Megadeth: Chris Broderick fala sobre gravação de "TH1RT3EN"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Caroline Mocellin, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 22/10/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Jeff Treppel recentemente conduziu uma entrevista com o guitarrista do MEGADETH Chris Broderick para RoadrunnerRecords.com. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

8 acessosMegadeth: Dave Mustaine conta qual o seu riff favorito5000 acessosHeavy Metal: estressante, perturbador e faz mal ao coração

RoadrunnerRecords.com: Como foi a gravação de "TH1RT3EN" em comparação com suas experiências anteriores fazendo álbuns com a MEGADETH?

Drover: É estranho - falando por mim, mas eu acho que eu posso dizer que, para praticamente todo mundo, foi um processo muito fácil. Eu não estou realmente certo o porquê. Tudo correu muito bem, só rolou e fazíamos as coisas em um ritmo muito rápido. Tivemos cerca de nove semanas entre as turnês para gravar este disco, e realmente conseguimos. Estamos extasiados com os resultados. Achamos que é um grande disco, e esperamos que os fãs também achem. Acho que a maior diferença entre este e o "United Abominations", "Endgame" antes dele, e assim por diante, é como ele foi fácil. Não há nenhuma razão especial. Tudo parecia se encaixar. As músicas vieram muito bem mas com muito esforço, e foi apenas um disco muito agradável para nós fazermos. No que me diz respeito, foi isto.

RoadrunnerRecords.com: Será que tendo David Ellefson de volta depois de uma longa ausência contribuiu para atingir essa facilidade?

Drover: Você sabe, eu não acho que isso contribuiu para ser mais fácil. Ele veio com um monte de riffs que usamos, mas todos nós fizemos, todos nós alimentamos as idéias. Dave (Mustaine) tem uma biblioteca de riffs que ele gravou na turnê, riffs que gravamos em turnês anteriores. Ele mantém tudo em arquivo, por isso ele tem tanta abundância de riffs, músicas parciais, músicas completas, todos os tipos de coisas que ele pode escolher para que nunca chegue a um ponto como: "Oh, não temos material suficiente." Nós sempre temos material mais do que suficiente. Que é uma grande coisa para ter. Portanto, não é a razão pela qual o disco foi mais fácil de fazer, mas vou te dizer, foi ótimo estar presente neste disco, para mim, pessoalmente, com os dois Daves. Ele foi um dos que começaram a banda, e tê-lo de volta à banda é certamente uma grande coisa na minha opinião. Estou amando isso. Nós nos damos muito bem, e eu estou feliz que ele esteja de volta na banda.

RoadrunnerRecords.com: Você achou mais fácil para estabelecer a química com ele como a outra metade da seção de ritmo?

Drover: Yeah. Tivemos sorte. É engraçado, a primeira vez que David veio para o Arizona para ensaiar com a gente, isso foi pouco antes da turnê "Rust In Peace" que nós íamos fazer - e eu me encontrei com ele várias vezes antes, mas esta foi a primeira vez que já tinha começado em uma sala, em conjunto e outras coisas. Ele ligou na tomada, e nós começamos a tocar, e logo tudo tinha sido encaixado. Não que fosse melhor ou pior com James Lomenzo ou MacDonough James, eles foram fantásticos também, mas havia algo sobre como executar com alguém que estava em outras gravações e montar as partes de baixo original. Para a maior parte, estou analisando outros bateristas e tentando trazer pegadas que eu não tenha às músicas. Foi legal tocar com alguém que tinha tocado em praticamente todos as gravações nos primeiros 20 anos da banda, para tocar todos aqueles velhos clássicos novamente e ter o baixista original e assim tocar guitarra sobre essas coisas.

A entrevista completa em inglês está no link abaixo:

http://www.roadrunnerrecords.com/news/EXCLUSIVE--Interview-W...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Dave Mustaine conta qual o seu riff favorito

3121 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa533 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MustaineMustaine
Revelando qual sua composição preferida do Metallica

Dave MustaineDave Mustaine
"Quem disser que o Megadeth não sou eu é um tolo!"

Thrash da Bay AreaThrash da Bay Area
As cinco capas mais legais do estilo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Heavy MetalHeavy Metal
Estressante, perturbador e faz mal ao coração

Pink FloydPink Floyd
O maior concerto de rock já produzido

A década perdida?A década perdida?
Rock Brasileiro da Década de 70

5000 acessosIron Maiden: banda cai no riso em show nos EUA de 20085000 acessosBruce Dickinson: "O Iron Maiden é melhor que o Metallica"5000 acessosGuns N' Roses: Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl Rose5000 acessosÁlbuns ao vivo: 10 grandes registros da história do rock5000 acessosLoudwire: os melhores álbuns de rock de 2013 até agora4802 acessosMelhor que Galinha Pintadinha: como alegrar uma criança com Power Metal

Sobre Caroline Mocellin

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online