Guns N' Roses: a banda deveria se reunir sem Axl Rose?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Paccelly, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 05/08/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


O LED ZEPPELIN esteve incrivelmente perto de uma turnê sem o vocalista Robert Plant, mas isso nunca aconteceu. É uma idéia interessante, contudo, uma banda decidir pegar a estrada mesmo que o vocalista não esteja interessado. Esse poderia ser o caso do GUNS N 'ROSES, visto que Axl Rose parece desinteressado. Então, será que o baterista Steven Adler consideraria tocar apenas com Slash, Izzy Stradlin e Duff McKagan?
1121 acessosGuns N' Roses: em 2° lugar no ranking dos que mais faturaram em 20165000 acessosCapas de álbuns: algumas curiosidades e histórias

"Não, não, nunca, não, não, isso é ridículo", disse Adler para Dave Basner da VH1 Radio Networks. "'Appetite for Destruction' [o primeiro album do GUNS N' ROSES, 1987] é um dos cinco discos que ainda está vendendo após 20, 30 anos e ainda é popular. Isso mostra como é difícil encontrar quatro ou cinco pessoas certas que podem fazer essa magia, essa magia especial."

Adler chegou a dizer que eles têm considerado alguém. "Aquele cantor Myles Kennedy [do ALTER BRIDGE] com quem o Slash está trabalhando, ele é incrível", disse Steven a Basner. "Cara, isso é 'Thor', o deus do trovão. Ele é ótimo e se alguém poderia ir até lá, seria ele, mas ele não tem a química que nós cinco tínhamos porque Axl, sua atitude; a frieza do Izzy; a timidez do Duff; a loucura do Slash e a minha extroversão, tudo isso se encaixava bem."

Como relatado anteriormente em uma entrevista no Ultimate-Guitar.com, Adler alfinetou o seu substituto do GUNS N' ROSES, Matt Sorum. Adler foi expulso da banda em 1990 devido ao uso de drogas, e quando perguntado como se sentiu quando soube que Sorum tocaria na banda em 1991, no album "Use Your Illusion", Adler disse: "É apenas uma versão meia-boca de baixa qualidade. Nada pessoal contra o cara, mas ele é como uma maldita máquina na bateria. Ele não tem coração, ele não tem alma, ele não sente. E como a vida e os anos tem mostrado, obviamente, eu não sou o baterista mais fácil de ser substituído".

Adler acrescenta que ele acha que os álbuns "Use Your Illusion" poderiam ter sido ainda maiores que o álbum de estreia da banda de 1987, "Appetite For Destruction", se ele estivesse neles. No que diz respeito à reunião do GUNS original, Adler diz: "Eu amaria isso mais do que qualquer outra coisa, mas é uma coisa do Axl, cabe a ele se ele quer fazer isso. Coloque desta forma, será a coisa mais estúpida do mundo se nós não o fizermos".

Sorum disse ao The Pulse of Radio há um tempo atrás que se a banda original se reunisse, eles deveriam se apresentar com ambos bateristas, ele e Adler. "Se for eu na bateria ou Steven ou quem for, se isso acontecesse, seria ótimo, sabe", disse ele. "Eu realmente diria a eles: 'Ei, traga nós dois de volta', sabe. Deixe-me tocar as outras coisas. Teríamos dois bateristas no conjunto. Eu não me importo. Se 'Appetite' soar melhor com Steven tocando, tenha os dois lá em cima. Eles dão conta."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Em 2° lugar no ranking dos que mais faturaram em 2016

1384 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's1537 acessosFabio Lima: 13 músicas pelo Guns N' Roses1743 acessosGuns N' Roses: turnê com rappers N.W.A. quase rolou; Axl era fã0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
Courtney Love comenta reconciliação com a banda

Pagando micoPagando mico
10 maneiras de ser humilhado em um show

Guns N RosesGuns N' Roses
Funkeiro assassina clássico máximo da banda

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Capas de álbunsCapas de álbuns
A história das artes de alguns dos maiores clássicos

Idade fatídicaIdade fatídica
Dez roqueiros que se foram aos 27 anos de idade

VocalistasVocalistas
Os 10 melhores da história do rock

5000 acessosO futuro do Rock nacional: bandas autorais devem "se tocar"5000 acessosGuns N' Roses: a trágica história do baixista fundador5000 acessosJudas Priest: 10 fatos que comprovam que eles são Heavy Metal5000 acessosMetallica: os segredos de "Enter Sandman"5000 acessosRotting Christ fala de polêmicas que os cercaram5000 acessosThe Beatles: o xingamento de Paul McCartney em "Hey Jude"

Sobre Nathália Paccelly

Nathália Paccelly é brasiliense e jornalista. Nascida em 1989, foi apresentada ao Rock ainda no colégio por intermédio dos colegas que formavam bandas. Isso a estimulou a aprofundar seu conhecimento a respeito da música, possibilitando que adquirisse um gosto próprio. "Metal, Power Metal, Hard Rock, Heavy Metal, Trash Metal, Progressive Metal... gosto de todos, aprendi a ser eclética dentro do rock!" Ainda adolescente, escrevia sobre bandas iniciantes e divulgava em seu fotolog. A prática da escrita motivada pela música a ajudou a escolher sua profissão, e é agregando as duas paixões que decidiu colaborar com o site. "A ideia de ter minhas matérias publicadas neste veículo, para este público, é incrivelmente gratificante". A autora também está no twitter: @NatchyPaccelly.

Mais matérias de Nathália Paccelly no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online