Você ouve música que não seja metal? Se sim, que tipo de música?

Marco: Às vezes um pouco de pop, country, rock'n'roll, coisas étnicas. Se a música é boa, eu gosto de ouvi-la.

Confira o restante da entrevista clicando neste link.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

TarjaTarja
"From Spirits And Ghosts" sai em novembro; ouça prévia

26 acessosEm 14/01/1966: Nasce Marco Hietala (Nightwish)48 acessosEm 30/11/2011: Nightwish lança o álbum Imaginaerum1152 acessosAnette: vocalista retorna com novo projeto, "The Dark Element"3044 acessosMulheres que cantam Metal: estúdio/ao vivo, expectativa e realidade81 acessosEm 26/09/2007: Nightwish lança o álbum Dark Passion Play0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

NightwishNightwish
Hietala colocando bebê para dormir com Black Sabbath

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Tuomas Holopainen e Johnny Depp

NightwishNightwish
Tuomas Holopainen comenta as suas canções favoritas

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Nightwish"


David CoverdaleDavid Coverdale
Em 1974, o Deep Purple Expulsou o ACDC do palco

Metal ExtremoMetal Extremo
Chocando os jurados em reality-shows ao redor do mundo

AC/DCAC/DC
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

5000 acessosRolling Stone: as melhores músicas com mais de sete minutos5000 acessosHair Metal: Os maiores cabelos da história do rock pesado5000 acessosTotal Guitar: os melhores e piores covers da história5000 acessosAxl Rose: Um dos vocalistas com maior alcance5000 acessosMegadeth: Dave Mustaine se rasga em elogios a Kenny G5000 acessosAvenged Sevenfold: desmistificando o ódio pela banda

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 16 de novembro de 2014


Sobre Estevão Camargo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online