Rush: novo álbum trará suite com cinco músicas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vagner Cruz, Fonte: Rush Fã-Clube Brasil, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

A última edição da revista Guitar World trouxe uma pequena entrevista com Alex Lifeson, onde o músico fala de novidades muito interessantes sobre o andamento dos trabalhos em Clockwork Angels, próximo álbum de estúdio do Rush previsto para 2012. Confira:

Instrumental: dicas de hoje, tributo ao Rush e fusion 80sEntrevistas: Coices e tretas entre artista e entrevistador

Alex Lifeson não chega a classificar Clockwork Angels como um álbum conceitual, mas admite que esse tema percorre a maioria das musicas.

"Temos Caravan e BU2B; ambas já lançadas e que tocamos na turnê Time Machine", ele diz, referindo-se a digressão do grupo em 2010-2011. "Essas duas, juntamente com outras três canções, formarão uma suite. A história Clockwork Angels estará nessas cinco faixas".

Os fãs de longa data, que cresceram com multi-canções cheias de narrativas como 2112 e Hemispheres, irão sem dúvida aplaudir o retorno do grupo às suas raízes progressivas. Eles também se emocionarão em saber que a banda não está economizando no comprimento de suas composições.

"Realmente estamos nos estendendo", diz Lifeson. "A maioria das canções possui mais de seis minutos. Estamos nos divertindo com elas, vendo onde querem ir".

O guitarrista diz que o Rush já tem oito canções prontas. Uma faixa, no entanto, tem sido uma luta para eles.

"Nós a compomos, desmontamos, compomos novamente e encostamos mais uma vez", diz Lifeson, rindo. "Ainda estamos considerando essa nesse momento. Tem alguma coisa lá que não queremos perder".

O Rush está mais uma vez ao lado do produtor Nick Raskulinecz, que além de ter trabalhado com bandas como Foo Fighters, Alice In Chains e Evanesence, esteve presente no álbum do trio de 2007, Snakes & Arrows.

"Nick é fantástico", diz Lifeson. "Ele é muito entusiasmado, tem grandes idéias, consegue sons incríveis e se adapta perfeitamente as nossas voltas e mais voltas".

O novo trabalho do Rush trará uma abordagem instrumental mais enxuta.

"Os últimos discos têm sido bastante produzidos, com muitas camadas de guitarras e vocais", diz ele. "Dessa vez queremos de manter as coisas mais simples e diretas".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Rush"


Instrumental: dicas de hoje, tributo ao Rush e fusion 80s

Rush: A busca por um timbre é o objetivo de todo guitarristaRush
"A busca por um timbre é o objetivo de todo guitarrista"

Em 12/09/1952: nascia Neil Peart, lendário baterista do RushEm 12/09/1952
Nascia Neil Peart, lendário baterista do Rush

Rush: o álbum ao vivo perfeito do trio canadense (vídeo)

Rush: Geddy Lee conta como se viu forçado a tocar baixoRush
Geddy Lee conta como se viu forçado a tocar baixo

Rush: veja novo trailer do filme Cinema StrangiatoRush
Veja novo trailer do filme "Cinema Strangiato"

Rush: LP quíntuplo gravado ao vivo sai em novembroRush
LP quíntuplo gravado ao vivo sai em novembro

Rush: Alex Lifeson escolhe seus riffs prediletosRush
Alex Lifeson escolhe seus riffs prediletos

Heavy Metal: os 10 discos essenciais lançados nos anos 1970Heavy Metal
Os 10 discos essenciais lançados nos anos 1970

Classic Rock: os 50 maiores álbuns de rock progressivoClassic Rock
Os 50 maiores álbuns de rock progressivo


Entrevistas: Coices e tretas entre artista e entrevistadorEntrevistas
Coices e tretas entre artista e entrevistador

Spin: as 30 melhores faixas instrumentais de todos os temposSpin
As 30 melhores faixas instrumentais de todos os tempos

Bandas Iniciantes: 11 cagadas que vocês NAO podem cometerBandas Iniciantes
11 cagadas que vocês NAO podem cometer

Free: a paixão de Dave Murray por Paul KossoffFree
A paixão de Dave Murray por Paul Kossoff

Rock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na músicaRock
25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

Led Zeppelin: Page ignorou pedidos de Clinton e Obama por reuniãoLed Zeppelin
Page ignorou pedidos de Clinton e Obama por reunião

System Safadown: Viva a Bagaceira!System Safadown
Viva a Bagaceira!


Sobre Vagner Cruz

Vagner Cruz é de Niterói, Rio de Janeiro, e atualmente reside na cidade litorânea de Maricá. Amante do rock and roll e de suas várias vertentes, acabou conhecendo o power-trio canadense Rush em 1997, se tornando desde então um grande fã. Atualmente mantém o site Rush Fã-Clube Brasil, o mais acessado no país dedicado ao grupo, onde se dedica a traduzir entrevistas, informações de músicas e álbuns buscando grande interação com os fãs brasileiros. Colabora cominformações sobre a banda no Whiplash.Net desde 2009.

Mais matérias de Vagner Cruz no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336