Tony Martin: ex-Black Sabbath no novo álbum do Black Widow?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Zé Elias, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 03/03/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O vocalista Tony Martin, ex-integrante do BLACK SABBATH, demonstrou interesse em participar do novo álbum da banda britânica BLACK WIDOW. O título do disco, ainda provisório, é "Sleeping With Demons".

828 acessosBlack Sabbath: Assista trailer de The End Of The End5000 acessosSolos: Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal

A voz que deu novo gás ao BLACK SABBATH, entre 1987 e 1991, e depois de 1993 a 1997, trabalhou bastante com Toni Iommi, Cozy Powell, Geezer Butler, Neil Murray e vários músicos famosos. Outros ao lado de quem esteve: Brian May, Laurie Cottle, Nigel Clocker, Mario Parga e Zac Starkey. Seu nome consta em 26 discos e seis grandes turnês mundiais.

Tony agora lidera sua própria banda e seu novo disco, "Book of Shadows", será produzido por Tom Galley. Ele diz sobre o novo material: "É o melhor que já fiz".

O novo álbum do BLACK WIDOW foi escrito quase todo por Clive Jones e Geoff Griffith. Tem a participação do talentoso tecladista Paolo "Apollo" Negri (da banda italiana de hard rock WICKED MINDS). Uma das músicas foi escrita por Sylvie M. Durette.

BLACK WIDOW espera que sua performance no festival Isle of Wight 1970 seja transformada em DVD algum dia, porque o DVD “Demons of the Night Gather to See – Beat Club 1970”, da Mystic Records, é “um grande sucesso”.

Para mais informações, visite www.myspace.com/blackwidowisback.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Kerry KingKerry King
O Deep Purple influenciou mais o Thrash que o Black Sabbath

828 acessosBlack Sabbath: Assista trailer de The End Of The End1007 acessosBanda dos sonhos: qual seria a sua?186 acessosMarcos de Ros: Tony Iommi, Dois Dedos de Prosa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Metal HammerMetal Hammer
As dez piores capas de 2012 eleitas pela revista

Fascínio pelo terrorFascínio pelo terror
Cinco bandas que dão medo

Hard RockHard Rock
De Vanilla Fudge a Led, dez álbuns seminais do gênero

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Widow"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

SolosSolos
Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal

GuitarristasGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Iron MaidenIron Maiden
Bruce Dickinson e sua preferência pelo Brasil

5000 acessosAfinal de contas, o que é um riff?5000 acessosSeparados no nascimento: Paul Stanley e Sidney Magal5000 acessosAC/DC: isso sim é uma bela estrada para o inferno5000 acessosMarilyn Manson: de quem é a culpa pelos tiroteios nos EUA?5000 acessosIron Maiden: em vídeo, Bruce aceitou prêmio com garrafa de cerveja na mão2429 acessosVan Halen: ouça o teste de Mitch Malloy para vocal em 1996

Sobre Zé Elias

José Elias da Silva Neto é paulista, nasceu em 1965. Mora em Poços de Caldas, MG. É designer gráfico, baixista e palmeirense. O primeiro rock que ouviu foi com uns 3 anos de idade, "Wooly Booly", de Sam the Sham and the Pharaos. Aos 6 anos, em 1972, foi apresentado por um primo 12 anos mais velho ao Machine Head, do Deep Purple, e ao Santana 3, saídos então do forno. Uns três anos depois, conheceu a coletânea 1962-1966 dos Beatles, aquela de capa vermelha. Mas a paixão só engrenou de vez em 1979, quando escutou o álbum No Mean City, do Nazareth. Quem tá sempre no player: Jethro Tull, Deep Purple, Queen, Led Zeppelin, Genesis, Kansas, Gentle Giant, Dixie Dregs, Emerson Lake & Palmer, Rush, Yes, Focus... e também algumas coisas de outros gêneros: jazz dos tempos de cabaré, música clássica, algo de MPB. Quem ele escutou muito, mas deixou de lado: Iron Maiden. Quem nunca lhe fez a cabeça: Kiss, Radiohead, Rolling Stones, U2, thrash metal, power metal, melodic metal, death metal (e quase tudo que leva metal no nome) e músicas com solos que duram dois dias e meio.

Mais matérias de Zé Elias no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online