[an error occurred while processing this directive]

Matérias Mais Lidas


Stamp

Alice Cooper: comida, capitalismo e camisetas molhadas

Por Gabriel Costa
Fonte: Attention Deficit Delirium
Postado em 13 de março de 2010

Bryan Reesman, do Attention Deficit Delirium, recentemente conduziu uma entrevista com o lendário roqueiro ALICE COOPER sobre o restaurante do músico, Cooperstown, que fica em Phoenix, Arizona. Confira alguns trechos da conversa abaixo.

Alice Cooper - Mais Novidades

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

Então Cooperstown tem uma atmosfera divertida?

Cooper: "Oh, yeah. Eu projetei o restaurante para ser rock `n` roll e esportes porque percebi que essas são as duas coisas sobre as quais todo mundo pode concordar. Essas são as duas coisas que não podem dar errado. Então você tem um baixo do THE WHO e um bastão de Al Kaline [Albert William "Al" Kaline, ex-jogador de baseball e membro do Baseball Hall of Fame]. Você tem tacos de golf de Johnny Miller e uma pele de bateria dos ROLLING STONES. A maior parte da nossa clientela vai ou para um jogo dos Phoenix Suns ou do Diamondback, porque nós estamos perto dos estádios desses times. Você tem que passar bem na frente do restaurante. Então eu disse: 'churrasco'. Todo mundo adora churrasco. Eu disse, vamos fazer conseguir grandes fãs simplesmente soprando o cheiro do churrasco lá para fora. Se eu tivesse que escolher entre ir ao estádio e comprar um cachorro quente por oito dólares ou entrar no Cooperstown e alimentar minha família por quinze, eu acho que escolheria a segunda opção. Uma vez o [famoso chef] Anthony Bourdain entrou, ele queria experimentar os cachorros quentes de 60 centímetros. Nós temos um cachorro quente de 60 centímetros chamado The Big Unit, e sempre que alguém o pede, sirenes tocam."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Você é muitas coisas — roqueiro, golfista, apresentador de rádio. Por que restaurateur?

Cooper: "Meu empresário Shep Gordon é um 'foodie' [termo informal para aficcionados por gastronomia]. Ele costumava empresariar Roger Verge e Wolfgang Puck [renomados chefs francês e austríaco, respectivamente], e tornou esses caras estrelas internacionais. Ele virou e falou 'Como é que pode todo mundo tratar vocês como se fossem ajudantes? Vocês deviam ser rock stars'. Então ele os organizou. A razão pela qual esses caras estão ganhando 100 mil dólares toda vez que saem é que Shep os colocou nessa situação. Então ele é o 'foodie'. Alguém veio até nós e disse, 'O que vocês acham de um restaurante de esporte no centro?' E eu disse, 'Se você disser Alice`s Restaurant, eu vou te acertar com uma chave de roda.' Eles disseram, 'Não, Cooperstown.' E eu achei que aquilo era até esperto. Eu disse que contanto que fosse um lugar orientado para a família onde você não tenha que se preocupar com um concurso de camisetas molhadas — você pode levar seus filhos, e eles podem fazer suas festas de aniversário lá — e eu não quero tudo seja frito. Eu quero que a comida seja algo do que as pessoas gostem e voltem por ela."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Há outros roqueiros que embarcaram em empreendimentos gastronômicos. Geoff Tate (QUEENSRŸCHE) e Maynard James Keenan (TOOL, A PERFECT CIRCLE, PUSCIFER) fazem vinho. Sammy Hagar (CHICKENFOOT, ex-VAN HALEN) tem sua tequila e Michael Anthony (CHICKENFOOT, ex-VAN HALEN) e Joe Perry (AEROSMITH) têm molhos picantes. Por que você acha que rock stars que estão na ativa há 30 ou 40 anos estão tendendo para esse tipo de empreendimento?

Cooper: "Nós obviamente compreendemos que nossos nomes valem alguma coisa. Eu acho que todos nós temos nossos lugares favoritos para ir comer. Uma das coisas que eu gostei a respeito disso é que o edifício do restaurante tem 100 anos. É de tijolo e meio que parece com o estádio dos Chicago Cubs. Eu não queria perder todos os antigos tijolos e tudo mais, então nós mantivemos isso. Tem um sentimento muito caloroso. Quando você entra, realmente se sente em casa. Eu quero que pareça que isso está aqui há um longo tempo. Eu não quero que pareça um restaurante novo. Isso é parte do truque, fazer as pessoas sentirem como se chegassem aqui e pertencessem ao lugar. E também o fato de que eu estou lá [de vez em quando]."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

Leia a entrevista completa (em inglês) no Attention Deficit Delirium.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze 2024

Top 10: músicas boas "escondidas" em discos não tão bons

Rolling Stone: lista das melhores músicas sobre sangue

O dia que Alice Cooper enquadrou John Lennon e disse que não faria músicas politizadas


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Gabriel Costa

Carioca, jornalista por profissão e roqueiro de nascença, Gabriel teve o primeiro contato direto com o rock and roll ao ouvir o álbum de estreia do Black Sabbath em um velho vinil de seu pai. Garoto do século 20, nascido em 1984, é absolutamente fascinado por tudo o que envolve o estilo, da música à mitologia. Canta na banda Six Pack Wonder, escuta de Backyard Babies a Strapping Young Lad, ama The Wildhearts e segue fielmente os ensinamentos de Lemmy e Danko Jones. Escreve no Twitter em http://twitter.com/gabrielccosta.
Mais matérias de Gabriel Costa.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS