Glenn Hughes e Evergrey: matérias no Metal Revolution

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Luiz Cardoso, Fonte: Portal Metal Revolution
Enviar correções  |  Ver Acessos

Disponível no Portal Metal Revolution matérias sobre as apresentações da voz do rock GLENN HUGHES e da banda EVEREGREY no Carioca Club em São Paulo. O show de Hughes (abertura da CASA DAS MÁQUINAS) contou com um set que viajou na trajetória do frontman, em especial por sua passagem pelo Purple; já o Evergrey (abertura: TEMPESTT, BITTENCOURT PROJECT, EMPURIOS) trouxe ao palco um pouco de sua sonoridade prog/melódico baseado nos 14 anos de carreira da banda.

Mais detalhes no link abaixo.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Glenn Hughes"Todas as matérias sobre "Evergrey"


Glenn Hughes: o surgimento da voz do rock no Trapeze (vídeo)The Dead Daisies: vídeo com bastidores da primeira música com Glenn Hughes é divulgadoSoren Andersen: guitarrista lança novo videoclipe para a música "Skybar"

Rainbow: Ritchie Blackmore convidou Glenn Hughes para a nova formaçãoRainbow
Ritchie Blackmore convidou Glenn Hughes para a nova formação

Glenn Hughes: Deus tem senso de humor, se planejo algo ele muda tudoGlenn Hughes
"Deus tem senso de humor, se planejo algo ele muda tudo"


Meet & Greet: Como os roqueiros de verdade se comportamMeet & Greet
Como os roqueiros de verdade se comportam

Motorhead: perguntas dos fãs respondidas por LemmyMotorhead
Perguntas dos fãs respondidas por Lemmy


Sobre André Luiz Cardoso

Desde 2003 a frente do Website Metal Revolution, começou no mundo do rock ouvindo Bon Jovi e Guns 'n Roses, mas após conhecer bandas como Iron Maiden e ir ao seu primeiro grande evento em 2001 (Nevermore) entrou literalmente de cabeça no meio metal. Hoje em dia, possue como banda favorita os thrashers do Kreator, mas tornou-se uma pessoa eclética que ouve do hard ao black metal, do gótico ao death, passando por thrash, tradicional, power, industrial, até mesmo anos 80 e EBM.

Mais matérias de André Luiz Cardoso no Whiplash.Net.