Matérias Mais Lidas

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemDepeche Mode divulga a causa oficial da morte de Andy Fletcher

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemPerformance "controversa" de Axl Rose em show viraliza no Tik Tok

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemSlash explica por que rejeitou Corey Taylor no Velvet Revolver

imagemBob Dylan explica a diferença entre suas composições e as de Paul McCartney

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemQuantos discos o Guns N' Roses vendeu no Brasil e no mundo? Veja os números


Regis Tadeu: Air oxigena o rock progressivo com novo álbum

Por Emanuel Seagal
Fonte: Yahoo Música
Em 12/11/09

Regis Tadeu, editor das revistas Cover Guitarra, Cover Baixo, Batera, Teclado & Piano e Studio, escreveu em sua coluna no Yahoo! sobre rock progressivo. Confira abaixo alguns trechos.

Se você acha que rock progressivo moderno é aquela maçaroca chatíssima e pretensiosa que o Dream Theater mostra em seus CDs, com suas músicas de 484 minutos de duração, pode parar de ler este texto agora mesmo. Nem passe os olhos pelo parágrafo seguinte. Vá "babar ovo" para o virtuosismo estéril da banda do Mike Portnoy e não perca seu tempo comigo.

Ok, se você continuou a ler o que estou escrevendo, ou é um cara curioso ou realmente está interessado em música e não em masturbação técnica exibicionista. Então, saiba que não sou daquele tipo de cara que execra o rock progressivo como se o estilo fosse algum tipo de lepra assassina. Muito pelo contrário! Por ter crescido ao longo de um período em que grandes álbuns foram lançados - "In the Court of Crimson King", do King Crimson; "Selling England by the Pound", do Genesis; "Fragile", do Yes; "Trilogy", do Emerson, Lake & Palmer; "The Power and the Glory", do Gentle Giant, "Hamburger Concerto", do Focus, e, claro, "The Dark Side of the Moon", do Pink Floyd, entre tantos outros -, ainda ouço inúmeros trabalhos de bandas daquela época com o mesmo prazer de outrora.

Para ler a matéria na íntegra acesse este link.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com Iron Maiden e Black Sabbath até chegar ao metal extremo e se apaixonar pelo doom metal. Considera Empyrium e X Japan as melhores bandas do mundo, Foi um dos coordenadores do finado SkyHell Webzine, escreveu para outros veículos no Brasil e exterior, e sempre esteve envolvido com metal, seja com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa. Escreve para o Whiplash! desde 2005 mas ainda não entendeu a birra dos leitores com as notícias do Metallica. @emanuel_seagal no Instagram.

Mais informações sobre

Mais matérias de Emanuel Seagal.