Matérias Mais Lidas

imagemA música do Queen que Brian May pensou que era uma brincadeira

imagemRegis Tadeu coloca o dedo na ferida e aponta o grande erro do rock nacional dos anos oitenta

imagemO dia que Roberto Justus disse a João Gordo que nunca bebeu uma gota de álcool na vida

imagemB. B. King sobre John Lennon ter dito que queria tocar como ele

imagemHá 20 anos, Frejat explicava como Raimundos não se dobrava perante gravadora

imagemA visionária melhor música do Genesis na opinião de Steve Hackett

imagemEdu Falaschi critica apresentador do SporTV por crítica à CR7: "Falar até papagaio fala"

imagemSlash falhou em seguir o conselho de Keith Richards, que mesmo assim foi lá e o apoiou

imagemO segredo do sucesso do Metallica, na opinião do guitarrista Kerry King

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemTarja Turunen diz que era um patinho feio na cena do metal

imagemTuomas Holopainen achou que o Nightwish fosse acabar após saída de Marko Hietala

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemPróximo álbum do Nightwish vai ter grandes surpresas, afirma Tuomas Holopainen

imagemNoel Gallagher revela seu único arrependimento em sair do Oasis


Stamp
Summer Breeze

Life of Agony: vocalista abre o jogo sobre mudança de sexo

Por Nacho Belgrande
Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Postado em 03 de agosto de 2011

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

A vocalista do LIFE OF AGONY, Keith Caputo atacou a discriminação contra as pessoas que optam por passar por cirurgia de mudança de sexo. A vocalista anunciou em 2011 que estava tornando-se mulher e que passaria a se chamar Mina e se pronunciou a respeito da decisão.

Falando com a revista britânica Kerrang! Caputo respondeu à pergunta se a sociedade é tolerante com as pessoas que escolheram passar pela mudança de sexo dizendo:

‘Não, não é. Todo o sistema no qual vivemos é preconceituoso e fudido. Tudo está fudido. Não há banheiros para os transgêneros, por exemplo, razão pela qual há tantas agressões e brutalidades. Se as autoridades e as pessoas que fazem as leis fossem sensíveis em relação à ideia de que os humanos vêm em todas as formas, em diferentes formas e desejos, então haveria muito mais amor no mundo.’

A vocalista disse que sabia que estava destinado a mudar de sexo desde os 8 anos de idade, mas por causa do ambiente no qual cresceu, não pôde dar sequência ao procedimento até agora.

Ela disse: ‘Por causa de minha criação e pelo Life of Agony ter entrado na minha vida, o que também foi uma fonte de energia dominada por homens. Eu sempre me senti desconfortável porque eu estava cercada por esses tipos machões, machos-alpha. ’

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Samael Hypocrisy
Lift Detox

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mina Caputo: foi uma tortura para ela ter que ser homem

Life of Agony: vocalista abre o jogo sobre mudança de sexo

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregos

Bruce Dickinson: ele revela os três vocalistas que nunca vai conseguir superar


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.