Byrds: "tentei convencer Lars Ulrich que ele estava errado"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Nightwatchershouseofrock, Tradução
Enviar Correções  

O Spinner Canada relatou que o METALLICA poderia não ter enfrentado toda a confusão pública com os fãs se tivesse dado ouvidos ao ex-vocalista do BYRDS, Roger McGuinn.

Marcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

Autismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quando Lars Ulrich, baterista do METALLICA, foi depor perante o Congresso contra o compartilhamento de arquivos em 2000, McGuinn diz que tentou convencê-lo de que os downloads eram o futuro.

"Eu conversei com o Lars mas ele parecia não entender. Ele ainda estava firmemente ao lado das gravadoras, pensando que as pessoas estavam passando-o para trás. Minha atitude era como, 'Ei - é o novo rádio. Vocês devem ficar contentes quando as pessoas explorarem seu material e começarem a partilhar, pois isso significa que eles virão aos seus shows e comprarão seus trabalhos, e vocês vão ganhar muito mais dinheiro desta forma."

Apesar de estar com 58 anos na época - e de ser um produto dos anos sessenta - McGuinn estava à frente da curva de downloads. Cinco anos antes, ele havia lançado o Den Folk, um site onde ele oferecia música de graça. Atualmente, McGuinn ainda grava uma música folclórica tradicional por mês e a oferece por meio de download gratuito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Parece estranho que um cara de 67 anos apoiaria tanto uma nova tecnologia, mas devemos considerar que McGuinn sempre foi um pioneiro. Ele é responsável pelo característico som "jingle-jangle" de guitarra e sua antiga banda, THE BYRDS, é creditada como tendo dado o pontapé de partida tanto do psicodélismo quanto do country rock. No entanto, sua posição sobre os downloads tinha mais a ver com as gravadoras do que com a tecnologia.

"Eu diria que 90 por cento dos artistas com gravadoras não recebem dinheiro delas", diz McGuinn, que já trabalhou como compositor por 35 dólares por semana. "Eles ganham dinheiro a partir de apresentações e outras coisas".

McGuinn lamenta que as gravadoras tenham recentemente atacado o YouTube por violação de direitos autorais. ‘É um novo tipo de rádio. É uma nova MTV. É uma nova mídia’, diz ele, observando que o YouTube oferece exposição valiosa para a música. ‘Acabar com ele é dar um tiro no próprio pé".

Embora sempre tenha apoiado a utilização da tecnologia para o desenvolvimento da música, o homem que nos deu 'Eight Miles High"," Turn! Turn! Turn! e "Mr. Spaceman" não vê nenhum valor musical no jogo de vídeo game Rock Band.

"Rock Band não é musicalidade", diz ele. Rock Band é coordenação controlada ... pode ser bom para o sincronismo de um baterista ou algo assim, mas você não está tocando música de verdade com isso."




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Marcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron MaidenMarcelo Maiden
Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

Autismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismoAutismo
Rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismo


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline WhipDin