Cannibal Corpse: baixista fala sobre a questão da censura

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcos Garcia, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

A censura e a música extrema se chocaram em muitas ocasiões, e em mais que uma delas a banda de Death Metal CANNIBAL CORPSE foi a catalisadora do conflito. Falando à revista Zero Tolerance da Inglaterra, em janeiro de 2009, o baixista e membro fundador Alex Webster reflete sobre os conflitos da banda com a censura no decorrer dos anos. "Existem muitos problemas pelo mundo, e o Death Metal não é um deles", diz. "Ouvir uma banda que fala sobre coisas loucas e fudidas ou ver um filme violento não irá inspirar as pessoas do jeito que eles (N.T.: a censura) pensam. Os censores assumem que as pessoas são facilmente influenciáveis, e não creio que isso seja necessariamente verdadeiro. Eu acho que as pessoas sabem definitivamente a diferença entre uma fantasia sangrenta e louca que se vê nos filmes e a realidade".

3050 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosMarilyn Manson: é do cantor o vídeo mais assustador

E se voltando para a decisão dos órgãos alemães de censura de banir alguns materiais do CANNIBAL CORPSE no início da década de noventa, Webster diz: "Alguma versão alemã do PMRC (N.T.: Parents Music Resource Center. Órgão de censura americano fundado pelas chamadas 'esposas de Washington', Tipper Gore, esposa do senador Al Gore; Susan Baker, esposa do Secretário de Tesouro James Baker; Pam Howar, esposa do corretor de imóveis de Washington Raymond Howar; e Sally Nevius, esposa do Presidente do Conselho Municipal da cidade de Washington, John Nevius), que originalmente começaram a caçar um tipo de música neo-facista, mas decidiram agir contra qualquer um que elas não gostassem, qualquer coisa questionável".

"Eu acredito que eles estavam usando leis que foram feitas para monitorar discursos políticos de ódio por qualquer coisa, mesmo que isso fosse errado... Eu diria que ter sucesso é um bom jeito de responder às pessoas que tentaram te parar... Eu acredito [que a censura] fez nossa banda maior. Foi uma verdadeira falha da parte de quem tentou nos deter - ninguém foi parado. Somos sortudos o suficiente de ter a liberdade de falar, e isso acabou vencendo em nosso caso. A censura é provavelmente vista como um esforço inútil por muitas pessoas, porque ainda estamos aqui".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 08 de maio de 2015

3050 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Cannibal Corpse"

Capas AssustadorasCapas Assustadoras
Loudwire elege as Top 10 do Metal

Cannibal CorpseCannibal Corpse
Filhinha de 10 anos do baterista detesta a banda

Cannibal CorpseCannibal Corpse
Quem nunca fez sexo ouvindo a banda?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Censura"0 acessosTodas as matérias sobre "Cannibal Corpse"

Marilyn MansonMarilyn Manson
Segundo a Billboard, é dele o vídeo mais assustador

ManowarManowar
Você acha as fotos da década de 80 ridículas?

MetalMetal
As oito maiores tretas entre músicos do gênero

5000 acessosJared Leto: a reação ao se ver no papel do Coringa5000 acessosElectra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine5000 acessosNamore um cara que goste de Metal5000 acessosVan Halen: a música que retrata o suicídio de Kurt Cobain5000 acessosMarilyn Manson: cantor admite que já chorou por falta de drogas5000 acessosConfissões de uma groupie - a autobiografia de Pamela Miller

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online