George Lynch: como ele quase entrou pra banda de Ozzy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Enviar Correções  


O jornalista Jeb Wright, do site Classic Rock Revisited realizou uma entrevista com o master shredder da guitarra de toda uma geração, GEORGE LYNCH. Alguns trechos traduzidos da entrevista podem ser lidos abaixo.

Capas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história

Freddie Mercury: Características vocais do cantor

Jeb: Última pergunta – você realmente fez teste pra banda de Ozzy quando Randy Rhoads também fez?

George: Eu quase entrei por três ocasiões, falando sério. Eu era um dos poucos sendo considerados. A vez mais séria foi quando eles me mandaram de avião até a Escócia e eu excursionei com a banda por um curto período. Eu ensaiei com eles no Texas e daí voltamos pra Los Angeles. Eles tinham mais uma pessoa que eles queriam dar uma olhada, como uma formalidade, e essa pessoa era Jake E. Lee. Eles acabaram escolhendo ele e não a mim.

Jeb: Eu curto muito os discos em que Jake gostou, mas eu teria amado escutar você tocar com eles.

George: Foi uma excelente escolha. Eles não a basearam na execução musical porque ele não tocava muito bem. Eu tenho falado com ele sobre isso por várias vezes. Foi baseado no visual dele. Ele tinha cabelo até a bunda e vestia couro. Ele tinha um visual fabuloso e ele se mexia muito bem no palco e era isso que eles queriam.

Tommy Aldridge e eu falamos a respeito disso porque ele era contra me ter na banda, o que foi um elemento muito crítico sobre a decisão deles. Tommy disse que eu era muito personalista e não era o tipo de cara que se encaixa bem tocando coisas de outras pessoas, o que é muito verdade. Eu não sou o cara certo pra sentar e tocar em volta de uma fogueira porque eu não conheço outras músicas. Eu só escrevo o meu lance e faço o meu próprio lance.

Eu não tinha onde cair morto e estava vivendo num minúsculo apartamento com meus dois filhos e minha esposa. Eu estava dirigindo um caminhão de entregas. Eu entregava bebida em uma parte muito ruim da cidade.

Essa matéria pode ser lida na íntegra no site do LoKaos Rock Show:

http://lokaos.net/george-lynch-como-ele-quase-entrou-pra-ban...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Capas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da históriaCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

Freddie Mercury: Características vocais do cantorFreddie Mercury
Características vocais do cantor


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin