Chickenfoot: "É como era nos primórdios do Van Halen!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Ultimate Guitar.com, Tradução
Enviar Correções  

O baixista Michael Anthony (CHICKENFOOT, VAN HALEN) recentemente concedeu uma entrevista ao UltimateGuitar.com e abaixo seguem alguns trechos da conversa.

Eagles: o significado da clássica "Hotel California"

Bandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palco

O álbum do CHICKENFOOT exala um sentimento tão forte de diversão e emoção, algo que lembra muito do que foi capturado nos primeiros álbuns do VAN HALEN.

Anthony: "Você acertou em cheio. Óbvio que tocar em um novo grupo em uma situação como esta te inspira a tocar de forma diferente. E esses caras são ótimos músicos e isso eu nem preciso falar. Então somos bons amigos se divertindo. E é exatamente como era nos primórdios do VAN HALEN pois pouco depois, todos estavam fazendo suas próprias coisas. Mas isso me faz lembrar a razão inicial pela qual eu entrei nesse tipo de negócio. E é porque você pode se divertir enquanto o faz."

Como baixista, por ter tocado com o Alex Van Halen durante tantos anos, foi um desafio tocar com o Chad Smith que possui um estilo mais funk do que você está acostumado a fazer?

Anthony: "Definitivamente, essa banda é feita de uma mistura incomum de características. Chad é um ótimo cara. Eu o conheci há uns quatro anos atrás, em Cabo San Lucas no México. Ele tem uma casa lá e na verdade foi onde Sammy o conheceu também. Nós três acampamos lá várias vezes, e obviamente, antes do CHICKENFOOT acontecer, eu toquei com o Chad em várias ocasiões. E ele possui esse estilo de rock funk original, o que é muito legal e o qual ele trouxe para a banda."

Comparando a forma como o Sammy fez os álbuns do VAN HALEN, este álbum do CHICKENFOOT foi feito a partir de uma abordagem diferente?

Anthony: Foi muito mais próximo de como fazíamos música no começo do VAN HALEN quando alguém tinha alguma idéia. O Joe [Satriani] fez a maioria dos riffs básicos deste álbum, e todos nós apenas jogamos nossas idéias e as misturamos. Ninguém durante a gravação ou durante os ensaios disse ao outro como ele deveria tocar."

Para ler a entrevista completa (em inglês) acesse o link abaixo.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Eagles: o significado da clássica Hotel CaliforniaEagles
O significado da clássica "Hotel California"

Bandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palcoBandas Novas
10 coisas que vocês jamais devem dizer no palco


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin