Dave Mustaine: "toco música porque amo fazer isso"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marco Néo, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 17/12/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Greg Giles, do "Metal On KLQ", recentemente entrevistou o líder do MEGADETH, Dave Mustaine. Seguem alguns trechos da conversa:

46 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosDead Fish: A proposta mais indecente que a banda já recebeu pelo Facebook

Sobre o baterista do MEGADETH, Shawn Drover, e os detratores da banda na internet:

Mustaine: "Tivemos alguns momentos que foram bem difíceis para ele, foram muito dolorosos para mim e eu sei o quanto ele se preocupa comigo. E esse tipo de coisa o deixa realmente triste, coisas como alguns desses web sites cujo único objetivo é me atacar; isso o incomoda. Mas eu falei com ele... Eu disse: 'Não se preocupe com isso. Eu domino esses web sites. Eles (os detratores da internet) não conseguiriam ficar um dia sem falar de mim, o que é fantástico. Eles podem falar mal do jeito que quiserem.' Um dia, os caras que estão falando isso vão se tocar que perderam a oportunidade de ver uma lenda, o que vai ser azar deles. Mas o que quero dizer é que eu gosto de pessoas que pensam por si próprias. E eu acho muito legal a forma pela qual nós estamos conquistando um público novo neste exato momento — especialmente com o 'Endgame', que é um álbum bastante excitante."

Sobre o motivo pelo qual houve tantas mudanças de formação no MEGADETH no decorrer dos anos:

Mustaine: "Nada mais do que uma falta de visão comum. Existe um objetivo comum e um caminho em comum e quando nós começamos a ir cada um em uma direção diferente, é como uma trança com três fios... Se você começa a desfazer a trança e cada um vai para um lado, ela vai perder sua força. Eu me lembro do dia em que estava em Tóquio e (os agora ex-membros do MEGADETH) Marty Friedman, David Ellefson e Nick Menza estavam todos sentados almoçando comigo e começaram a falar que queriam dinheiro para tão-somente estar no mesmo local comigo quando eu estivesse tocando guitarra e compondo, porque eu não conseguiria compor as músicas se eles não estivessem ali me acompanhando. Foi aí que eu pensei: 'OK, essa foi a gota d'água. O relacionamento musical entre nós acabou. Não é porque vocês não conseguem compor músicas que eu é que tenho que ser punido' E isso matou nosso relacionamento. E... O que foi que eles fizeram desde então? Eu amo esses caras — bom, eu não amo o Ellefson — eu me preocupo muito com eles e os respeito por tudo o que fizeram pela marca e pelo legado do MEGADETH e todos eles têm um lugar no meu coração. Mas há uma diferença. Quando você perde sua visão e está nesse negócio pelos motivos errados. Porque, se você está tocando música pelo dinheiro, está fazendo pelo motivo errado. Eu toco música porque amo fazer isso."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Dave Mustaine classifica os guitarristas da banda

46 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa446 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3351 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Astros do rockAstros do rock
O patrimônio líquido de cada um

MegadethMegadeth
Tocar com Kiko e Adler é como um grupo de 4 rockstars

Dave MustaineDave Mustaine
Ele não tem mais problemas com King Diamond

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Dead FishDead Fish
A proposta mais indecente que a banda já recebeu

Raul SeixasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Teoria da ConspiraçãoTeoria da Conspiração
Slipknot troca membros em shows ao vivo?

5000 acessosEm vídeo: Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano5000 acessosBizarro & Absurdo: 12 Tristes Realidades da Música5000 acessosO tempo, ah o tempo!: rockstars nos anos oitenta e hoje5000 acessosAngra: Rafael Bittencourt fala de racismo, carnaval e Megadeth5000 acessosTony Martin: "apagado da história do Sabbath"4958 acessosNergal Darski: A música extrema de hoje é masturbação entediante

Sobre Marco Néo

Nascido na primeira metade dos anos 70, teve seu primeiro contato com sons pesados quando o Kiss veio para o Brasil, em 83, mas não compreendeu bem o que era aquilo. A contaminação efetiva ocorreu um ano depois, quando conheceu Motörhead, Judas Priest, AC/DC, Iron Maiden. Desde então, tornou-se um apaixonado colecionador de tudo o que se refere a Metal e Rock'n'Roll, independentemente de subestilos.

Mais matérias de Marco Néo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online