Motley Crue: "Tattoos & Tequila", 70 mil palavras de mimimi

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Lokaos Rock Show
Enviar Correções  

A edição #152 da revista britânica Classic Rock Magazine resenhou a autobiografia do vocalista Vince Neil, do MÖTLEY CRÜE: Tattoos & Tequila, e o prognóstico não é dos melhores. O LOKAOS publica a tradução do texto na íntegra.

Matéria original por Jon Hotton – traduzido por Nacho Belgrande

publicidade

Tattoos & Tequila
Vince Neil com Mike Sager

A autobiografia do vocalista do Mötley Crüe revela pouco que você já não soubesse.

Ao ler a introdução de Mike Sager para esse livro, quase não se saberia para onde olhar. Da hora que o vocal do Mötley Crüe sai de seu Lamborghini para encontrar seu ghost writer, Sager de cara nota a ‘coxa musculosa’ de Vince Neil e seu ‘sorriso fácil’, daí o cabelo que é ‘da cor do de um rapaz comum’, "ele é 10% o home mais sexy do mundo e 90% acidente esperando pra acontecer…"

publicidade

Sim. É amor, gente. Apesar de haver pouco sinal de isso seja exigido pelo freqüentemente infiel frontman. "Se você me ver depois de ter lido esse livro’, Vince manda no capítulo um, ‘me fala o que você acha. Eu provavelmente não vou lê-lo. ’

Leia a resenha na íntegra no site Lokaos Rock Show através do link:
http://lokaos.net/tattoos-tequila-70-mil-palavras-de-reclama...

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Steven Tyler: primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeasSteven Tyler
Primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeas

Separados no nascimento: Phil Lynott e TiriricaSeparados no nascimento
Phil Lynott e Tiririca


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin