Metallica: Lars Ulrich fala sobre jam de "Am I Evil?"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 09/11/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O baterista do METALLICA, Lars Ulrich, foi entrevistado na edição da manhã de quinta-feira, 4 de novembro do programa "The Kevin & Bean Show" da estação de rádio de Los Angeles KROQ-FM (106.7).

662 acessosMetallica: Lars queria ver Phil Rudd tocando Enter Sandman5000 acessosCinema: 60 filmes pra quem ama Rock e Metal

Quando perguntado sobre o evento histórico que ocorreu quando o METALLICA se reuniu no palco com os membros do MEGADETH, SLAYER e ANTHRAX durante o show no Sonisphere em 22 de junho de 2010, em Sofia, Bulgaria, para uma performance da música do DIAMOND HEAD, "Am I Evil?", Ulrich disse, "Pareceu certo porque essa coisa estava sendo transmitida para alguns milhares de cinemas de todo o mundo e teve esse elemento histórico nisso de pegar todo mundo e tocar uma música juntos pareceu legal. Então, obviamente não queríamos fazer uma música do METALLICA, então achamos que algo que seria próximo para todos seria a música 'Am I Evil?' dessa banda muito influente e inspiradora para todos nós chamada DIAMOND HEAD. E o legal da 'Am I Evil?' — com todo respeito ao Brian Tatler [guitarrista do DIAMOND HEAD], que compôs a música — é como se fosse a... digamos a 'Smoke On The Water' das músicas do Metal dos anos 80. Não é a música mais desafiante de se tocar na guitarra. Foi certamente uma das músicas mais fáceis e em um grande estádio com 75.000 pessoas, ela meio que nos traduz, em matéria de som, e soa muito bem. Então nós juntamos todo mundo na sala de ajustes antes do show e todos meio que aprenderam os básicos da 'Am I Evil?' e então todos os outros músicos das outras três bandas vieram e se juntaram a nós. E nós tivemos umas baterias extras e outras coisas lá. Foi um momento para todos nós que crescemos juntos nesse cenário e para todos os fãs que cresceram com todas essas bandas para ver... Houve tanta coisa ao longo dos anos... A imprensa tentou nos colocar uns contra os outros e toda essa bobagem de competitividade e todas essas questões de ego e esse tipo de coisa. Nós, os membros das bandas, sabíamos que passaríamos por isso e teríamos muito mais amor e respeito pelos outros, mas acho que para os fãs, foi importante eles terem a chance de ver que todos estávamos tocando bem, me entende?!"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 10 de novembro de 2010

MetallicaMetallica
Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington

662 acessosMetallica: Lars queria ver Phil Rudd tocando Enter Sandman0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

MetallicaMetallica
Agente da banda afirma que Youtube é o Diabo

MetallicaMetallica
Aria Guitars anuncia Cliff Burton Custom Bass

Rock e MetalRock e Metal
Algumas das exigências bizarras das turnês

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"0 acessosTodas as matérias sobre "Anthrax"

CinemaCinema
60 filmes pra quem ama Rock e Metal

MetallicaMetallica
Lars Ulrich quase saiu no tapa com Lou Reed

Guns N RosesGuns N' Roses
As melhores músicas segundo a Ultimate Classic Rock

5000 acessosConfissões de uma groupie - a autobiografia de Pamela Miller5000 acessosMetallica: os motivos da saída de Jason Newsted5000 acessosAlfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de Metal5000 acessosBon Jovi: afinal, o que houve com a voz de Jon?5000 acessosHeavy Metal: Você consegue identificar os 10 diferentes estilos sem olhar?5000 acessosBeatles: editores da Rolling Stone elegem as 100 melhores

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online