Rob Halford: entrevista em Premiação de Gays e Lésbicas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

"Access Hollywood" entrevistou o líder do JUDAS PRIEST Rob Halford em 17 de abril de 2010 na apresentação em Los Angeles da 21ª Cerimônia de Premiação da Aliança de Gays e Lésbicas Contra a Difamação (GLAAD) no Hyatt Regency Century Plaza.

O GLAAD Media Awards reconhece e honra a mídia pela representação justa, precisa e inclusiva da comunidade lésbica, gay e congêneres e questões que afetam sua vida.

publicidade

Quando perguntado por que a GLAAD é uma organização importante, Halford repondeu, "ainda estamos em uma longa jornada, ainda há muita luta acontecendo, ainda há muitas coisas que precisam ser feitas para trazer a igualdade que acho ser a coisa humana a se fazer. Então esse evento realmente coloca isso em foco, junto com muitas outras coisas que estão acontecendo aqui hoje."

publicidade

Ele acrescentou, "Acho que o Ricky [Martin, cantor pop] foi realmente eloqüente na declaração que ele fez sobre a razão dele ter adiado [o anúncio de que ele é gay]. No fim do dia, você está lidando com uma questão muito pessoal e privativa. Você está rodeado de pessoas que te amam e se importam com você, que só querem o melhor pra você, mas você acaba levando um tipo de vida dupla, que foi o caso do Ricky, foi o meu próprio caso, o do Elton [John], do George [Michael]. O que ele fez foi incrivelmente importante para ele e acho que para a comunidade que foca principalmente no trabalho do Ricky, a comunidade latina. Então, de um jeito ou de outro, parecemos estar cobrindo todos os territórios. Estou no rock e metal, Ricky está no pop/rock, assim como o Elton e o George, e um número de outras pessoas. Então acho que cada momento em que você dá um grande passo a frente é incrivelmente valioso."

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Felipe Andreoli: Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra...Felipe Andreoli
"Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra..."

Sepultura: Pavarotti gravou uma versão de Roots Bloody Roots?Sepultura
Pavarotti gravou uma versão de "Roots Bloody Roots"?


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin