Judas Priest: Halford fala sobre novo álbum e carreira solo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: BraveWords.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 18/07/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


Mitch Lafon, do site canadense Bravewords & Bloody Knuckles, recentemente conduziu uma entrevista com o vocalista do JUDAS PRIEST, Rob Halford, que falou sobre sua carreira solo, os vindouros lançamentos de sua banda, HALFORD, apresentações ao vivo, entre outros assuntos. Confira o bate-papo logo a seguir:
498 acessosIn This Moment: cover de Phil Collins e dueto com Rob Halford5000 acessosSlipknot: Corey explica as nojentas desvantagens das máscaras

BraveWords.com — Podemos falar a respeito de seu novo álbum, “Halford IV – Made of Metal”, que chega às lojas em outubro?
Rob Halford — Podemos falar um pouco, sim. No momento, ainda estamos naquele estágio de juntar tudo, mas está bem excitante. Há realmente muitas ideias boas por lá. Alguns pedaços sólidos de metal, mas você realmente não pode falar sobre música — você tem que ouvi-la. ‘The Mower’ [N. do T.: single do vindouro álbum, disponibilizado recentemente] é apenas uma indicação de nossas ideias. Não representa como todo o álbum vai soar. Terá um pouco de tudo. Fiz tantas coisas em se tratando de metal nas últimas quatro décadas e algumas vezes você não tem uma agenda, mas uma direção, um tema ou plano. Bem, ainda não tenho um para este álbum. Apenas tem sido muito divertido fazer coisas que fazem com que eu me sinta bem em termos de composição. As músicas que estão saindo são realmente uma expressão real e de tantas coisas legais com as quais estive envolvido com o metal nos últimos anos.

BraveWords.com — Então será uma culminação de tudo que você já fez?
Halford — Sim, será como tudo que já fiz em termos de metal com muitas ideias diferentes. Não serão dez faixas ao estilo ‘The Mower’. Cada faixa é extraordinariamente diferente da outra, e é isso que torna o disco tão fascinante de se ouvir. Gosto de manter a atenção, deixas as coisas interessantes, deixá-lo entretido e fazê-lo pensar: ‘uau, não esperava por isso, e ficou legal!’. Todos esses elementos estão no novo álbum. É uma oportunidade de lançar um material e mostrar o que a banda HALFORD é capaz de fazer.

BraveWords.com — Falando da banda HALFORD, o festival “Heavy MTL” acontecerá no dia 24 de julho. O que o fez decidir voltar à estrada com sua banda solo novamente?
Halford — A banda que liderou minha vida foi o JUDAS PRIEST, e o tempo que passei afastado dela foi uma grande lição para mim. Fez com que eu apreciasse e entendesse o valor do JUDAS PRIEST na minha vida, mas também adoro as oportunidades que uma carreira solo pode me oferecer, e ainda me sinto dessa forma. Assim que a agenda do PRIEST entrou em hiato neste ano, apenas quis me divertir novamente com esta pequena janela de oportunidade. Obviamente, o PRIEST voltará entre 2011 e 2012, então foi algo como ‘o que posso fazer nesse meio tempo?’.

BraveWords.com — Você anunciará mais datas com sua banda solo? Ou serão apenas alguns pequenos shows especiais aqui e acolá?
Halford — Olharemos de forma realística o que este álbum, ‘Halford IV’, poderá fazer por nós. Assim que fizermos o show de São Francisco, o de Montreal e as datas do festival Ozzfest, gostaria de sentir que todos estão excitados em ver o que esta banda ainda é capaz de alcançar. Não há razão em sair por aí sem algum propósito ou alguma satisfação do momento que você tira em estar em uma banda e que os fãs tiram do que você faz. Então, se tudo se conectar de forma correta, haverá mais datas, definitivamente.

BraveWords.com — Os shows de Montreal e do festival itinerante Ozzfest trarão o mesmo repertório ou haverá diferenças entre os shows?
Halford — Nós vamos misturar. No momento estamos ensaiando e aprendendo muitas e muitas canções. Teremos posições diferentes no show de Montreal e nos shows do Ozzfest. Então, você tem que ser flexível.

