Guitar Hero: jogo aumentou interesse por instrumentos reais

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Computer and Video Games, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Jogos musicais como o ‘Guitar Hero’ estão “revigorando a indústria musical” e impulsionando a venda de guitarras, afirmou a (major de games eletrônicos) Activision em matéria de 2009.

5000 acessosMorbid Angel: "banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1980

Falando durante sua conferência na CES (Consumer Expo Show, maior feira de eletrônicos do mundo, realizada em Las Vegas todo Janeiro) na semana passada, o CEO de Publishing da Activision, Mike Griffith, afirmou que as vendas de guitarras elétricas e amplificadores para novatos e iniciantes subiram 27 por cento durante 2007, de acordo com a (rede americana de lojas de instrumentos musicais) Guitar Center.

O aumento é creditado a jogos musicais como ‘Guitar Hero’, disse a Guitar Center.

As notícias chegam depois da Activision declarar que o "Guitar Hero III: Legends of Rock" tornou-se o primeiro jogo da história a suplantar 1 bilhão de dólares em vendas.

Além disso, dois terços dos não-músicos expostos a jogos musicais planejam começar a tocar um instrumento de verdade nos próximos anos, disse o chefe da Activision, e três quartos dos músicos disseram que eles têm passado mais tempo com seus instrumentos desde que descobriram um jogo musical.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guitar Hero"

Vuvuzela HeroVuvuzela Hero
Guitar Hero é difícil de jogar? Seus problemas acabaram!

Zakk WyldeZakk Wylde
"Guitar Hero é a melhor coisa desde Eruption"

Guitar HeroGuitar Hero
Veja como o jogo desgraçou uma geração inteira

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guitar Hero"

Morbid AngelMorbid Angel
"Banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1980

SlashSlash
Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson

5000 acessosAve, Satan!: As dez melhores músicas sobre o Inferno5000 acessosSystem Of A Down: Daron Malakian ensina como ser músico5000 acessosDr. Sin: Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis Tadeu5000 acessosLoudwire: Os 10 melhores covers de faixas do Iron Maiden5000 acessosSlayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda5000 acessosRaimundos: "Deu onda" é coisa fugaz e vai durar dois meses

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online