Matérias Mais Lidas

Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Megadeth: Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiroMegadeth
Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiro

Greta Van Fleet: Robert Plant odeia aquele vocalistaGreta Van Fleet
Robert Plant "odeia" aquele vocalista

Lista: 10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hojeLista
10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hoje

Loudwire: o melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020Loudwire
O melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020

Rock in Rio: há 30 anos, Axl Rose exigia VJ desconhecida da MTV para entrevistá-loRock in Rio
Há 30 anos, Axl Rose exigia VJ desconhecida da MTV para entrevistá-lo

Iced Earth: Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de voltaIced Earth
Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de volta

Dream Theater: Show de comeração de 25 anos do Images & Words será transmitidoDream Theater
Show de comeração de 25 anos do Images & Words será transmitido

Enjaulados: Os crimes mais chocantes da história do rockEnjaulados
Os crimes mais chocantes da história do rock

Metallica: Dave Lombardo diz que tocar com o Metallica ao vivo foi históricoMetallica
Dave Lombardo diz que tocar com o Metallica ao vivo foi histórico

Iced Earth: fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no CapitólioIced Earth
Fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no Capitólio

Robert Fripp: novo cover de Billy Idol, agora com esposa vestida de cheerleaderRobert Fripp
Novo cover de Billy Idol, agora com esposa vestida de cheerleader

Max Cavalera: O único presidente bom do Brasil foi mortoMax Cavalera
"O único presidente bom do Brasil foi morto"

Épicas: 10 músicas com mais de 10 minutos de duração (e nenhuma é do Dream Theater)Épicas
10 músicas com mais de 10 minutos de duração (e nenhuma é do Dream Theater)

Inesquecíveis: 50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de modaInesquecíveis
50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de moda


Matérias Recomendadas

Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Metal Sucks: Top 25 vocalistas do metal modernoMetal Sucks
Top 25 vocalistas do metal moderno

Metallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For AllMetallica
Jason explica o baixo apagado de And Justice For All

O Surto: Fora Queen, só nós fizemos 250 mil cantarem no Rock in RioO Surto
"Fora Queen, só nós fizemos 250 mil cantarem no Rock in Rio"

Motörhead: Amy Lee no colo de Lemmy KilmisterMotörhead
Amy Lee no colo de Lemmy Kilmister

Stamp

Shadowside: entrevista com Dani Nolden ao Road To Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Débora Reoly, Fonte: Road To Metal
Enviar Correções  

O Blog Road To Metal entrevistou Dani Nolden, vocalista da banda SHADOWSIDE, uma das principais bandas brasileiras que levam o nome do Brasil para o exterior.

Confira um trecho da entrevista:

RtM: Sabemos que existem milhares de bandas com vocais femininos, sobretudo no Gothic e Symphonic Metal. Mas vocês apostam em outra sonoridade, sem vocais líricos ou guturais (depois de Ângela Gossow, a mulherada quer cantar agressivamente, rs). Como é para você Dani e para o resto da banda apostar nessa formação?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Dani: Para mim não é algo como apostar em uma formação assim. Eu sou o que sou, não posso mudar isso, seja isso bom ou ruim (risos). Quando eu comecei a cantar, não existiam bandas de Metal com vocais femininos, exceto a Doro, porém eu não a conhecia... eu escutava inicialmente bandas como Guns n’ Roses, Skid Row e depois Judas Priest, Deep Purple, Iron Maiden e como eu gostava dessas coisas, eu tentava cantar como eles. Antes da Angela Gossow aparecer, eu fazia alguns vocais guturais em minha banda anterior ao Shadowside (NE: Dark Eden). Eu simplesmente era livre de preconceitos... eu não sabia o que era normal ou comum para uma mulher fazer, então eu fazia o que me dava vontade. Então nunca foi para ir contra uma tendência ou seguir alguma banda... e acredito que os rapazes se sentem da mesma forma. Nós fazemos Metal e escrevemos músicas que achamos que fica legal na minha voz, como qualquer banda formada apenas por homens. Eles não pensam em mim como uma mulher e sim, como a pessoa que canta na banda deles. Eu adoro que é assim... dessa forma não preciso limitar o que minha voz pode fazer.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

RtM: O álbum "Dare to Dream" foi produzido por Dave Schiffman (System of a Down, Audioslave, Avenged Sevenfold e outros). Qual foi a diferença entre as duas gravações e na época a mídia especializada tinha dito que vocês teriam deixado um pouco o lado mais agressivo e mesclado influências do Hard, por exemplo. Vocês concordam com essa diferença entre seus trabalhos?

Dani: Eu acho que as influências de Hard Rock sempre estiveram lá, mas realmente o Dare to Dream é um pouco menos agressivo que o Theatre of Shadows. Dare to Dream é mais balanceado, tem partes bem mais pesadas que qualquer música do Theatre, porém no geral ele é menos intenso e mais musical. Nós não queríamos fazer o Theatre parte II, queríamos fazer um novo disco do Shadowside, explorar coisas que tínhamos vontade e que não apareceram no trabalho anterior.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A entrevista na íntegra você acessa pelo link:
http://roadtometal.blogspot.com/2011/08/entrevista-shadowsid...


Tunecore
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Shadowside: existem bandas ruins no Metal e coisas boas fora deleShadowside
Existem bandas ruins no Metal e coisas boas fora dele

Eu Toco Rock N' Roll: doc mostra dificuldade de viver do estiloEu Toco Rock N' Roll
Doc mostra dificuldade de viver do estilo


Slayer: Kerry King se atrapalha com guitarra de 8.666 dólares e não consegue tocar introSlayer
Kerry King se atrapalha com guitarra de 8.666 dólares e não consegue tocar intro

Ivete Sangalo: Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e RushIvete Sangalo
"Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e Rush"


Sobre Débora Reoly

Débora Reoly era gaúcha de Ijuí, formada em Pedagogia e Turismo e dona da agência de viagens Rocktour, especializada em excursões a shows na América do Sul. Seu lema era "A vida não é um show de Rock. São vários!". Débora morreu em 2017, de uma doença auto-imune. Facebook: www.facebook.com/debora.reoly.

Mais matérias de Débora Reoly no Whiplash.Net.