BraveWords.com — Você terá 45 minutos em Montreal. Ou seja, não é muito.

Halford — Não é muito, mas em 45 minutos você tem uma tremenda quantidade de informação que você pode estender se fizer as coisas do modo correto. Você pode mostrar do que é capaz de fazer em um curto espaço de tempo.

BraveWords.com — Você vai se concentrar em sua carreira solo ou haverá também aqueles grandes hits do JUDAS PRIEST?

Halford — É um dilema, não é? Minha resposta é, se você quer JUDAS PRIEST, por que não ter isso da fonte original? Agora que estou de volta ao PRIEST, faz mais sentido que você ouça as canções com sua banda original. É algo muito importante para mim comunicar isso. ‘Breaking The Law’ soa muito melhor quando tocada por Glenn, Ken, Scott, Ian e eu. E é isso. Isso é ‘Breaking the Law’. Qualquer outra coisa que eu faça, será uma imitação. Apesar de ‘a voz’ estar lá, não tem nada a ver fazer isso. A banda HALFORD é o que é, com suas forças e personagens e canções que a fizeram ser o que é. Tudo bem, só lançamos dois álbuns, mas há material novo a caminho e acredito que as músicas que compusemos para ‘Resurrection’ e ‘Crucible’ são viáveis para qualquer banda. São músicas fortes. Essas músicas ainda podem ser trabalhadas. Então, vamos nos concentrar nisso.

BraveWords.com — Que bom! Porque “Resurrection” foi um álbum brilhante.

Halford — Obrigado. É um trabalho bem forte e será divertido tocar o material dele novamente.

BraveWords.com — Agora, vamos falar a respeito do CD e DVD "Live In Anaheim". Quando falei com você no passado, você já havia mencionado lançar diferentes materiais ao vivo de seus projetos ao longo dos anos. Assim foi com o CD/DVD “Rock in Rio” e agora com este "Live In Anaheim". Você já lançou tudo ou ainda há algum material guardado?

Halford — Ainda há muito material. Nós praticamente tínhamos câmeras em todos os shows que a banda HALFORD fez nos últimos anos. Ainda há muitas filmagens nossas por aí. Ainda não sei o que faremos com elas, mas é legal pensar que há material guardado. E lançar este ‘Live In Anaheim’ fez mais sentido agora porque estávamos acertando os detalhes de nossa pequena gravadora, a Metal God Records, e porque eu detinha todo esse material em meu poder. Posso fazer o que quiser com o material que tenho do HALFORD e do FIGHT.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MastodonMastodon
Dailor sofreu após Hinds dizer que Judas Priest não é metal

498 acessosIn This Moment: cover de Phil Collins e dueto com Rob Halford711 acessosJudas Priest: banda lança jogo oficial "Road To Valhalla"527 acessosJudas Priest: álbum clássico "Sin After Sin" completa 40 anos796 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Judas Priest"

VH1VH1
As 100 melhores músicas de hard rock

K. K. DowningK. K. Downing
Guitarrista fala sobre Geoff Tate e sofá assassino

CinemaCinema
As melhores músicas de Rock/Metal em filmes de terror

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Rob Halford"0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"

SlipknotSlipknot
Corey explica desvantagens das máscaras

Bizarre MagazineBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Stoner RockStoner Rock
Um guia básico para o estilo

5000 acessosMetallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio5000 acessosSlipknot: causando medo no cantor Latino durante o Rock In Rio5000 acessosMegadeth: as pérolas mais polêmicas ditas por Mustaine5000 acessosCoisa de boy: Mais de 50% dos roqueiros é da classe A, diz IBOPE5000 acessosMetallica: banda dubla Rihanna em trailer de "Carpool Karaoke"4844 acessosJeff Hanneman: Metal Hammer homenageia com belo pôster

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online