Satriani: "Por quê não deixaram Michael Anthony tocar mais?"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Kako Sales, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 27/08/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Michael Christopher, do site Examiner.com, entrevistou recentemente o lendário guitarrista Joe Satriani (CHICKENFOOT). Trechos da entrevista podem ser vistos a seguir.

1366 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"5000 acessosBlack Sabbath: mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward

Sobre como o CHICKENFOOT foi formado:

“Sammy (Hagar) me convidou para umas jams em um show que ele estava fazendo em Las Vegas, isso lá em fevereiro de 2008, e eu realmente pensei estar fazendo uma jam num fim de show. Mas a química entre nós foi algo completamente único. Foi algo como THE WHO nos seus primórdios – foi algo fora do controle, alucinante, não era como quatro profissionais compondo algumas músicas, fazendo jam sessions ou coisas do tipo”.

Sobre o CHICKENFOOT ser chamado de “supergrupo”:

“Um monte desses supergrupos são construídos por gravadoras, por agentes e coisas do tipo. CHICKENFOOT foi a reunião daqueles três caras apenas fazendo jam sessions durante cerca de seis meses na cidade de Cabo, no México. Quando o Sam me convidou, eles não estavam pensando seriamente nisso, porque obviamente é uma tarefa impossível para todos nós formarmos uma banda, gravarmos um álbum e sair em turnê porque temos nossas bandas e responsabilidades. E quando terminamos a primeira jam session, olhamos um para o outro e foi como: “Caras, isso vai ser impossível...” Você sabe que está para fazer algo que não deveria fazer, mas você vai e faz mesmo assim.

Sobre Sammy Hagar dando uma entrevista em que dizia que as músicas do CHICKENFOOT eram tão boas que poderiam rivalizar com o LED ZEPPELIN:

“Conhecer Sam é ama-lo, e ele diz coisas como essas de vez em quando. Ele é um dos músicos mais apaixonados que você já viu, então se ele está entusiasmado com algo, ele vai abraçar e seguir em frente. Eu descobri isso quando ele deu uma entrevista depois de tomar uns goles de tequila e ele estava se sentindo maravilhado após escutar a uma de nossas demos e ele queria que todo mundo soubesse disso. Eu acho que ele está realmente tentando pegar leve, mas ele não consegue, e quando explode, saem coisas desse tipo, saca?”

Sobre sua postura como guitarrista durante o processo de composição do álbum do CHICKENFOOT:

“Eu quis tentar evitar o que Sammy fez com Ronnie (Montrose) e o que ele fez com Eddie (Van Halen). E do ponto de vista de um cara viciado em guitarra, eu vi que Eddie tipo que foi o precursor daquela postura onde ele pirava o tempo todo, do começo ao fim da música. É como um Eddie solo com vocais em cima – e eu adoro isso, porque sou um fã, mas eu não vou entrar no território dele; vou ser mais como Jimi Hendrix e Jimmy Page e criar uma postura de guitarra base para que eu possa criar um som diferente para cada música”.

Sobre seu colega de banda, o ex-VAN HALEN, Michael Anthony:

"Por quê no VAN HALEN não deixaram Michael Anthony tocar mais??... Ele é um músico fantástico e um enorme apoio no baixo. Todos os dias, quando íamos gravar, eu pensava: 'Isso é incrível!' Eu nunca saberia que ele podia preencher tão bem esse vácuo, porque eu costumava ouvi-lo no VAN HALEN e ele basicamente seguia o EDDIE. Foi ótimo escutar o verdadeiro Michael Anthony ressurgir nas gravações e preencher todo aquele espaço”.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Van HalenVan Halen
Em "5150", uma banda mais compacta e divertida

1366 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"474 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

GuitarraGuitarra
Os melhores solos da história segundo a Guitar World

Oops!Oops!
Dez erros eternizados em gravações

Hard Rock e MetalHard Rock e Metal
Os vinte discos mais vendidos nos EUA

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Chickenfoot"0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"0 acessosTodas as matérias sobre "Joe Satriani"

Black SabbathBlack Sabbath
Mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward

InspiraçãoInspiração
30 canções (não somente rock) para mantê-lo motivado

MetallicaMetallica
Prejudicando as finanças da Igreja Universal

5000 acessosBizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James Dio5000 acessosRock Progressivo: Você sabe que está ouvindo demais quando...5000 acessosIron Maiden: Rachel Sheherazade é uma grande fã da banda4251 acessosPhil Anselmo: "cantar afinado é como uma obrigação"5000 acessosLars Ulrich: quando conheci o Motorhead decidi montar o Metallica5000 acessosMustaine: A7X ou Trivium? Não, ouça Metallica, Megadeth, Slayer

Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre Kako Sales

Mais matérias de Kako Sales no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online