Aquiles Priester: público Metal, Angra e Dream Theater

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Luis Octavio Gabatelli, Fonte: Aquiles Priester em entrevista, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 26/05/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


A primeira banda de metal a subir palco da Virada Cultural Paulista em Presidente Prudente foi o Hangar, trazendo a turnê “The Infallible Tour”. Após o show, o baterista da banda, Aquiles Priester comentou sobre a apresentação da banda no evento, a audição que fez para o Dream Theater e como é dividir o backstage com a sua antiga banda, o Angra.
264 acessosRio Rock City: O Power Metal morreu?5000 acessosAxl Rose no AC/DC: o que Ozzy Osbourne achou disto?

“Foi demais! Não tínhamos ideia do que esperar. Imaginava um público grande, mas não como esse” disse o a baterista do Hangar após terminar o show.

O grupo foi fundado pelo próprio Aquiles em 1997 e se tornou uma banda metal consagrada, entre tantas outras, na música internacional.

“Tocamos em Presidente Prudente no ano passado, mas hoje sentimos o calor da galera cantando as músicas, uma troca de energia que não estávamos prontos para receber, foi motivador”, disse o músico.

Aquiles também fez parte do Angra durante sete anos, saiu após alguns desentendimentos internos entre membros e uma crise com o ex-empresário Toninho Parani. Perguntado sobre ia a sua relação com o Angra (que estava a poucos metros de onde o baterista falava), Aquiles disse que não vê problemas entre ele e seus antigos parceiros de palco.

“É tranquilo, sem problemas, a minha vida não parou em 2007, ela seguiu. Possivelmente se eu não tivesse saído do Angra naquela época não saberia onde estava hoje”, desabafou serenamente o baterista.

Sobre a forma que vê metal depois de mais de 25 anos de carreira, Aquiles disse que o que torna esse estilo excitante é quando alguém se surpreende com o público que preenche os shows.

“Quando você vê uma multidão daquelas lá fora, concentrada pra ver bandas metal, é fantástico, ninguém esperava, se fosse um show de axé você esperava um público desse, mas é para ver metal!”.

Outra questão pertinente para os fãs de Aquiles é entender o que ocorreu com o músico quando foi convidado a fazer uma audição para a banda americana Dream Theater.

“Não fiquei nervoso (como alguns fãs disseram), toco bateria há muito tempo, rola uma ansiedade, mas não tive nervosismo. O que eles me pediram eu toquei extremamente bem e teve aquelas coisas novas, são coisas que não fazem parte do meu vocabulário”, declarou.

Segundo Aquiles o Dream Theater queria fazer o teste na hora, mostrando vídeos três, quatro vezes ao músico, e ele teve que executar da maneira que havia entendido.

Para Aquiles é um grande passo para bateristas brasileiros, pois fazer uma audição para umas das bandas mais eruditas do metal é uma tarefa difícil.

“Eu era o único cara que as pessoas nunca imaginaram que eu estaria lá, então eu sabia que a cobrança ia ser grande por parte dos brasileiros. O que tinha que ser feito foi feito e estou muito feliz com a repercussão que estou tendo”.

No próximo sábado o músico viaja para Nova Iorque para participar de um festival que reúne os maiores bateristas do mundo. Nesse festival Aquiles explica que nenhum baterista de metal esteve presente e os únicos brasileiros que tocaram foram Airton Moreira, que está ligado à música popular brasileira e o jovem Elói Casagrande que hoje toca com o André Matos.

“Estar num festival desse é uma grande vitória, mas quando recebo esse convite eu nunca penso em mim e sim no meu país, em representar o Brasil”, destaca o músico que finalizou disparando o que pensa sobre o público de metal no interior.

“Monstruoso! Hoje vimos pessoas ensandecidas pelo metal e pela exposição que tivemos hoje, muita gente se surpreendeu positivamente e quando voltarmos pra cá com o próximo disco vai ser um pouco diferente, vai ser mais legal. A partir de hoje Presidente Prudente entrou de vez para a nossa família”, finalizou.

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

264 acessosRio Rock City: O Power Metal morreu?1217 acessosAngra: discografia de volta ao Spotify1360 acessosAngra e Hangar: Fábio Laguna conta como entrou nas bandas2491 acessosAngra: "reunião" durante aniversário de Paulo Baron, veja vídeo672 acessosBruno Sa: comenta a morte de Paul O'Neill e relembra audição1119 acessosAquiles Priester: No lugar onde montou a sua primeira bateria0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Rock nacionalRock nacional
Ele está morto e todos viraram cervejeiros

Heavy MetalHeavy Metal
Site elege as dez melhores bandas do Brasil

AngraAngra
Repórter fala sobre possuir mesmo nome que baixista

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Hangar"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"0 acessosTodas as matérias sobre "Dream Theater"

Axl Rose no AC/DCAxl Rose no AC/DC
O que Ozzy Osbourne achou disto?

Brian MayBrian May
"Axl Rose sempre foi uma pessoa amável!"

GwarGwar
Morre o vocalista Oderus Urungus aos 50 anos

5000 acessosSegundo Alice Cooper, Slipknot e Manson não assustam mais do que a CNN5000 acessosAs regras do Prog Metal5000 acessosMatt Sorum: músico se posiciona contra James Hetfield3791 acessosGlenn Hughes: "A dor e a mudança são duas certezas da vida"4074 acessosDr. Sin: a crise do rock nacional5000 acessosLucille chora sua viuvez: a história da guitarra de B.B. King

Sobre Luis Octavio Gabatelli

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online